AULA DE NOÇÕES BÁSICAS EM CONTABILIDADE BÁSICA
179 pág.

AULA DE NOÇÕES BÁSICAS EM CONTABILIDADE BÁSICA


DisciplinaContabilidade Básica23.345 materiais508.273 seguidores
Pré-visualização45 páginas
\u2013 Total dos débitos estornados no ano de 1990, em função de erros de escrituração: $ 400 
 \u2013 Créditos correspondentes a Descontos Financeiros concedidos, em 1990, por recebimento antecipado 
de Duplicatas vinculadas a revendas de mercadorias: $ 1.200 
 
Como todos os demais débitos feitos no ano de 1990 na questionada conta corresponderam a duplica-
tas emitidas contra Clientes, o montante das Vendas a Prazo naquele ano foi de: 
 
a. 79.050 d. 80.250 
b. 77.850 e. 79.850 
c. 79.450 
 
015. (AFTN-ESAF/1994) O saldo, em 01-06-93, da conta Duplicatas a Receber era de 45. No mês de junho 
ocorreram os seguintes fatos: 
 
 
! 
 
 \u2013 Vendas a prazo 190 
 \u2013 Vendas a vista 240 
 \u2013 Recebimento duplicatas 30 
 \u2013 Desconto de duplicatas no Banco Segurança 110 
 \u2013 Recebimento duplicatas pelo Banco Segurança 90 
 
 Considerando que o Banco devolveu, sem cobrar, duplicatas descontadas no valor de 20, podemos afir-
mar que o saldo da conta Duplicatas a Receber, em 30 de junho do ano 3, era de: 
 
 a. 95 d. 115 
 b. 235 e. 355 
 c. 135 
 
016. (AFTN-ESAF/1994) A empresa Delta devia a empresa Gama duplicatas no valor de 100. Para liquidar a 
divide, devolveu a mercadoria comprada, acrescendo 6% de juros a serem pagos em 60 dias. O registro, 
de forma simplifica na contabilidade de Gama e: 
 
 a. Mercadorias 
 
 a Diversos 
 a Duplicatas a pagar 100 
 a Juros a Pagar 6 
 
 b. Diversos 
 a Mercadorias 
 Duplicatas a Pagar 100 
 Juros a Pagar 6 
 
 
 c. Diversos 
 a Mercadorias 
 Duplicatas a Receber 100 
 Juros a Receber 6 
 
 d. Mercadorias 
 a Diversos 
 a Duplicatas a Receber 100 
 a Juros a Receber 6 
 
 e. Diversos 
 a Diversos 
 Mercadoria 100 
 Juros a Receber 6 
 a Duplicatas a Receber 100 
 a Juros Ativos 6 
 
017. (AFTN-ESAF-1994) A Cia. Comercial Linda, cujo período-base coincide com o ano-calendário, contratou 
em 1o de setembro do ano 3, um empréstimo bancário com vencimento pare 31 de agosto do ano 4, pa-
gando, antecipadamente, naquela data, 720 de correção monetária prefixada (60 por mês). 
 
 O Balanço Patrimonial de 31 de dezembro do ano 3, em decorrência dessa operação financeira apresen-
tou: 
 
 a. Um acréscimo no disponível de 240 
 b. Um valor realizável a curto 240 
 
! 
 
 c. Uma realização a longo 720 
 d. Uma despesa do exercício de 480 
 e. Um passivo circulante de 480 
 
 
 
 
 
8.1 FOLHA DE PAGAMENTO \u2013 CONCEITOS E ELEMENTOS 
 
8.1.1 Conceito de Folha de Pagamento 
 
 Documento elaborado pela empresa, no qual se relaciona, além dos nomes dos empregados, o montante 
das remunerações, dos descontos ou abatimentos e o valor líquido a que faz jus cada um dos empregados. 
 
8.1.2 Elementos da Folha de Pagamento 
 
 Por mais simples que seja a Folha de Pagamento, ela apresentará, pelo menos, os seguintes elemen-
tos: 
 
 \u2013 Valor Bruto da remuneração (salário e demais vantagens) 
 \u2013 Deduções do valor bruto da remuneração (descontos e contribuições) 
 \u2013 Valor líquido que os empregados terão direito de receber 
 
8.2 CONTABILIZAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO 
 
8.2.1 Regime de Competência 
 
 No último dia do mês, quando é elaborada a Folha de Pagamento, são efetuados os lançamentos contá-
beis: 
 
 \u2013 Das despesas com salários 
 \u2013 Dos encargos sociais incidentes sobre a Folha de Pagamento, quais sejam, a Contribuição de Previ-
dência Social e o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). 
 
8.2.2 Quitação da Folha de Pagamentos e dos Encargos Sociais 
 
 No mês seguinte, são efetuados os lançamentos contábeis da liquidação da Folha, correspondente ao 
valor líquido pago aos empregados, bem como do recolhimento da Contribuição de Previdência Social, FGTS, 
IR e outros recolhimentos. 
 
8.3 EVENTOS DA FOLHA DE PAGAMENTO 
 
8.3.1 Rendimentos ou Vantagens 
 
 Os rendimentos ou vantagens mensais de um empregado podem ser compostos de salário fixo, comis-
sões, horas-extras, trabalho noturno, adicional de insalubridade, adicional de periculosidade, salário-
maternidade (no caso de gestantes), salário família, ajuda de custo, descanso semanal remunerado, férias, 13o 
salário, etc. 
 
8.3.2 Descontos ou Abatimentos 
 
 Contribuição Previdenciária, faltas e atrasos, contribuição sindical, contribuição confederativa, alimenta-
ção, vale-transporte, pensão alimentícia, Imposto de Renda Retido na Fonte, adiantamentos de salários* 
 
 
! 
 
* Valores que a empresa antecipou aos funcionários, a título de salários, para posterior desconto em folha de pagamento. 
 
 
8.4 PARCELAS RECUPERÁVEIS 
 
8.4.1 Salário-Família 
 
 Valor pago ao funcionário que tenha filhos menores de 14 anos. A referida parcela é descontada na 
GRPS - Guia de Recolhimento da Previdência Social. 
 
 
8.5 ENCARGOS COMPLEMENTARES DA FOLHA DE PAGAMENTO 
 
8.5.1 Provisão para Férias 
 
 Segundo o regime de Competência, as férias transcorridas e ainda não gozadas devem ser provisiona-
das, de modo a se incluir o referido valor como custo ou despesa no período a que competir. 
 
 O valor da provisão deve ser determinado com base na remuneração mensal do empregado e no nú-
mero de dias de férias a que já tiver direito. 
 
 
8.5.2 Provisão para 13o Salário 
 
 Para que os custos ou despesas mensais sejam os mais reais possíveis, as empresas deverão constitu-
ir a provisão mensal do 13º salário, que é constituída na base de 1/12 do valor bruto da Folha de Pagamento. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
! 
 
 
 
 
 
 
 
001. Os dados a seguir, expressos em $ 1,00, são relativos à folha de pagamento de pessoal do mês de ju-
nho/ano 2: 
 
 1. Vantagens (+) 
 Despesas de Salário 800.000 
 Salário Família 80.000 880.000 
 
 2. Descontos Efetuados (-) 
 INSS 86.000 
 Mensalidades do Sindicato 6.000 
 Imposto de Renda Retido na Fonte 16.000 
 Seguro de Vida 2.000 
 Adiantamento Salarial 340.000 450.000 
 
 3. Líquido a Pagar aos Funcionários (=) 
 430.000 
 
 4. Guia do FGTS incidente sobre a folha de junho/ano 2. 68.800 
 
 5. Dados da guia de INSS da folha de junho/ano 2: 
 
 a. Valor Bruto (+) 
 Contribuição da Empresa 194.000 
 Contribuição dos Funcionários 86.000 
 280.000 280.000 
 b. Descontos Efetuados (-) 
 Salário-Família 80.000 80.000 
 
 c. Líquido a Pagar ao INSS (=) 200.000 
 
 
 Sabe-se que: 
 
 a. referida folha de pagamento de salário do pessoal tem a seguinte composição: 60% corresponde à 
área administrativa e 40% diz respeito à área de vendas 
 
 b. a empresa concedeu, durante o mês, adiantamento salarial no valor de $ 340.000, a ser desconta-
do na folha de pagamento do mês. 
 
 Pede-se, efetuar a contabilização no Diário e no Razão: 
 
 1. da folha de pagamento de salários em 30 de junho do ano 2 
 
 2. do pagamento, mediante crédito em conta bancária, da referida folha, ocorrido em 2 de julho do ano 2, 
sendo de $ 1.000.000 o saldo anterior da conta Bancos Conta Movimento. 
 
 
 
 
 
! 
 
 
 
 
001. Assinale a alternativa que corresponde ao enunciado: \u201cDocumento elaborado pela empresa, no qual se 
relaciona além dos nomes dos empregados, o montante das remunerações, dos descontos ou abatimen-
tos e o valor líquido a que faz jus cada um dos empregados.\u201d 
 
 a. Balancete de Verificação 
 b. Borderô de duplicatas 
 c. Ficha de Controle de Estoque 
 d. Folha de Pagamento 
 
002. Representam elementos da Folha de Pagamento. 
 
 I. Valor Bruto da remuneração 
 II. Deduções do valor bruto da remuneração 
 III. Valor líquido que os empregados terão direito a receber 
 
 Assinale a alternativa que responde as afirmativas: 
 
 a. Apenas as