A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
46 pág.
501 a 1000 questoes

Pré-visualização | Página 1 de 7

501 - Radioprotetores
as substâncias que apresentam um melhor efeito forma aquelas que possuiam ligamentos sulfídrias
502 - Radicais livres
entidades químicas altamente reativas em decorrência da presença de átomos, cuja última camada não apresenta o número de elétrons que confere estabilidade à estrutura
503 - Fixação
processo de revelação de filmes radiológicos que fixa os haletos de prata
504 - Flair
sequências de pulsos utilizada em protocolos de RM
505 - Fog
Densidade óptica do filme onde não ocorre irradiação
506 - Fotototerapia
é a terapia que utiliza fontes de luz ultravioletas para produção de melanina em recém-nascidos com o objetivo de reduzir a bilirrubina
507 - Gadolíneo
elemento que foi muito utilizado em equipamento de densitometria óssea, mas foi substituído pelo aparelho de raios-x
508 - Fowler
posicionamento em decúbito no qual a paciente fica com a cabeça mais alta que os pés
509 - Discografia
exame radiológico que permite a visualização dos discos intervertebrais com o uso de meios de contrastes
510 - DR
sigla da técnica que utiliza equipamentos dotados de conversores analógicos digitais inegrados ao sistema de aquisição, de forma que a imagem adquirida seja formada de forma digital
511 - Telerradiologia
tecnologia que permite o acesso remoto a imagens de pacientes armazenadas no sistema PACS
512 - Esofagografia
Usa-se sulfato de bário
513 - Exaustor
Discpositivo de uso obrigatório na câmara escura, devido a volatividade e à dispersão dos químicos utilizados na revelação
514 - Bucky
parte do aparelho de raios-x onde se coloca a bandeja com o chassi para confecção de radiografia
515 - DEXA
sigla pela qual a densitometria óssea por absorção de raios-x de dupla energia é conhecida
516 - Efeitos determinísticos
são efeitos previsíveis
517 - Efeitos determinísticos
efeitos biológicos da radiação que possui limiar de dose para acontecer
518 - DICOM
sigla que define o padrão de armazenamento de imagens em medicina
519 - Tungstênio
metal utilizado no ânodo das ampolas de raios-x
520 - Tungstênio
possui alto poder de freamento dos elétrons e alto ponto de fusão
521 - Sialografia
deve-se fazer a prova de estímulo com limão
522 - Prova de Cotte
é o mesmo que histerossalpingografia
523 - Colimador 
dispositivo do equipamento de formação de imagens em radiologia que seleciona os raios de uma uma única direção
524 - Planigrafia
radiografia de seções ou planos do corpo, obtida sem o uso de computadores
525 - Estativa 
parte do aparelho de raios-x que sustenta o bucky e a gaveta porta-chassi para exames ortostáticos
526 - Colangiografia
exame radiográfico dos ductos biliares
527 - Azigograma
exame radiológico das veias ázigos com o uso de meios de contraste
528 - Cisternografia
exame radiográfico das cisternas basais do cérebro
529 - Cistografia
exame radiológico empregado para avaliação de bexiga
530 - Écran
tela fluorescente construída com terras raras 
531 - Écran
responsável por transformar os raios-x em luz visível
532 - EED
sigla que denomina o exame radiológico do esôfago, estômago e duodeno que utiliza o bário como contraste
533 - Efeito anódico
efeito causado pela ligeira diferença da radiação produzida e que atinge a película do lado do cátodo com mais intensidade
534 -Aparelho de raios-x portátil
é controlado por gerador de alta frequência
535 - Aparelho de raios-x portátil
possui tensão máxima de 125 kV
536 - Aparelho de raios-x portátil
possui corrente de tubo no máximo de 250 mA (mais usado)
537 - Escopia
técnica para obtenção de imagens de raios-x ao vivo de um paciente vivo
538 - Aortografia
exame radiográfico de artéria aorta e suas ramificações com uso de meios de contraste
539 - Apical
relativo à incidência a partir do ápice
540 - Apendiculografia
exame radiográfico para avaliar o apêndice
541 - Sinografia
exame radiográfico dos seios e fistulas
542 - Radiopaco
aparece mais claro na imagem
543 - Artrograma
mesmo que artrografia
544 - Ânodo giratório
gira em torno de um eixo para minimizar o efeito do superaquecimento
545 - Uretrocistografia
pesquina de refluxo vesicureteral
546 - Protração
movimento para frente a partir de uma posição normal
547 - Abdução
movimento de afastamento do braço ou da perna em relação ao corpo
548 - Mielografia
exame radiográfico por injeção de contraste no espaço subaracnóide
549 - Urografia excretora
estuda néfrons
550 - Negatoscópio de mamografia
tem que ter luminância de 3000 a 3500 nit
551 - O protocolo para estudo de nódulo mamário preconiza o uso de
contraste paramagnético com saturação de gordura e de preferência com subtração.
552 - Exame por RM das mamas com hipótese diagnóstica de câncer
deve-se fazer uma fase contrastada com saturação de gordura
553 - Bobinas de RF usadas no exame de mamas
a bobina de sinergia apresenta vários canais que podem ser habilitados ou desabilitados de acordo com a necessidade do exame
554 - Com relação ao sinal na ponderação T2 da bexiga
corresponde ao hipersinal
555 - Com relação ao sinal na ponderação T1 da bexiga
corresponde ao hipossinal
556 - Com relação ao sinal na ponderação T2 do gel vaginal
corresponde ao hipersinal
557 - Com relação ao sinal na ponderação T1 do gel vaginal
corresponde ao hipossinal
558 - Articulações dos membros superiors
são em número de sete, e a do ombro une a escápula ao úmero
559 - Sinal de RM nos ligamentos
possui ausência de sinal em qualquer ponderação
560 - Ligamentos
não possuem sinal nem em T1 e nem em T2, porque não há quantidade de hidrogênio suficiente para que se produza um sinal
561 -Articulação do ombro
é a mais móvel do corpo 
562 - Articulação do ombro
é composta das articulações glenoumeral, acromioclavicular, escapulotorácica e esternoclavicular
563 - Sinal na ponderação T2 da medula óssea
corresponde ao hipossinal
564 - Sinal na ponderação T1 da medula óssea
corresponde ao hipersinal
565 - Medula óssea
possui uma grande concentração de gordura em sua composição
566 - Sinal na ponderação T2 do menisco
possui ausência de sinal
567 - Sinal na ponderação T1 do menisco
possui ausência de sinal
568 - Meniscos
não possuem sinal nem em T1 e nem em T2 porque não há quantidade de hidrogênio suficiente para que se produza um sinal
569 - Sinal na ponderação T2 do líquido sinovial
possui hipersinal
570 - Sinal na ponderação T1 do líquido sinovial
possui hipossinal
571 - Parâmetros disponíveis na RM ao estabelecer uma sequencia de pulso nas imagens convencionais
a espessura dos cortes afeta a RSR
572 - Parâmetros disponíveis na RM ao estabelecer uma sequencia de pulso nas imagens convencionais
nas imagens volumétricas todo o volume do tecido é escitado e o volume não contém nenhuma lacuna
573 - Parâmetros disponíveis na RM ao estabelecer uma sequencia de pulso nas imagens convencionais
a RSR é superior e assim pode-se usar menos NEX
574 - Artro RM
é um exame da articulação em estudo, podendo ser do ombro, cotovelo, quadril, joelho ou tornozelo, com contraste intra-articular
575 - Bobina
componente elétrico utilizado em RM para detectar as oscilações da magnetização no corpo do paciente
576 - T1
é o tempo necessário para a magnetização longitudinal alcançar 63% do valor inicial
577 - T2
é o tempo necessário para a magnetização transversal alcançar 37% do valor inicial
578 - Stir
significa Short Time Inversion Recovery
579 - Stir
é um tipo de sequência utilizada em RM
580 - Ponderação T2 do ligamento cruzado anterior
possui ausência de sinal
581 - Ponderação T1 do ligamento cruzado anterior
possui ausência de sinal
582 - Bobina para mandíbula
a bobina de sinergia apresenta vários canais que podem ser habilitados ou desabilitados de acordo com a necessidade do exame
583 - RM das mamas
não é necessário jejum
584 - RM das mamas
é necessário o preenchimento

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.