Java
210 pág.

Java


DisciplinaProgramação Orientada A Objetos3.883 materiais56.995 seguidores
Pré-visualização43 páginas
java, define-se esses caracteres com \u seguido de 4 dígitos
hexadecimais (dígitos 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 A a B b C c D d E e F f). Assim, a representação poderá variair de
\u0000 até \uFFFF. Exemplos:
Caractere
Unicode-16
Caractere
gerado
\u7Fff \u7fff
\u7Ffc \u7ffc
\u0062 b
\u0078 x
Exemplo de declaração de uma variável do tipo char usando o literal Unicode-16:
 char letrax='\u0078';
Modificadores 146
Modificadores
Modificadores
Modificadores de acesso
Os modificadores de acesso são palavras-chave que modificam a forma como podem ser acessadas as classes,
métodos e/ou variáveis. São eles:
\u2022\u2022 private
\u2022\u2022 protected
\u2022\u2022 public
\u2022\u2022 static
Modificador de acesso private
O modificador de acesso "private" quando aplicado a um atributo ou a um método indica que os mesmos só podem
ser acessados de dentro da classe que os criou (encapsulamento). Uma classe que herde de uma superclasse com
atributos declarados como "private" só poderá ter acesso a eles através dos métodos públicos da própria superclasse,
caso contrário, não haverá acesso a estes atributos.
\u2022\u2022 Exemplo
class Circulo
{ 
 private float raio;
 Circulo()
 {
 super();
 setRaio( 3.0 );
 }
 void setRaio( float r )
 {
 raio = r
 }
}
class Pneu extends Circulo
{
 Pneu p = new Pneu();
 p.raio = 10.0; //Erro de compilação. O Atributo raio é privado da 
classe Circulo
 p.setRaio(10.0); //Correto, pois a classe Pneu está utilizando os 
métodos definidos na classe Circulo para fazer
 //acesso ao atributo privado raio 
}
Modificadores 147
Modificador de acesso protected
A instrução protected indica que o método ou a variável assim declarada possa ser acessada somente dentro do
pacote em que está contida através de uma subclasse.
Modificador de acesso public
A instrução public indica que a classe, método ou variável assim declarada possa ser acessada em qualquer
lugar e a qualquer momento da execução do programa.
Modificador de acesso static
A instrução static serve:
\u2022\u2022 na declaração de uma variável dentro de uma classe, para se criar uma variável que poderá ser acessada por
todas as instâncias de objetos desta classe como um variável comum. Ou seja, a variável criada será a mesma
em todas instâncias e quando seu conteúdo é modificado em uma das instâncias então ele será modificado em
todas instâncias;
\u2022\u2022 na declaração de um método que deve ser acessado diretamente na classe e não nas suas instâncias.
Mothafocka do caralho
Outros modificadores
Os modificadores a seguir podem ser usados em conjunto com os modificadores de acesso provendo, assim,
outros comportamentos:
\u2022\u2022 abstract
\u2022\u2022 final
Modificador abstract
A instrução abstract serve para:
\u2022\u2022 declarar métodos abstratos, ou seja, métodos que deverão ser desenvolvidos/implementados nas subclasses.
Quando a classe que contiver métodos abstratos for herdada, os referidos métodos deverão ser implementados,
caso contrário, a classe que extendeu deverá ser declarada como abstrata.
\u2022\u2022 declarar classes abstratas que se desenvolvem numa(s) subclasse(s). Classes abstratas são aquelas que não
estão totalmente implementadas/descritas. Uma classe abstrata não pode ser instanciada e é amplamente usada
nas interfaces.
\u2022\u2022 Uma classe é considerada abstrata se contiver pelo menos um método abstrato. Um método abstrato tem a
seguinte característica: void getName( );
\u2022\u2022 Caso o método tenha as chaves características {}, o mesmo não mais será considerado abstrato, embora não
tenha código dentro das chaves.
Modificador final
A instrução final indica que a classe, método ou variável assim declarada têm uma única atribuição que se
mantém constante, ou seja, não pode ser alterada no decorrer do processamento.
Este modificador declara o que chamamos, em programação, de constante.
O porquê de se estudar Java 148
O porquê de se estudar Java
O Porquê de se escolher Java
Você provavelmente já está convencido pelos pontos citados do porquê citar Java e queria mais, ou simplesmente
não leu o texto anterior e veio direto para cá, ou talvez por algum outro motivo está aqui. Portanto para apresentar os
motivos porque você deveria estudar Java estarão aqui tópicos em síntese que servem como motivos para estudar
Java:
\u2022\u2022 Java tem a filosofia 'WORA'
Uma das principais características de Java é o WORA (Write Once, Run Anywhere) ou simplesmente 'Escreva uma
Vez e Execute em Qualquer Lugar'. Isso por si só traz vantagens, pois poupa tempo aprendendo bibliotecas
específicas de Sistemas Operacionais. Poupa dinheiro, que seria gasto neste tempo. Poupa esforço, pois muitas vezes
não há a necessidade de se conhecer alguns ou vários aspectos da plataforma subjacente.
\u2022\u2022 Java é uma linguagem de alto nível
Por ser uma linguagem de alto nível Java tem constructos e características que permitem escrever programas mais
rapidamente do que em C/C++. Sendo assim há uma maior produtividade. Aliado ao fato de que Java sendo uma
linguagem orientada a objetos, faz Java uma ótima escolha para desenvolvimento.
\u2022\u2022 Java está presente em uma variedade de lugares
Os aplicativos Java estão presentes em diversas áreas, desde celulares, até servidores, o que dá ao desenvolvedor
uma ampla gama de possibilidades de sistemas a serem desenvolvidos.
\u2022\u2022 Java tem uma boa documentação, é gratuito e de código aberto
Como não há custo para se desenvolver em Java, pelo menos no início, há um incentivo aos novatos que não
necessitam gastar com programas pagos, mas ao invés disso possuem escolhas de altíssima qualidade gratuitas e
amplamente usadas.
O que são métodos e para que servem 149
O que são métodos e para que servem
Métodos
O Que São Métodos e para que servem
Métodos são blocos de código que pertencem a uma classe e tem por finalidade realizar uma tarefa. Eles são
análogos às funções em C e sub-rotinas em pascal. Métodos geralmente correspondem à uma ação do objeto.
Exemplo: correr, pegar, etc. Numa classe para realizar cálculos matemáticos poderia ser pegar somar, subtrair,
dividir, etc. Além disso um papel fundamental dos mesmos é ter de evitar reescrever código para uma mesma função
toda vez que se deseja chamá-la. Bom, mas para que isso fique evidente vamos para um exemplo prático.
Um exemplo prático
No nosso exemplo vamos fazer métodos que realizem operações matemáticas. Suponha que vamos fazer uma classe
OperacoesMatematicas
/*OperacoesMatematicas.java*/
public class OperacoesMatematicas{
public static void main(String []args){
 public int somar( int num1, int num2 ){
 return num1 + num2;
 }
 public int subtrair( int num1, int num2 ){
 return num1 - num2;
 }
 public int multiplicar( int num1, int num2 ){
 return num1 * num2;
 }
 public int dividir( int num1, int num2 ){
 return num1 / num2;
 }
// Continuarei a implementação depois // por: Devarde } }
O que é Java 150
O que é Java
Java é uma linguagem de programação orientada a objetos, fácil de se aprender, e que possui como maior
vantagem ser portável entre as diversas plataformas existentes.
Por exemplo, se o programa java for feito em uma plataforma Linux, ele pode ser usado na plataforma FreeBSD ou
Windows - o programa rodará sem problema nenhum desde que a JRE (Java Runtime Environment), também
conhecida como Máquina Virtual Java (Java Virtual Machine) esteja instalada na plataforma.
Linguagens como C e C++ rodam em diversas plataformas, mas os programas precisam ser recompilados, o que não
acontece com o Java onde o mesmo binário pode ser portado. Além disso a linguagem pode ser usada para
desenvolver programas para a maioria dos celulares, PDA's (Palm Tops) além de diversos dispositivos como cartões
(Vale Refeição, Vale transporte, Cartões de acesso).
Objetos
Elementos de software que