AULA 8 - Biodisponibilidade dos Nutrientes
34 pág.

AULA 8 - Biodisponibilidade dos Nutrientes

Disciplina:Composição dos Alimentos1.604 materiais44.293 seguidores
Pré-visualização2 páginas
BIODISPONIBILIDADE DOS

NUTRIENTES

Profa. Msc Janaína da Silva

Profa . Msc Fernanda Boudou

 BIODISPONIBILIDADE

 Food and Drug Administration (EUA) – estabelecer
a proporção em que determinada substância
ativa era absorvida da forma farmacêutica
(medicamento), alcançava a circulação e
tornava-se disponível no sítio de ação e a razão na
qual isto ocorria

 O termo biodisponibilidade foi proposto
inicialmente para a área farmacológica, visando
estabelecer a proporção em que determinada
droga intacta alcança a circulação e a razão
na qual isso ocorre

 BIODISPONIBILIDADE

 Razão dependeria do:

 Tamanho da partícula,

 Da forma química da substância

 Sua absorção por via oral

 Podia variar em:

 Função da absorção

 Da extensão do metabolismo da substância, antes de
atingir o órgão-alvo

BIODISPONIBILIDADE DE

NUTRIENTES

 Na década de 1980 – Termo utilizado na área
de Nutrição devido a constatação de que a
simples presença do nutriente no alimento ou
dieta ingeridos não garantia sua utilização pelo
organismo

 Dependeria da:
 Forma química do nutriente ocorrendo naturalmente

no alimento,

 Da quantidade ingerida e da presença de agentes
ligantes

 De outros nutrientes nos alimentos que são ingeridos
ao mesmo tempo

 Micronutrientes: mecanismos homeostáticos
que regulam a absorção prevenindo o
desenvolvimento de concentrações
potencialmente tóxicas

 Proporção do nutriente que é digerido,
absorvido e metabolizado pelo organismo,
capaz de estar disponível para uso ou
armazenamento

BIODISPONIBILIDADE

DE NUTRIENTES

•Digeríveis, Absorvíveis e Metabolizáveis – Proporção

do nutriente que realmente é utilizada pelo organismo

 O´Dell (Columbia, 1984): Proporção do
nutriente nos alimentos que é absorvida e
utilizada nos processos de transporte,
assimilação e conversão à forma
biologicamente ativa

 Absorção verdadeira: proporção do
nutriente nos alimentos que se move do
lúmen intestinal através da mucosa

 Absorção aparente: diferença entre o
conteúdo de nutriente dos alimentos
ingeridos e das fezes

BIODISPONIBILIDADE

DE NUTRIENTES

CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE

BIODISPONIBILIDADE (Holanda, 1997)

 Biodisponibilidade: fração

de qualquer nutriente

ingerido que tem o
potencial para suprir

demandas fisiológicas em

tecidos alvos

“SLAMANGHI”

 West and de Pee, 1996: representação dos
potenciais fatores que afetam a

biodisponibilidade

 S: Especiação do Nutriente

 L: Ligação Molecular

 A: Quantidade Consumida na Refeição

 M: Matriz Onde o Nutriente é Incorporado

 A: Atenuantes da Absorção e Bioconversão

 N: Estado Nutricional do Hospedeiro

 G: Fatores Genéticos

 H: Fatores Relacionados com o Hospedeiro

 I: Interações

CONGRESSO DE BIODISPONIBILIDADE (Suiça,

2001)

 Os estudos devem considerar:

 BIOCONVERSÃO: proporção do nutriente

ingerido que estará biodisponível para a

conversão em sua forma ativa (Ex: quanto de

carotenóide da dieta estará disponível para

ser convertido a retinol)

CONGRESSO DE BIODISPONIBILIDADE (Suiça,

2001)

 Os estudos devem considerar:

 BIOEFICÁCIA: eficiência com a qual os

nutrientes ingeridos são absorvidos e

convertidos à forma ativa do nutriente

(Ex. quanto de carontenóide da dieta

será absorvido e convertido a retinol)

CONGRESSO DE BIODISPONIBILIDADE (Suiça,

2001)

 Os estudos devem considerar:

 BIOEFICIÊNCIA: proporção da forma

ativa convertida do nutriente

absorvido que atingirá o tecido alvo

(Ex. correlação inversa entre o risco de

o feto apresentar defeito no tubo

neural e o estado nutricional com

relação ao folato em eritrócitos

maternos)

Biodisponibilidade de Nutrientes

 Definição complicada (micronutrientes):
reconhecer fatores que influenciam, como
também precisar as taxas de utilização do
nutriente absorvido, de suas trocas e
excreção - varia bastante

 Variáveis Intrínsecas: mecanismos de
absorção e os processos metabólicos
juntamente com suas mútuas interações

 Variáveis Extrínsecas: solubilidade e a
dimensão das moléculas, bem como os
efeitos químicos sinérgicos ou antagonistas

Daranyi et al, 2003

Biodisponibilidade de
Nutrientes

Conceitos

 Biodisponibilidade Quantitativa: relativa à

utilização do nutriente pelo teor da fonte na

dieta

 Biodisponibilidade Qualitativa: relativa à

extensão de utilização do nutriente em função

da capacidade bioquímica e estrutural do

organismo

Biodisponibilidade de Nutrientes

 Dizer que o uso metabólico dos

nutrientes para suprir em potencial as

funções fisiológicas dos tecidos está

em razão das condições de ingestão

=

 a biodisponibilidade de nutrientes está

em função do estado nutricional, que,

por sua vez, está de acordo com a

dieta

Biodisponibilidade de Nutrientes

 Importância da determinação precisa da
Biodisponibilidade de Nutrientes em dietas,
considerando as diferenças com relação aos
hábitos alimentares e culturas de cada país

 As recomendações de ingestão alimentar
considerando a população brasileira somente
terão validade quando pudermos ter maior
conhecimento da biodisponibilidade dos nutrientes
de acordo com nosso padrão alimentar e ainda
considerando as diferenças regionais

 Manutenção da saúde depende da

combinação de fatores ambientais,

hormonais e genéticos

 Os estudos de biodisponibilidade

têm como finalidade correlacionar a

quantidade de nutrientes ou de

outras substâncias presentes na

alimentação com o estado de

saúde do indivíduo

Biodisponibilidade de Nutrientes e a

saúde

DETERMINAÇÃO DA

BIODISPONIBILIDADE

 Está em função dos parâmetros fisiológicos utilizados e é
dependente da precisão da coleta e cálculo dos dados do
consumo alimentar

 Cálculo da ingestão do nutriente por meio de tabelas ou
programas computadorizados

 Avaliação da biodisponibilidade dos nutrientes

 Utilização de biomarcadores sensíveis para avaliação do estado
nutricional de indivíduos e grupos da população

 METODOLOGIAS PARA ESTIMATIVA DE

BIODISPONIBILIDADE DE NUTRIENTES

 Qual a garantia de que a quantidade de um

nutriente presente na dieta seja realmente utilizada

pelo organismo?

 A biodisponibilidade de um nutriente é o resultado

de um processo dinâmico, influenciado por uma

diversidade de fatores relacionados tanto à dieta

quanto ao indivíduo, não podendo ser considerada

propriedade exclusiva do alimento ou da dieta

MÉTODOS PARA ESTIMATIVA

 TÉCNICAS IN VITRO

 TÉCNICA DE SUPLEMENTAÇÃO COM NUTRIENTE

 TÉCNICAS COM UTILIZAÇÃO:
 ISÓTOPOS RADIOATIVOS
 ISÓTOPOS ESTÁVEIS

 FATORES QUE INTERFEREM NA

BIODISPONIBILIDADE DE MINERAIS

 Especiação

 Ligação molecular

 Quantidade ingerida

 Matrix alimenta

 Atenuadores da absorção e bioconversão

 Estado nutricional

 Fatores relacionados aos indivíduos

 Interações

 Interações minerais versus minerais

FATORES QUE INTERFEREM NA

BIODISPONIBILIDADE DE MINERAIS

 De acordo com Couzi et al. (1993),
as interações entre minerais podem
ocorrer de forma direta ou indireta.

 Diretas são geralmente fenômenos
competitivos que ocorrem durante a
absorção intestinal ou utilização
tecidual

 Indiretas ocorrem quando um mineral
está envolvido no metabolismo do
outro, de modo que a deficiência de
um acarreta num prejuízo
iara fez um comentário
  • Bom
    0 aprovações
    Carregar mais