Fundamentos de Adm_Aula 3 - KS_2013-2
22 pág.

Fundamentos de Adm_Aula 3 - KS_2013-2


DisciplinaIntrodução à Administração29.967 materiais748.110 seguidores
Pré-visualização1 página
Escola de Negócios 
FUNDAMENTOS DE 
ADMINISTRAÇÃO 
Professora Kátia Soares 
Profª Kátia Soares 1 
Escola de Negócios 
Mudança é 
bom ou 
ruim? 
 
Globalização e mudanças 
Profª Kátia Soares 2 
Você tem 
medo da 
mudança? 
Escola de Negócios 
\u201cEstamos viajando por um território desconhecido, onde os velhos 
mapas e bússolas são inadequados e possivelmente perigosos\u201d. 
Peter Drucker 
 
\u201cO princípio da insanidade é fazer as 
coisas sempre da mesma maneira e 
esperar obter resultados diferentes\u201d. 
 
Profª Kátia Soares 3 
\u201cSaber quais são as megatendências e 
acompanhá-las de perto é hoje um 
requisito essencial a todos aqueles que 
buscam excelência de resultados e não 
somente sobrevivência\u201d. 
 
Escola de Negócios 
O ambiente em constante mudança 
- O mundo sempre esteve em mudança; 
 - A mudança é a única coisa constante no mundo; 
- Resistir às mudanças é uma atitude freqüente; 
- Cooperar com as mudanças ou ser agente de mudanças é o mais 
sensato a se fazer. 
- A mudança faz parte da vida das organizações; 
Profª Kátia Soares 4 
Escola de Negócios 
Fatores provocadores ou 
facilitadores das mudanças 
Economia 
Tecnologia 
Comportamento 
dos usuários 
Legislação 
Inovações 
Profª Kátia Soares 5 
Escola de Negócios 
Exemplos de mudanças 
Mudanças no Papel dos Chefes. 
Competitividade \u2013 eficiência x competitividade. 
Interdependência \u2013 a economia globalizada. 
Administração informatizada \u2013 a tecnologia da informação. 
Profª Kátia Soares 6 
Escola de Negócios 
Exemplos de mudanças 
Foco no cliente \u2013 ponto principal da empresa. 
Preocupação com o Meio ambiente. 
Qualidade de vida \u2013 administração de recursos humanos. 
Terceiro Setor \u2013 a sociedade organiza-se para cuidar de si própria. 
Consolidam-se as ONGs. 
Profª Kátia Soares 7 
Escola de Negócios 
Características da globalização 
Rompimento das barreiras entre países. 
 
Permite e facilita o tráfego de mercadorias, serviços, tecnologias e 
cultura entre os países. 
 
Mercados mais exigentes. 
Maior diversidade de produtos e serviços. 
 
Margens de lucros mais apertadas. 
Menor espaço para erros. 
Busca de diferencial competitivo. 
Competição cada vez mais acirrada 
Profª Kátia Soares 8 
Escola de Negócios 
Competição 
A globalização aumenta a competição entre as 
organizações e surgem oportunidades e 
ameaças. 
 
Profª Kátia Soares 9 
Escola de Negócios 
Características do consumidor 
- Aumento do poder de compra. 
- Maior variedade de bens e serviços. 
- Muita informação sobre tudo. 
- Facilidade para fazer e receber pedidos. 
- Facilidade de comparação. 
- Usam o dinheiro de forma mais inteligente. 
 
Profª Kátia Soares 10 
- Valorizam o bom atendimento. 
- Tem cada vez menos tempo para comprar. 
- São cada vez mais sensíveis ao preço. 
- O cliente não quer se sentir mais um. 
- Os clientes querem encontrar o que desejam e ser bem atendidos 
Escola de Negócios 
Clientes 
Profissionais de 
Linha-de-Frente 
Gerência de 
Nível Médio 
 
 
Alta 
Administração 
Transformações 
no mundo 
Transformações 
no brasil 
Transformações nas 
empresas 
Transformações 
colaboradores 
Profª Kátia Soares 11 
Escola de Negócios 
Clientes 
Pessoal de linha-de-frente 
Gerência de nível 
médio 
 
 Alta 
Adm 
Profª Kátia Soares 12 
Escola de Negócios 
Profª Kátia Soares 13 
Escola de Negócios 
Tecnologias da informação 
TI é o conjunto de hardware, software e 
recursos humanos habilitados, que 
viabilizem o funcionamento correto dos 
sistemas de informação, cujo papel 
significativo não se limita ao simples 
gerenciamento de uma organização, 
mas também como uma importante 
ferramenta de apoio à decisão, 
funcionando como uma plataforma 
estratégica. 
 
. 
Profª Kátia Soares 14 
A tecnologia é uma importante variável para a gestão empresarial 
Escola de Negócios 
Tecnologias da informação 
\u201cA primeira regra de qualquer tecnologia utilizada nos negócios é 
que a automação aplicada a uma operação eficiente aumentará a 
eficiência. A segunda é que a automação aplicada a uma 
operação ineficiente aumentará a ineficiência\u201d. 
\u201cAs tecnologias de informação e de negócios estão se tornando 
inevitavelmente uma coisa só. Não creio que alguém possa falar 
sobre um sem falar sobre o outro\u201d 
 Bill Gates 
 
Profª Kátia Soares 15 
Escola de Negócios 
Tecnologia não são FINS! 
 
Não funcionam por si só, 
dependem da informação que recebem, 
dependem da infraestrutura, 
dependem do meio ambiente onde estão instaladas 
e dependem da utilidade da informação que processam. 
Profª Kátia Soares 16 
Tecnologia são MEIOS? 
Escola de Negócios 
Empreendedor social 
É uma pessoa visionária, criativa, 
prática e pragmática, que sabe como 
ultrapassar obstáculos para gerar 
mudanças sociais significativas e 
sistêmicas. Deve ter uma proposta 
verdadeiramente inovadora, com 
resultados de impacto social positivo 
na região onde atua e necessita de 
estratégias concretas para 
disseminação dessa ideia, nacional 
e/ou internacionalmente. 
Profª Kátia Soares 17 
Escola de Negócios 
Assistencialismo não é empreendedorismo 
FILANTROPIA é a ação continuada de 
doar dinheiro ou outros bens a favor 
de instituições ou pessoas que 
desenvolvam atividades de grande 
mérito social. 
A filantropia é uma simples doação, 
não busca retorno algum, apenas o 
conforto pessoal e moral de quem a 
pratica. 
Profª Kátia Soares 18 
Escola de Negócios 
A RESPONSABILIDADE SOCIAL é uma \u201cação 
transformadora... uma ação estratégica da 
empresa que busca retorno econômico 
social, institucional, tributário-fiscal, 
abrangendo relações da empresa com 
seus funcionários, clientes, fornecedores, 
acionistas, concorrentes, meio ambiente e 
organizações públicas e estatais. 
Profª Kátia Soares 19 
Assistencialismo não é empreendedorismo 
Escola de Negócios 
Terceiro setor 
O termo \u201cterceiro setor\u201d passou a ser utilizado nos anos 90 para 
designar as organizações da sociedade civil, sem fins lucrativos, 
criadas e mantidas com ênfase na participação voluntária e com 
objetivo de gerar serviços de caráter público. 
Profª Kátia Soares 20 
Escola de Negócios 
Organização não governamental com a missão de 
mobilizar, sensibilizar e ajudar as empresas a gerir seus 
negócios de forma socialmente responsável. 
 
Profª Kátia Soares 21 
Escola de Negócios 
Responsabilidade social empresarial 
Forma de gestão que se define pela relação ética e transparente 
da empresa com todos os públicos com os quais ela se relaciona; 
e o estabelecimento de metas empresariais que impulsionam o 
desenvolvimento sustentável da sociedade, preservando recursos 
ambientais e culturais para as gerações futuras e respeitando a 
diversidade e promovendo a redução das desigualdades sociais. 
Profª Kátia Soares 22