Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Roteiro Técnico - Videoclipe

Pré-visualização | Página 1 de 1

Roteiro Técnico: Pretatitude - MaBoo
	IMAGEM
CENA 1:INT/GALPÃO/DIA
Instrumental: Maboo e Bonobo Produções apresenta: Pretatitude
P1: PA 5 pessoas em um galpão, organizadas em V, com grafite e algumas plantas compondo o cenário.
Todas fazendo a mesma saudação:
P2: PP frontal de Nanã, 
P3: PP lateral de Oxumaré
P4: PP frontal de Iansã
P5: PP lateral Oxum
P6: PP frontal Iemanjá
CENA 2:INT/GALPÃO-FESTA/NOITE
P7: PA MaBoo iluminada, cantando no centro palco, com os integrantes da sua banda
P8: P.AMERICANO pessoas dançando, com pinturas neon e roupas coloridas.
P9: PD Iluminação suspensa de lâmpadas incandescentes. 
CENA 3:EXT/FLORESTA/DIA
P10: PM Luana (tranças compridas) brincando com o cabelo e atrás um fundo de raízes de árvores.
P11: PD mão no cabelo.
CENA 4:INT/ESTÚDIO/DIA
fundo Amarelo, maquiagens artísticas coloridas e lúdicas.
P12: PP frontal: Mulher 1: interagindo com a câmera, piscando.
P13: PP frontal Homem: passando batom
p14: PP frontal mulher 3 desfilando entre o plano
P15: PP frontal: mulher 4 encara a câmera, séria mas divertida.
CENA 5:INT/GALPÃO-FESTA/NOITE
P16 PD lateral Braços batendo no tambor, com um pó colorido sobre, vibrando através do batuque.
P17: PD: pó subindo em câmera lenta
P18: PD plongée - mãos batendo o tambor, sujas de pó colorido
P19: PD frontal – batuque do tambor e pó colorido
CENA 6:EXT/FLORESTA/DIA
P20: PA Mulher no meio da mata aberta, com roupas leves e claras caminhando em direção à câmera, manuseando dois bastões de fumaça colorida.
P21: PD CÂMERA LENTA da fumaça no ar.
CENA 7:INT/GALPÃO-FESTA/NOITE 
P22: PA Maboo cantando e dançando no palco da festa.
P23 PG pessoas da festa dançando, pintadas de neon, decoração.
P24: PD maquiagem de alguém
P25: PA Pessoas Dançando
P26: PM Mãe dançando com bebê
CENA 8:INT/ESTÚDIO/DIA
fundo Vermelho. maquiagens lúdicas
P27 PM: M1, Andando em direção a câmera.
P28: PD Boca M2, lendo “rosa palmeirão, leci Brandão”
P29: PD Orelha de M3: brincos, piercing
P30: PD Nariz de Homem
P31: PD BOCA m1: Lendo “petronilha”
CENA 9:INT/GALPÃO-FESTA/NOITE
P32: PM MaBoo no palco da festa, agitando o público
P33: PA apenas dos PUNHOS CERRADOS PRA CIMA, e teto alto.
INT/GALPÃO-FESTA/NOITE
P34: PA MaBoo e Flávia dançando em uma roda cercada de pessoas
P35: PD tambores tocando. 
P36: PM rostos de Minas cantando
P37: PM grafite e plantas
P38: PA Maboo e Flávia dançando
P39 PD: luzes suspensas
P40: PM frontal Monas e Travas dançando.
P41: PG Festa, ambiente e pessoas.
P42: PP frontal MaBoo no microfone da festa fala: “jamais seremos silenciadas”
	MIN.
	SOM
Instrumental
Epahy Oyá, Iemanjá Adociá
Eu vim da lama igual Nanã
Nas àguas doces vou me banhar
Ontem choro, hoje ouro Oxum
Figa de Guiné, Pelorinho Olodum
Capoeira, que é bom faz zum zum
Pioneiras, mulheres de Bantu
Prazer, MaBoo Legado de Dandara
Vim pra vencer e nada me para
Em tempos modernos
Quilombo é quebrada
E as pretatitude batalha de espada
Mãe Gaia corta as maldades
Criadas ditas de sob pequenos
Racistas, pois somos mentes
Blindadas raízes encrespadas
Empoderadas rainhas.
REFRÃO:
Ela cresceu, virou mulher
Sabe o que quer e se assume
Se ela decide ela insiste
Não há quem segure
Presença, beleza, cabeça
Inteligênte, virtudes
Pretatitude, pretatitude
Ela cresceu, virou mulher
Sabe o que quer e se assume
Se ela decide ela insiste
Não há quem segure
Presença, beleza, cabeça
Inteligênte, virtudes
Pretatitude, pretatitude
Ela é sol ela chuva ela é correria
Ativista guerreira, tomba, mas não cai
Seu coração pura essência traz poesia
Magia de seus ancestrais.
O Santo dela é forte
Não abuse da sorte
Odeia machismo rapaz
Luta na Guerra pra trazer paz
Para seu filho ela é mãe ela é pai
Oyá
Se ela quer ela faz
Semente de Xica, Anástacia e Nzinga
Rosa Palmeirão, Leci Brandão
Eulina, Sharylene, Nega Giza
Dona Jacira, Elisa Lucinda 
Elza Soares, Eliane Dias
Djamila, Carolina 
Petronilha luz que nos inspira 
Hey mana, não se sinta sozinha
Resistência, entenda perceba
Sororiza nossa dor é a mesma
E quando unidas, a força é imensa
Preta na pele
ou preta na alma
Bate o tambor 
que elas roda de saia
O sistema não aceita
A gente enfrenta
Respeita as Mina, as Mona e as Trava
(3x)
Jamais seremos silenciadas