A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
avaliando epistemicos

Pré-visualização | Página 1 de 2

�
	
 1a Questão (Ref.: 201503146294)
2a sem.: RACIONALISMO E EMPIRISMO
Pontos: 0,0  / 0,1 
Sobre a corrente filosófica do Racionalismo, são feitas as seguintes afirmações:
I - O conhecimento deriva da experiência sensível.
II - O conhecimento deriva da razão, decorrente de princípios a posteriori.
III - O conhecimento aceita a contribuição dos sentidos, sendo ele a priori.
IV - A razão leva ao conhecimento decorrente de princípios a priori evidentes e irrecusáveis.
São corretas as afirmações:
I e III 
Somente a I 
Somente a III 
II e IV 
Somente a IV 
�
 2a Questão (Ref.: 201503145114)
2a sem.: Racionalismo e Empirismo
Pontos: 0,1  / 0,1 
A Tese da tabula rasa ou da folha em branco, referente a mente humana, pertence a qual corrente filosófica?
Empirismo 
Criticismo de Kant 
Racionalismo 
Materialismo 
Idealismo Alemão 
�
 3a Questão (Ref.: 201503145237)
9a sem.: Marx e o materialismo histórico
Pontos:  / 0,1 
Marx e Engels iniciam o Manifesto Comunista com a afirmação categórica de que toda a história social até o presente foi a história da luta de classes. O conceito que Marx definia como "luta de classes" se referia:
Ao sistema de mobilidade social que propiciaria o surgimento do comunismo.
Às relações antagônicas entre contrários existentes nas relações sociais de produção.
Ao permanente processo de opressão das classes menos favorecidas da população.
Ao modo como as classes sociais disputavam espaços políticos no parlamento.
Ao movimento necessário para que a classe operária ascendesse ao poder político.
�
 4a Questão (Ref.: 201503145118)
4a sem.: Kant e a 'revolução copernicana' do conhecimento
Pontos: 0,1  / 0,1 
A afirmativa "O quadrado é uma figura de 4 lados" refere-se a qual tipo de juízo da visão de Kant?
Juízo Sintético 
A posteriori 
A priori 
Juízo Analítico 
Juízo Sintético a priori 
�
 5a Questão (Ref.: 201503205645)
4a sem.: Kant e a revolução copernicana do conhecimento
Pontos: 0,0  / 0,1 
Como se caracteriza o objeto do conhecimento para Kant?
O objeto do conhecimento constitui os juízos verdadeiros que recebeu as formas e as categorias do sujeito do conhecimento.
O objeto do conhecimento constitui os juízos analíticos que recebeu as formas e as categorias do sujeito do conhecimento.
O objeto do conhecimento constitui os juízos falsos que recebeu as formas e as categorias do sujeito do conhecimento.
O objeto do conhecimento é aquele conteúdo a priori que recebeu as formas e as categorias do sujeito do conhecimento.
O objeto do conhecimento é aquele conteúdo empírico que recebeu as formas e as categorias do sujeito do conhecimento.
	�
	 1a Questão (Ref.: 201503145398)
	6a sem.: Hegel e a Dialética
	Pontos: 0,1  / 0,1 
	Uma doutrina é idealista quando concebe que o sujeito tem um papel mais determinante que o objeto no processo de conhecimento. Em consequência, tudo o que o sujeito conhece com certeza são suas idéias, suas representações do mundo, sua consciência¿ (COTRIM, 2006, p. 171). Hegel foi um dos filósofos a dar sua contribuição ao idealismo e sua obra é considerada ¿a última grande tentativa para fazer do pensamento o refúgio da razão e da liberdade¿. Hegel pensava a realidade como um processo, como movimento, que caracteriza os momentos pelos quais determinada realidade se apresenta. Denomina-se por esse processo:
	
	
	movimento objetivo
	
	sincronia alternada
	
	transformação processual
	
	realidade temporal
	
	movimento dialético
	�
	 2a Questão (Ref.: 201503695460)
	3a sem.: Kant e a ¿revolução copernicana¿ do conhecimento
	Pontos: 0,0  / 0,1 
	De acordo com Kant, o engano dos inatista foi: 
	
	
	Supor que os conteúdos ou a matéria do conhecimento são inatos, quando o que é inato é a estrutura da razão.
	
	Supor que os conteúdos ou a matéria do conhecimento não são inatos e afirmar que a estrutura da razão é inata.
	
	Supor que a razão é uma estrutura a posteriori e que os conteúdos ou a matéria do conhecimento são inatos.
	
	Supor que a razão é inata.
	�
	 3a Questão (Ref.: 201503205767)
	9a sem.: Marx e o Materialismo Histórico
	Pontos: 0,1  / 0,1 
	O sentido negativo do termo ideologia para Karl Marx pode expressar a idéia de que:
	
	
	A ideologia quando mal aplicada pela classe dominante é negativa.
	
	Toda ideologia é uma forma de dominação.
	
	A verdadeira ideologia é a do proletariado.
	
	A ideologia é negativa quando não representa o trabalho. 
	
	Existe uma ideologia positiva e uma ideologia negativa.
	�
	 4a Questão (Ref.: 201503145233)
	8a sem.: Husserl e a fenomenologia
	Pontos: 0,0  / 0,1 
	Segundo Husserl, a Redução Fenomenológica implica em uma mudança radical da "atitude natural" diante do mundo. Isso porque:
	
	
	A "atitude natural" seria a de promover uma expansão e não uma redução dos fenômenos da consciência.
	
	Neste processo precisamos abandonar a simples percepção dos objetos do mundo e adicionarmos a eles todas as crenças, teorias e atitudes ideológicas que dão significado a estes objetos.
	
	Este processo implica em "colocar entre parênteses" atitudes ideológicas, crenças, teorias, e concentrar-se exclusivamente na experiência em foco.
	
	Neste processo precisamos "colocar entre parênteses" tudo o que sabemos acerca das coisas e entendermos que podem ter outros significados ideológicos diversos dos nossos.
	
	A "atitude natural" nos levaria a aceitar tudo o que a percepção enviasse a razão sem questionarmos se o que estamos percebendo é de fato real ou não.
	�
	 5a Questão (Ref.: 201503146297)
	7a sem.: COMTE
	Pontos: 0,0  / 0,1 
	Dentre as características do Positivismo proposto por Auguste Comte, não se pode considerar:
	
	
	A realidade constituída a partir do que o sentido humano percebe. 
	
	A vida humana é compreendida na interação social 
	
	A ciência deve se ocupar dos fatos e se livrar dos valores. 
	
	A sociedade é regulada por leis naturais. 
	
	A verificabilidade é tida como critério de verdade.
	�
 1a Questão (Ref.: 201503205720)
4a sem.: Kant e a 'revolução copernicana' do conhecimento
Pontos: 0,0  / 0,1 
Kant formula o conceito de Filosofia Transcendental na Crítica da Razão Pura. O que significa tal conceito?
Uma investigação que em geral, expressa a idéia de que cada consciência é sempre consciência transcendental.
Uma investigação que em geral, expressa a idéia de que cada consciência é sempre consciência de seu tempo.
Uma investigação que em geral, se ocupa não tanto com objetos, mas com o nosso modo de conhecimento de objetos.
Uma investigação que em geral, se ocupa não tanto com modo de conhecimento dos objetos, mas com os objetos.
Uma investigação que em geral, resulta na compreensão das faculdades da sensibilidade (categorias da experiência) e do entendimento (das formas puras da razão)
�
 2a Questão (Ref.: 201503204618)
4a sem.: Comte
Pontos: 0,1  / 0,1 
Identifique, entre os teóricos abaixo, o que defende a idéia que não bastariam mudanças políticas e econômicas para que houvesse uma reestruturação plena da sociedade, seria necessária uma mudança nos parâmetros intelectuais dos homens.
Comte 
Popper 
Kant 
Bachelard
Hegel 
�
 3a Questão (Ref.: 201503204634)
5a sem.: fenomenologia
Pontos: 0,0  / 0,1 
Identifique a abordagem psicoterápica na qual o psicólogo buscaria entender o significado próprio dos objetos psíquicos de cada paciente, pois o que importa é como as coisas são para aquela pessoa em particular.
terapia analítica
Bioenergética