A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
teste de conhecimento aula 3   linguagem da arte e regionalidade

Pré-visualização | Página 1 de 1

Disciplina: CEL0247 - LING. ART. E REGION. 
	Período Acad.: 2016.3 EAD (G) / EX
	
Prezado (a) Aluno(a),
Você fará agora seu EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO! Lembre-se que este exercício é opcional, mas não valerá ponto para sua avaliação. O mesmo será composto de questões de múltipla escolha (3).
Após a finalização do exercício, você terá acesso ao gabarito. Aproveite para se familiarizar com este modelo de questões que será usado na sua AV e AVS.
	
	
		1.
		A que ideologia está associada a arte medieval?
	
	
	
	
	
	À democracia
	
	
	À valorização do ser humano
	
	
	Ao absolutismo monárquico
	
	 
	À ideologia cristã
	
	
	À ideologia pagã
	 Gabarito Comentado
	
	
		2.
		Durante a Idade Média, predominaram um estilo e uma estética que, associados à ideologia cristã, tinham como proposta:
	
	
	
	
	
	a valorização do corpo físico
	
	
	a valorização da Natureza
	
	
	o retorno às propostas da Antiguidade Clássica, com a crença em deuses diversos
	
	 
	a transcendência do espírito humano
	
	
	a valorização do ouro
	 Gabarito Comentado
	 Gabarito Comentado
	
	
		3.
		Compare as figuras abaixo, que apresentam mobiliários de épocas diferentes: a figura 1 corresponde a um projeto elaborado por Fernando e Humberto Campana e a figura 2, a um mobiliário do reinado de D. João VI.
Acerca da comparação entre ambas as figuras, pode-se afirmar que:
	
	
	
	
	
	O mobiliário de Fernando e Humberto Campana, ao contrário daquele do reinado de D. João VI, considera primordialmente o conforto que a cadeira pode proporcionar, ou seja, privilegia a função do objeto, em detrimento da forma.
	
	
	os materiais e as ferramentas usados na confecção do mobiliário de Fernando e Humberto Campana, assim como os utilizados na confecção do mobiliário do reinado de D. João VI, determinaram a estética das cadeiras.
	
	
	A produção artesanal empregado por Fernando e Humberto Campana caracteriza o processo de criação de mobiliários na contemporaneidade , enquanto a produção industrial caracteriza o mobiliário produzido no reinado de D. João VI.
	
	 
	As diferenças entre ambas as cadeiras indicam que, ao longo do tempo, desde o reinado de D. João VI, o mobiliário foi se adaptando consoante as necessidades humanas, a capacidade técnica e a sensibilidade estética de uma sociedade.
	
	
	As formas predominantes no mobiliário de Fernando e Humberto Campana são complexas, enquanto as formas do mobiliário do reinado de D. João VI são simples, geométricas e elásticas, constituindo elemtentos orgânicos.
	
	
	
		4.
		Na Antiguidade Clássica (período greco-romano), a arte era vista como:
	
	
	
	
	 
	uma atividade que se aproximava da habilidade técnica
	
	
	uma representação da natureza
	
	
	um dom divino
	
	
	uma habilidade especial para entender a mensagem dos deuses
	
	 
	uma atividade intelectual exercida apenas pelos filósofos
	
	
	
		5.
		A arte cristã medieval é definida por imagens que fazem referência:
	
	
	
	
	
	à astronomia
	
	
	às vidas dos padres
	
	
	à vida humana na terra
	
	
	às vidas dos reis
	
	 
	às histórias bíblicas e às vidas de santos
	 Gabarito Comentado
	
	
		6.
		O período clássico é identificado pela produção de obras que têm como objetivo:
	
	
	
	
	 
	representar o homem de forma mais realista.
	
	
	produzir utensílios ricamente decorados para uso doméstico.
	
	
	produzir obras que modifiquem as características humanas, a fim de que o ser humano seja elevado à condição de um deus.
	
	
	elaborar obras em cerâmica utilizadas em cerimônias religiosas.
	
	 
	construir templos que sejam utilizados para a evolução do saber mitológico.
	 Gabarito Comentado
	 Gabarito Comentado
	
	
		7.
		Assinale a opção que não corresponde à arte  barroca:
 
	
	
	
	
	 
	As cenas representadas nas pinturas envolvem-se em acentuado contraste de claro-escuro, o que intensifica a expressão de sentimentos.
	
	
	A pintura voltou-se para a religiosidade, a vida da nobreza e também a vida do povo simples.
	
	 
	Há nas pinturas e nas esculturas equilíbrio na distribuição dos elementos.
	
	
	Na escultura, há uma carga dramática e revela as emoções da personagem.
	
	
	As formas procuram expressar o movimento e recobrem-se de efeitos decorativos.
	
	
	
		8.
		Por que podemos afirmar que a arte grega do período clássico (séculos V e IV a.C.) está associada à democracia ?
	
	
	
	
	
	Porque a Grécia era um estado democrático
	
	 
	Porque os filósofos que propuseram a democracia também eram artistas
	
	
	Porque os deuses gregos valorizavam o ser humano
	
	 
	Porque o ser humano passou a ser representado de forma mais individualizada, em oposição à perfeição e equilíbrio das formas.
	
	
	Porque os artistas possuíam liberdade de expressão

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.