BDQ Prova2PROPRIEDADE INTELECTUAL, DIREITO E ÉTICA
3 pág.

BDQ Prova2PROPRIEDADE INTELECTUAL, DIREITO E ÉTICA


DisciplinaPropriedade Ética e Intelectual45 materiais122 seguidores
Pré-visualização1 página
08/06/2016 BDQ Prova
http://simulado.estacio.br/provas_emcasa_linear_view.asp 1/3
   Fechar  
 O resultado desta avaliação ficará disponível a partir do dia 16/06/2016.
   DIREITO DIGITAL E CRIMINALÍSTICA COMPUTACIONAL
Simulado: NPG1541_AV_201601157959 
Aluno(a): DIONISIO JULIO AMANCIO Matrícula: 201601157959
Data: 08/06/2016 03:24:20 (Finalizada)
  1a Questão (Ref.: 201601881166)
Na definição de empregador, artigo 2º, do Decreto­lei nº 5.452, da Consolidação das Leis do Trabalho ­ CLT,
temos as seguintes características: assume o risco da atividade econômica\u37e admite\u37e assalaria e dirige a
prestação pessoal do serviço. Qual destas características esta ligada ao caráter de subordinação do empregado:
assalaria.
é o preposto da empresa.
assume o risco da atividade econômica.
dirige a prestação pessoal.
é o representante dos empregados junto ao sindicato.
  2a Questão (Ref.: 201601881179)
Analise as afirmativas abaixo: I ­ o direito de retirar de circulação a obra ou de suspender qualquer forma de
utilização já autorizada, quando a circulação ou utilização implicarem afronta a sua reputação e imagem, é um
direito patrimonial do autor. II ­ o direito de reivindicar, a qualquer tempo, a autoria da obra, é um direito moral
do autor transmissível aos sucessores. III ­ o direito de ter seu nome, pseudônimo ou sinal convencional
indicado ou anunciado, como sendo o do autor, na utilização de sua obra. A respeito das afirmativas acima,
assinale a opção correta:
a opção II é falsa.
a opção I está correta.
a opção III é falsa.
as opções II e III estão corretas.
todas as opções são falsas.
  3a Questão (Ref.: 201601881145)
A lei 12.737/12, que dispõe sobre a tipificação dos delitos de informática determina em seu antigo 154­A que
invadir dispositivo informático alheio, conectado ou não à rede de computadores, mediante violação indevida de
mecanismo de segurança é crime. Dentre as opções de resposta, assinale àquela que equipa outro agente na
citada conduta:
imperícia, agir sem aptidão teórica ou prática.
imprudência, o agente que não observa seu dever de cuidado.
revelar segredo de indústria com uma justa causa
negligência, agente que deixa de agir como a diligência moral lhe impunha.
produz, oferece, distribui, vende ou difunde dispositivo ou programa de computador com o fim de
08/06/2016 BDQ Prova
http://simulado.estacio.br/provas_emcasa_linear_view.asp 2/3
destruir ou alterar dados.
  4a Questão (Ref.: 201601881157)
Para assegurar a segurança jurídica dos contratos, e em atenção do princípio da boa­fé, quando ocorrer no
contrato de adesão, cláusulas ambíguas ou contraditórias, e, ainda, levando­se em consideração a
hipossuficiência do consumidor, adotar­se­à a interpretação mais favorável ao:
aderente.
cessionário.
empregado.
empregador.
fornecedor.
  5a Questão (Ref.: 201601881213)
O provedor de serviço de conexão à Internet pode armazenar informações sobre os sites e serviços acessados
pelo usuário?
sim, ele pode guardar os registros de acesso dos usuários a sites de aplicação por 1 ano.
sim, pois esta guarda pode contribuir para a repressão a crimes cometidos via Internet.
sim, pois ele pode guardar os registros de acesso dos usuários a sites de aplicação pelo prazo de 6
meses.
não, o prestador de serviço de conexão esta proibido de guardar qualquer tipo de registro de acesso a
sites de aplicações na Internet.
sim, pois a solicitação dos registros de acesso pode ser feita por ordem judicial ou por uma autoridade
administrativa.
  6a Questão (Ref.: 201601881218)
Analise a seguinte situação: Uma empresa de telefonia, que, também possui um serviço de banda larga, se
sente ameaçada por um aplicativo de comunicação gratuito, e assim impõe dificuldades ao usuário/cliente ao
acesso a este aplicativo. O Marco Civil da Internet proíbe esta prática, baseado no conceito legal de:
pleno direito de acesso à rede é uma função social da Internet.
guarda de registro.
liberdade de expressão e comunicação.
privacidade da rede.
neutralidade de rede.
  7a Questão (Ref.: 201601881098)
No crime de violação de segredo profissional, artigo 154, do Código Penal, a ação ilícita se manifesta quando se
revela a alguém, sem justa causa, segredo que tenha ciência em razão de função, ministério, ofício e profissão.
Por profissão se entende:
aqueles que exerçam atividades religiosas, a exemplo dos pastores e padres.
o tutor, o curador, o escrevente de uma sala de julgamentos.
atividade que tenha finalidade de lucro, exercida por quem tenha habilidade, como advogados, médicos,
profissionais da área de tecnologia da informação etc.
os membros do poder executivo, legislativo e judiciário.
que exerçam atividades habituais, prestação de serviços habituais e mecânicos, como empregados
08/06/2016 BDQ Prova
http://simulado.estacio.br/provas_emcasa_linear_view.asp 3/3
domésticos e costureiras.
  8a Questão (Ref.: 201601881113)
Acerca dos Direitos e Garantias Fundamentais, assinale a opção correta:
a constituição federal assegura a proteção as participações individuais em obras coletivas e à
reprodução da imagem e voz humana, excetuando­se as atividades esportivas.
um policial pode determinar a violação de, por exemplo, domicílio para realização de busca e apreensão
de computador de informações a respeito de matéria de investigação.
não se protege a honra das pessoas quando se trata de imagem atributo.
o direito fundamental a honra se estende às pessoas jurídicas.
a vedação do anonimato impede o sigilo da fonte, mesmo quando necessário ao exercício profissional.
  9a Questão (Ref.: 201601881126)
O artigo 100 do Código Penal determina: a ação penal é pública, salvo quando a lei expressamente a declarar
privativa do ofendido. A ação penal público é promovida pelo Ministério Público quando:
ocorre a sobreposição do interesse privado sobre o interesse público.
por imprudência da vítima.
por imputar falsamente conduta delituosa a outrem.
ocorre a sobreposição do interesse público sobre o interesse privado.
por negligência do agente.
  10a Questão (Ref.: 201601881205)
Nos contratos sobre a cessão de direitos sobre o programa de computador, são nulas as cláusulas que:
limitem a produção, a distribuição ou a comercialização.
a semelhança de um programa em relação a outro pré­existente.
permitam a citação parcial do programa para fins didáticos, desde que identificado o programa e o
titular dos direitos respectivos.
limitem apenas a comercialização e a distribuição.
limitem apenas a produção e a comercialização.