A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Avaliação de Literatura Africanas

Pré-visualização | Página 1 de 1

Avaliação: CEL0257_AV_» LITERATURAS AFRICANAS DE LÍNGUA PORTUGUESA
	Tipo de Avaliação: AV
	Aluno
	Professor:
	WANDER LOURENCO DE OLIVEIRA
	Turma: 9001/AA
	Nota da Prova: 8,0    Nota de Partic.: 1,5   Av. Parcial 1,5  Data: 14/09/2016 20:13:27
	
	 1a Questão (Ref.: 201002311128)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	POEMA DE UM ASSIMILADO
Fui levado 
A conhecer a Nona Sinfonia,
Beethoven  e Mozart
Na música,
Dante, Petrarca e Bocácio
Na literatura.
Fui levado a conhecer
A sua cultura...
Mas de ti, Mãe África,
Que conheço eu de ti
A não ser o que me impingiram?
O tribalismo, o subdesenvolvimento,
E a fome e a miséria
Como complementos...
(...)   (Agnelo Regalla ¿ Guiné-Bissau)
Faça uma análise do poema acima, a partir do conceito de "assimilação".
		
	
Resposta: O eu lirico apagou sua cultura para tomar posse de outra
	
Gabarito:
A resposta será organizada a partir da análise feita pelo aluno.
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201002398237)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	As bandeiras das ex-colônias luso-africanas procuraram uma unidade em suas cores. Assim como a bandeira do continente africano, elas se constituem pelas cores preta, vermelha, verde e amarela, excetuando-se Angola, país que não utiliza a cor verde em sua bandeira. No entanto, Cabo Verde optou por uma bandeira em que predomina a cor azul, que representa o mar de suas ilhas. Explique essa proposta, contextualizando-a com os estudos sobre Cabo Verde.
		
	
Resposta: O s caboverdianos por serem mestiços não se identificavam com a população das outras ex colonias e com isso não se enganjavam no movimento de negritude , construiram uma nacionalidade da natureza pelo mar através da cor azul.
	
Gabarito: Os cabo-verdianos, por serem mestiços, não se identificam com a população das demais ex-colônias portuguesas, motivo pelo qual não se engajaram no Movimento de Negritude. Optaram, então, por construir sua nacionalidade a partir da natureza, especialmente o seu belo mar, representado, na bandeira, pela cor azul.
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201002850058)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Lei os versos a seguir transcritos, que compõem o poema intitulado "Povo", do poeta cabo-verdiano Aguinaldo Fonseca, e responda a questão proposta. "É sempre a mesma história repetida é sempre o mesmo lodo e a mesma fome é sempre a mesma vida mal vivida de quem amassou o pão mas não o come". Identifique o aspecto histórico-cultural da África a que esses versos fazem referência.
		
	
	A chegado do colonizador europeu ao continente africano no século XV, quando se deu a descoberta do caminho marítimo para as Índias.
	
	A ocupação das colônias pelos europeus no século XIX, com o objetivo de exploração das riquezas minerais existentes no continente africano.
	
	A guerra civil deflagrada entre etnias inimigas após a libertação de Angola.
	 
	O subdesenvolvimento que atinge a maior parte dos países africanos devido às condições climáticas desfavoráveis e à violenta colonização.
	
	A luta armada pela libertação das colônias africanas com a ajuda da antiga União Soviética.
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201002393790)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	As identidades africanas são marcadas por uma série de costumes e práticas cotidianas. Uma dessas práticas é a escarificação, ou seja, cortes no rosto, os quais definem:
		
	 
	a identidade étnica.
	
	a nobreza.
	
	a crença.
	
	a escravização.
	
	a ancestralidade.
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201002287729)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	O que representa a Negritude?
		
	
	Representa a ideia de inferioridade da raça negra em relação à raça branca.
	
	Representa um movimento musical que fez sucesso no Brasil.
	
	Representa um movimento literário africano.
	 
	Representa a valorização da raça negra e das culturas africanas, objetivando a fraternidade de todos os africanos espalhados pelo mundo através do processo de diáspora.
	
	Representa um conceito que está associado apenas a aspectos estéticos.
	
	
	 6a Questão (Ref.: 201002287759)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Sobre a população de Angola, podemos afirmar que:
		
	 
	apenas 3% da população é europeia ou mestiça.
	
	é majoritariamente portuguesa.
	
	tem origem portuguesa, francesa e inglesa.
	
	não se constitui de diversidade étnica.
	
	tem origem brasileira, árabe e portuguesa.
	
	
	 7a Questão (Ref.: 201002287765)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	O Movimento dos Novos Intelectuais de Angola (ANANGOLA), que tinha como lema ¿Vamos descobrir Angola¿ foi inspirado em que outro movimento cultural?
		
	 
	No Movimento Modernista brasileiro de 1922.
	
	No Movimento Neorrealista português da segunda metade do século XX.
	
	No Movimento Marxista que ganhou força em Portugal durante a ditadura salazarista.
	
	No Movimento Romântico brasileiro do século XIX.
	
	No Movimento Surrealista francês do século XX.
	
	
	 8a Questão (Ref.: 201002288009)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	Uma das semelhanças estabelecidas entre Cabo Verde e Brasil, pelos poetas cabo-verdianos, e que está presente nos versos "é o seu falar português/que se parece com o nosso", de Jorge Barbosa, representa:
		
	
	uma tentativa de aperfeiçoar o português falado em Cabo Verde.
	
	um desejo do eu lírico de ser brasileiro.
	
	uma imitação dos modelos literários brasileiros.
	 
	uma insubordinação ao dominador português, que impôs sua língua, ao aproximar-se ideologicamente de outro país colonizado.
	
	uma proposta de alteração na língua portuguesa.
	
	
	 9a Questão (Ref.: 201002288100)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	A crônica ¿Escrevências desinventosas¿, que compõe o livro Cronicando (1991), de Mia Couto, tem como proposta estética:
		
	
	reinventar a língua moçambicana a partir de um vocabulário genesíaco e primitivo.
	
	denunciar a imposição da língua portuguesa, o que gerou muita violência.
	 
	reinventar a língua portuguesa que foi imposta como instrumento de colonização, num movimento que se assemelha à Antropofagia de Oswald de Andrade: "devorar para não ser devorado".
	
	retomar o modernismo brasileiro.
	
	mostrar que o povo moçambicano, em sua maioria, é analfabeto.
	
	
	 10a Questão (Ref.: 201002398227)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	Sobre o escritor guineense Vasco Cabral, é correto afirmar que:
		
	 
	Seu texto revela um compromisso maior com as questões políticas de Guiné-Bissau do que com o fazer literário estético.
	
	Era aculturado, motivo pelo qual negou as raízes africanas em sua literatura.
	
	Era um assimilado guerrilheiro, mas sua participação política não se fez representar em sua literatura.
	
	Por ser um escritor pós-colonização, sua literatura não discute questões políticas ou nacionais, preferindo o autor versar sobre temas subjetivos como o amor e a fraternidade.
	
	Seu texto revela um compromisso maior com o fazer literário estético do que com as questões políticas do seu país.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.