Apostila_QGIS_INCRA_5a_versao
155 pág.

Apostila_QGIS_INCRA_5a_versao


DisciplinaQuantum Gis5 materiais121 seguidores
Pré-visualização23 páginas
para que a janela do georreferenciador seja mostrada 
junto com a a janela de mapa do QGIS. Clique em OK.
Após a configuração do georreferenciador vamos conhecer as ferramentas de 
visualização e de edição que funcionam dentro do complemento. A exemplo da janela do 
QGIS, existem as mesmas ferramentas de Visualização 
(mover, aproximar, afastar, ver a camada, última visualização, próxima visualização).
Já as ferramentas de Edição servem para, adicionar um ponto de 
controle , excluir um ponto de controle e mover um ponto de controle 
Conhecidas e configuradas as principais ferramentas vamos agora iniciar o 
64 Material elaborado por: Alexandre Barberi, Hélder Gramacho dos Santos, Israel Ely de Almeida Oliveira e Marília Ferreira Gomes 
Ministério do Desenvolvimento Agrário
Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária
Diretoria de Obtenção de Terras e Implantação de Projetos de Assentamentos
georreferenciamento. Utilize as ferramentas de visualização para identificar o primeiro 
ponto de controle, clique em \u201cAdicionar ponto\u201d e clique sobre a imagem em 
um ponto conhecido. Surge uma janela para entrar manualmente com as coordenadas 
ou para que as coordenadas sejam obtidas a partir do mapa na tela. Clique em \u201cA partir 
do mapa na tela\u201d e você será direcionado para a janela do mapa do QGIS. 
Na janela do mapa clique no ponto coincidente ao ponto de controle escolhido. No 
nosso caso estamos utilizando o perímetro do imóvel para georreferenciar a 
imagem, mas poderíamos também utilizar uma imagem já georreferenciada para 
corrigir a imagem.
Após clicar a janela \u201cEntre as coordenadas do mapa\u201d retorna, com os valores de x 
e y preenchidos. Clique em OK.
Repita o mesmo procedimento, escolhendo, no mínimo, 4 pontos de controle. 
Note que na \u201cTabela GCP\u201d são exibidas todas as informações sobre os pontos de 
controle coletados: posição i,j do pixel, as coordendas x,y. Observe que mesmo tendo 
escolhido os pontos, o erro do georreferenciamento não é mostrado. Isso ocorre porque 
não escolhemos as configurações de transformação, que só ficam habilitadas após 
marcarmos ao menos 4 pontos de controle.
Então clique em Opções > Configurações de transformação. Ou clique no ícone 
. 
Escolha como \u201cTipo de Transformação\u201d > Polinomial 1, \u201cMétodo de 
amostragem\u201d > Vizinho mais próximo, escolha a mesma pasta de destino para o novo 
arquivo raster e dê o mesmo nome para o arquivo, acrescentando UTM22sirgas no final 
do nome, para que você saiba que se trata de um arquivo georreferenciado. A extensão 
do arquivo será geotif. Escolha o SRC de destino como SIRGAS/UTM22. Habilite a opção 
\u201cUse 0 para transparência quando necessário\u201d para que ao realizar a correção 
geométrica da imagem não restem bordas pretas. E habilite \u201cCarregar no QGIS quando 
concluído\u201d para que a imagem seja automaticamente carregada após sua correção.
Material elaborado por: Alexandre Barberi, Hélder Gramacho dos Santos, Israel Ely de Almeida Oliveira e Marília Ferreira Gomes 65
Ministério do Desenvolvimento Agrário
Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária
Diretoria de Obtenção de Terras e Implantação de Projetos de Assentamentos
Observe que agora os resíduos aparecem na tabela. Existe a possibilidade de ligar 
e desligar um ponto. Observe que o resíduo de cada ponto é alterado quando se liga ou 
desliga um ponto.
Você pode utilizar as ferramentas de excluir ponto e mover ponto . 
Para utilizá-las basta clicar na ferramenta e em seguida clicar sobre o ponto que deseja 
excluir ou mover. 
66 Material elaborado por: Alexandre Barberi, Hélder Gramacho dos Santos, Israel Ely de Almeida Oliveira e Marília Ferreira Gomes 
Ministério do Desenvolvimento Agrário
Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária
Diretoria de Obtenção de Terras e Implantação de Projetos de Assentamentos
Observe que no canto inferior direito é apresentado o erro médio do 
georreferenciamento. No nosso caso configuramos em pixels, logo como o tamanho do 
pixel da imagem LISS-3 é de 24m, e o erro médio é de 0,67 pixel, então no exemplo 
acima, o erro gira em torno de 16 metros, ou seja, inferior a 1 pixel.
Após concluir a escolha dos pontos de controle, clique em Arquivo > Salvar 
pontos GCP como... ou clique no ícone , para salvar os pontos de controle. 
É importante salvá-los, pois caso aconteça qualquer problema ou necessidade de 
alguma correção você possui esses pontos armazenados e pode carregá-los 
novamente sobre a mesma imagem ou imagens com as mesmas características (ex: 
imagens de satélite do mesmo sensor e órbita ponto mas de passagem diferente).
Após salvar os pontos e estar satisfeito com a precisão da correção vamos concluir 
o georreferenciamento. Então clique em Arquivo > Iniciar o georreferenciamento ou 
clique no ícone . E a imagem corrigida geometricamente é gerada e 
automaticamente carregada na janela do QGIS.
Agora vá até as propriedades da imagem e escolha a composição colorida e ajuste 
o contraste, deixando-a como mostra a figura abaixo.
Material elaborado por: Alexandre Barberi, Hélder Gramacho dos Santos, Israel Ely de Almeida Oliveira e Marília Ferreira Gomes 67
Ministério do Desenvolvimento Agrário
Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária
Diretoria de Obtenção de Terras e Implantação de Projetos de Assentamentos
4.2.4 - UTILIZANDO A FERRAMENTA OPENLAYERS
O complemento OpenLayers (Sourcepole & Luiz Motta) permite a visualização das 
imagens do Google Earth e de outros servidores de imagem (Bing, Yahoo) dentro da 
janela do Quantum Gis. Para utilizá-lo certifique-se que está ativado o \u201cHabilita 
transformação SRC on the fly\u201d nas propriedades do projeto e que a internet está 
funcionando. 
Clique em Complementos > Open Layers Plugin > Add Google Satelite Layer
E simples assim as imagens do Google Earth são transferidas para a janela de 
mapa do QGis!
68 Material elaborado por: Alexandre Barberi, Hélder Gramacho dos Santos, Israel Ely de Almeida Oliveira e Marília Ferreira Gomes 
Ministério do Desenvolvimento Agrário
Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária
Diretoria de Obtenção de Terras e Implantação de Projetos de Assentamentos
Também existe uma Vista Geral que pode ser ativada para realizar algumas 
operações. Para ativá-la clique com o botão direito do mouse sobre a barra de 
ferramentas e ative a janela ou clique em Complementos > OpenLayers plugin > 
Openlayers Overview. Surgirá uma janela idêntica à encontrada na figura acima, no lado 
inferior esquerdo. 
Nela é possível alterar os tipos de dados exibidos, podendo exibir apenas as 
imagens de satélite, apenas os mapas, ou a união deles (híbrido) , adicionar a 
imagem ao painel de camadas , copiar a imagem , salvar um retângulo em 
kml da área observada e atualizar a janela .
Uma observação quanto à ferramenta copiar imagem é que a imagem resultante 
possui resolução bastante pequena.
Note que ao utilizar a ferramenta Openlayers o SRC será automaticamente 
modificado para Google Mercartor. Para voltar ao SRC original do seu projeto, altere-o 
nas Propriedades do Projeto.
É possível utilizar a ferramenta de zoom e obter a mesma imagem que você tem ao 
utilizar o Google Earth. Devemos lembrar que esses dados não devem ser utilizados 
para produção de mapas de uso do solo, devido às limitações de correção 
geométrica e à data das imagens, podendo ser mais de 10 anos anterior à data do 
levantamento em campo. No exemplo acima, a imagem é do ano de 2006.
Material elaborado por: Alexandre Barberi, Hélder Gramacho dos Santos, Israel Ely de Almeida Oliveira e Marília Ferreira Gomes 69
Ministério do Desenvolvimento Agrário
Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária
Diretoria de Obtenção de Terras e Implantação
Adolfo Tomaz Holanda
Adolfo Tomaz Holanda fez um comentário
Onde faço o download?
0 aprovações
Carregar mais