Roteiro do plano de negócios
3 pág.

Roteiro do plano de negócios

Disciplina:Projeto Experimental - Plano de Negócios em Comun18 materiais146 seguidores
Pré-visualização1 página
Roteiro do Plano de Negócios

Cada seção do plano de negócios deve ser abordada sempre visando à objetividade, sem perder a essência e

os aspectos mais relevantes a ela relacionados. A estrutura genérica de um plano de negócios é composta

de:

1- Descrição do negócio

Esta seção apresenta um breve resumo da organização da sua empresa, sua história e seu status atual. Deve-

se enfatizar as características únicas do negócio e como a empresa provê soluções e benefícios ao cliente.

Devem constar nesta seção:

 Descrição do negócio que se pretende criar – Produto/ serviço e mercado/ cliente.

 Equipe gerencial - O aspecto mais importante da descrição do negócio é mostrar que a empresa

possui pessoas qualificadas e comprovadamente experientes nos níveis de comando.

 Missão – Utilidade do produto ou serviço e da empresa para seus clientes. Uma declaração de missão

é uma declaração do propósito da organização, o que ela deseja atingir.

 Visão do empreendimento, ou seja, como aquele empreendimento será no futuro, suas perspectivas,

situação no mercado (% do mercado) ou quantidade de pessoas atendidas.

 Nome da empresa e do produto/serviço.

 Porte da empresa.

 Localização – Proximidade com clientes, disponibilidade, meios de acesso, possibilidade de expansão

etc.

2- Análise do mercado e do ambiente

Toda estratégia de negócio depende de como a empresa abordará o seu mercado consumidor, sempre

procurando se diferenciar da concorrência, agregando maior valor aos seus clientes, sempre com o intuito de

conquistá-los continuamente.

É extremamente importante que a empresa conheça muito bem o mercado onde atua ou pretende atuar,

pois só assim conseguirá estabelecer uma estratégia de Marketing vencedora.

A análise da concorrência é de suma importância em qualquer plano de negócios. A concorrência

(competidores) de uma empresa não se limita aos concorrentes diretos, aqueles que produzem

produtos/serviços similares ao da empresa. Devem ser considerados também os competidores indiretos,

aqueles que de alguma forma desviam a atenção de seus clientes, convencendo-os a adquirir seus

produtos/serviços.

Ao analisar o nicho de mercado de mercado onde a empresa está inserida, o empreendedor deve mostrar

como este mercado está segmentado, as tendências do setor e de seu segmento específico, as tendências de

consumo, a rivalidade entre as empresas do setor, as barreiras de entrada nesse mercado, os

produtos/serviços substitutos, o poder de negociação dos fornecedores e o poder de negociação dos

compradores.

Uma análise completa de mercado e do ambiente deve conter as seguintes informações:

 As tendências ambientais do contexto do negócio de ordem demográfica, econômica, tecnológica,

política, legal, social e cultural. Esta análise permite a empresa entender como o mercado se

apresenta para ela.

 A descrição da indústria onde a empresa está inserida: qual o tipo de negócio, tamanho do mercado

atual e futuro (projetado), quais os segmentos de mercado existentes, qual o seu segmento

específico e quais a tendências desse segmento, qual o perfil dos consumidores/clientes.

 Análise dos principais competidores: descrição de seus produtos e/ou serviços, posicionamento de

mercado, suas forças e fraquezas, práticas de Marketing utilizadas (conceito do produto, política de

preços, canais de distribuição e promoção), tamanho do mercado e participação deste mercado.

 Efetuar comparação com os competidores: mostrar quais os seus diferenciais em relação aos

principais competidores.

3 - Estratégia

Uma ferramenta útil para elaborar uma análise estratégica é a análise SWOT – Strengths (forças),

Weaknesses (fraquezas), Opportunities (oportunidades) e Threats (ameaças). A análise SWOT é

extremamente útil para traçar um panorama da situação atual e prevista para o negócio.

3.1 - Objetivos de desempenho

Os objetivos e metas apresentam o que a empresa busca atingir, e devem ser escritos de forma que possam

ser medidos, comparados e avaliados. Os objetivos são anseios de ordem macro, aqueles que a empresa

define de forma a cumprir sua missão de negócio, em busca de sua visão.

Exemplos: volume de vendas, participação no mercado, posicionamento em relação aos concorrentes etc.

3.2 - Vantagens competitivas

Nesse caso, as principais perguntas são:

 Como a empresa pretende se distinguir da concorrência e conquistar os consumidores/clientes?

 Quais são as perspectivas de diversificação?

 Quais serão os indicadores e mecanismos de controle do desempenho estratégico?

4 - Marketing e vendas

As estratégias de Marketing são os meios e métodos que a empresa deverá utilizar para atingir seus

objetivos. Essas estratégias geralmente se referem ao composto de Marketing (Marketing Mix) agrupados

nos “4 Ps”: produto, preço, praça e promoção.

5 - Operações

 Descrever detalhadamente os produtos/serviços e sua relação com o cliente.

 Descrever a tecnologia aplicada no produto/serviço e no negócio como um todo.

 Descrever o desenvolvimento do serviço, seus processos, seu ciclo de produção.

 Descrever as necessidades para o desenvolvimento do serviço, suas características, custos,

fornecedores básicos e alternativos, sazonalidade etc.

 Descrever os equipamentos que são utilizados no processo produtivo, os custos de manutenção, os

operadores necessários, etc.

6 - Estrutura organizacional

Descrição do empreendimento e das atribuições de seus principais cargos.

A estrutura é representada pelo organograma da empresa, mostrando suas diretorias e departamentos e a

subordinação de cada um.

Exemplos: Estrutura organizacional da empresa (organograma), descrições dos cargos principais e nomes dos

ocupantes dos cargos de direção.

6.1 Recursos humanos

Plano de mão-de-obra — lista de cargos e quantidade de ocupantes necessários.

Competências desejadas dos funcionários.

7- Tecnologia da informação

Infraestrutura, softwares (apoiar as operações) e site.

8 - Riscos

Principais riscos do negócio - mecanismos de gestão dos riscos e prevenção de perdas.

9 - Finanças

A parte financeira deve refletir em números tudo o que foi escrito até então nas outras seções do plano,

incluindo investimentos, gastos com Marketing, despesas com vendas, gastos com pessoal, custos fixos e

variáveis, projeção de vendas, análises de rentabilidade do negócio etc.

10 - Legislação

Legislação aplicável à empresa.