A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
HISTORIOGRAFIA BRASILEIRA   EXERCÍCIO DA AULA 07

Pré-visualização | Página 1 de 2

HISTORIOGRAFIA BRASILEIRA 
 
Lupa 
 
 
 
 
 
 1a Questão (Ref.: 201512202501) Fórum de Dúvidas (1 de 3) Saiba (1) 
 
A Escola dos Annales muito contribuiu, ao longo dp século XX, para a pesquisa historiográfica. Apesar de muitos 
a designarem como uma ¿escola¿, os Annales, desde a sua fundação, passaram por diversas mudanças que 
obrigaram aqueles historiadores a repensar seus objetos e métodos. No entanto, apesar das diferenças entre as 
gerações, alguns elementos parecem dar uma unidade ao movimento. São eles: 
 
 
A história problema e a matematização. 
 
As análises centradas nas trajetórias individuais e nos eventos. 
 
O diálogo interdisciplinar e a percepção do social como redes. 
 
A nova concepção de tempo histórico e a história econômica. 
 A história-problema e o diálogo interdisciplinar. 
 
 2a Questão (Ref.: 201512204324) Fórum de Dúvidas (1 de 3) Saiba (1) 
 
(Enade 2008 - adaptada) O nascimento dos Annales marca profundamente a reflexão dos historiadores tanto 
acerca da sua área de estudos como acerca do seu trabalho. O programa intelectual de que a revista é porta-
voz surge, assim, novo, agressivo. Organiza-se em torno de uma proposta central: a urgência em fazer sair a 
História do seu isolamento disciplinar, a necessidade de que esteja aberta às interrogações e aos métodos das 
outras ciências sociais. (REVEL, Jacques. A invenção da sociedade. Lisboa: Difel, 1990. p. 17-18) Conforme o 
trecho acima, a proposta de renovação historiográfica dos fundadores dos Annales opunha-se a um fazer 
historiográfico que encerrava a história num campo limitado de atuação, identificado à chamada escola 
metódica. Pode-se afirmar que essa oposição, naquele momento, apresentou as características a seguir: 
 
 
Valorização dos eventos de natureza política, por serem fundamentais para explicar os 
processos históricos por si mesmos. 
 
Desenvolvimento de um novo programa de pesquisa, baseado na micro-história, em oposição 
à história política tradicional. 
 
Rejeição aos métodos de pesquisa empírica e ao uso maciço dos documentos, vistos como 
procedimentos anacrônicos. 
 
Negação dos pressupostos científicos e objetivos da história e valorização da história-
narrativa. 
 Defesa da interdisciplinaridade como forma de dotar a história de instrumentos mais eficazes 
para a análise dos complexos processos sociais. 
 
 3a Questão (Ref.: 201512204070) Fórum de Dúvidas (2 de 3) Saiba (1 de 1) 
 
Sobre a influência da Escola dos Annales na historiografia brasileira, podemos afirmar: 
 
 
A historiografia dos Annales pouco influenciou a produção hsitoriográfica brasileira, em especial porque 
os Annales centravam-se na compreensão da realidade francesa, que pouco contribuía para o 
entendimento da história do Brasil. 
 
A influência dos Annales na historiografia brasileira é um fenômeno bastante recente, que pode ser 
datado das últimas duas décadas, quando estreitou-se o diálogo entre Brasil e França. 
 
A influência dos Annales, bem como da historiografia francesa, é algo superestimado por alguns 
historiadores, embora estudos recentes tenham mostrado a necessidade de matizar essa relação entre a 
historiografia brasileira e a francesa. 
 
A influência dos Annales no Brasil se deu logo a partir da fundação da sua revista, em 1929, e foi algo 
muito inovador, pois até então o Brasil seguia o modelo historiográfico anglo-saxão. 
 A influência dos Annales associou-se a uma série de mudanças que ocorriam na sociedade brasileira dos 
anos 1930, mudanças essas que abriram caminho para a emergência de novos atores sociais. 
 
 
 
 
 
 
 4a Questão (Ref.: 201512204329) Fórum de Dúvidas (3) Saiba (1) 
 
As afirmativas abaixo correspondem a elementos estruturantes da pesquisa histórica, especialmente após a 
Escola dos Annales, EXCETO: 
 
 A percepção da história como próxima à ficção. 
 
A diversidade de temas e abordagens de interesse dos historiadores. 
 
O diálogo com outras Ciências Sociais. 
 
A pesquisa com fontes de diversos tipos. 
 
A construção de um problema de pesquisa. 
 
 5a Questão (Ref.: 201512077890) Fórum de Dúvidas (1 de 3) Saiba (1) 
 
A partir da década de 1930, podemos verificar uma crescente influência da historiografia francesa no Brasil. 
Essa presença está relacionada à Escola dos Annales e suas propostas para uma nova atitude do historiador no 
estudo do passado. Entre as influências dessa escola podemos destacar, EXCETO: 
 
 
o conhecimento histórico se tornou dinâmico, por causa da aproximação em relação às demais ciências 
sociais, tais como a antropologia e a sociologia. 
 a escola dos Annales foi marcada pela tentativa de afirmar a visão positivista da história, como crônica 
de acontecimentos, com o propósito de tornar compreensível as dimensões do passado por meio do 
estudo das mentalidades. 
 
o fazer história como ciência desafiou a constituição de produzir um entendimento sobre os sujeitos 
históricos em suas diversas manifestações. 
 
a emergência de novos atores sociais, como no Brasil após 1930, tornou indispensável se lançar na 
procura dos modelos teóricos que possibilitassem captar essa nova realidade histórica. 
 
alteração das temáticas, problemas, abordagens e objetos no trabalho do historiador, através da 
valorização da história econômica e social. 
 
 6a Questão (Ref.: 201511740241) Fórum de Dúvidas (2 de 3) Saiba (1 de 1) 
 
SEGUNDO FERNANDO NOVAIS E ROGÉRIO DA SILVA, "A NOVA HISTÓRIA CARACTERIZA-SE, PORTANTO, PELA 
AMPLA ABERTURA TEMÁTICA, E ESTA É A SUA GRANDEZA". (NOVAIS, FERNANDO A.; SILVA, ROGÉRIO 
FORASTIERI DA (ORG.) . NOVA HISTÓRIA EM PERSPECTIVA. VOLUME 1. SÃO PAULO: COSAC NAIFY, 2011, PP. 
33) 
SOBRE A INFLUÊNCIA DA NOVA HISTÓRIA FRANCESA NA HISTORIOGRAFIA BRASILEIRA, PODEMOS AFIRMAR 
QUE: 
 
 
HOUVE UMA SIGNIFICATIVA RUPTURA COM A TENDÊNCIA CULTURAL ORIUNDA DA 
INFLUÊNCIA DA ESCOLA DOS ANNALES. 
 AMPLIARAM-SE OS OBJETOS DE PESQUISA ATRAVÉS DO DIRECIONAMENTO DO OLHAR 
PARA A VIDA COTIDIANA E AS FORMAS DE PENSAR. 
 
PREDOMINOU A ANÁLISE MARXISTA, BASEADA NO MÉTODO CONHECIDO COMO 
MATERIALISMO HISTÓRICO. 
 
A HISTORIOGRAFIA BRASILEIRA NÃO FOI MUITO AFETADA POR ESSA NOVA 
ABORDAGEM DA HISTÓRIA, POIS ESTAVA MAIS INCLINA AO NEW CRITICISM INGLÊS. 
 
ALINHADA A ESSA NOVA TENDÊNCIA, AS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS INVESTIRAM 
NA PESQUISA QUANTITATIVA E VOLTADA PARA A HISTÓRIA ECONÔMICA. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 7a Questão (Ref.: 201511767902) Fórum de Dúvidas (1 de 3) Saiba (1) 
 
Qual das opções abaixo apresenta os principais propósitos da escola de Annales? 
 
 
Fundaram a "história problema", assim chamada porque incorporou a estatística à História Demográfica. 
 
Incentivaram estudos políticos, principalmente aqueles relativos às biografias dos reis. 
 Romperam com as abordagens positivistas que não permitiam análises mais densas, pautadas no 
processo histórico, e, para isso, incorporaram os métodos das Ciências Sociais à História. 
 
Promoveram o estudo das mentalidades para melhor analisar a relação entre História, Positivismo, 
Antropologia e Cultura. 
 
Romperam com as análises dos processos de longa duração e preocuparam-se em compreender 
exclusivamente o fato histórico. 
 
 
 
 8a Questão (Ref.: 201511682642) Fórum de Dúvidas (3) Saiba (1) 
 
A Escola dos Annales trouxe inegáveis contribuições para o campo da pesquisa histórica, entre elas: 
 
 
O contato mais estreito com a historiografia alemã do século XIX. 
 O diálogo com as ciências sociais. 
 
Uma abordagem que privilegiava o tempo breve em detrimento da longa duração. 
 
Uma abordagem de viés positivista.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.