3. Erikson 1-9 idade
28 pág.

3. Erikson 1-9 idade

Disciplina:Psicologia do Consumidor II6 materiais80 seguidores
Pré-visualização1 página
O CICLO VITAL

9 IDADES

Erik Erikson

Desenvolvimento psicossocial

1ª. CONFIANÇA BÁSICA x DESCONFIANÇA BÁSICA

 (0- 1 ½ ano). Palavra chave: esperança

.

 Confiança no mundo a partir da mãe
 provedores externos

  em si mesmo

 PAPEL DO ADULTO NESTA FASE?
 cuidado e firmeza

 suporte da identidade estável

2ª. IDADE AUTONOMIA x VERGONHA e DÚVIDA

(1 ½-3 a). Palavras chaves: FORÇA DE VONTADE

Aquisição da linguagem

Criança: dúvida sobre sua capacidade de acerto

 VERGONHA - desejo de não ser visto

 SENTIMENTO de inferioridade

PAPEL DO ADULTO?

 Proteção parental diante exposição prematura.

 Permitir comportamento exploratório.

3ª. Idade INICIATIVA x CULPA (3-6 anos).

 Palavra chave: PROPÓSITO

 Bagagem: confiança, autonomia.

 Consciência de que PODE

 É CAPAZ DE FAZER

 Planejar ações, Competições

 FREUD: C. de Édipo

 Sexualidade infantil, Superego

 Cultura: limite entre o que é possível- real

 fantasia

4ª. idade PRODUTIVIDADE x INFERIORIDADE

(7-12 ANOS). Palavra chave: competência

SER CAPAZ DE FAZER COISAS

FAZE-LAS BEM

domínio e produtividade (se bem sucedido)

 inferioridade (se mal sucedido)

ESCOLA

Papéis preparatórios

APRENDIZAGEM fora de casa.

 Confronto com as diferenças.

5ª. IDADE IDENTIDADE X CONFUSÃO DE PAPÉIS

 (12- 18 anos) . FIDELIDADE

Seleção de papéis: pessoais, ocupacionais,

sexuais, ideológicos

EGO: PAPEL FUNDAMENTAL REVISÃO E
SÍNTESE das idades anteriores

INTEGRAR IDENTIFICAÇÕES +

APTIDÕES+ OPORTUNIDADES SOCIAIS

 CONFUSÃO DE PAPÉIS:

desconfiança, vergonha, dúvida,

culpa, inferioridade.

Adolescência normal: crise de identidade

• 1. LUTOS

• CORPO INFANTIL

• PAPEL INFANTIL

• PAIS DA INFÂNCIA

• Alternância de
sentimentos

• Separação X individuação

• Aspectos regredidos da
personalidade X

 independização .

Causas da crise adolescente

• fragilidade egóica

• intensidade da vida
pulsional (Id)

• reformulação do
superego

 e do ideal de ego

• MECANISMOS DE DEFESA

 Idealização

 Cisão

 Negação da realidade

 Onipotência

 Ambivalência

 Identificação

 Projeção

6a Idade- INTIMIDADE x ISOLAMENTO
palavra chave: amor 18-30 a.

• Condição de estabelecer
uma intimidade real entre

as pessoas

ADULTO: DESENVOLVIMENTO SOCIAL E DA PERSONALIDADE

PROFISSÃO

CONJUGALIDADE

PARENTALIDADE

INTIMIDADE

 VS.

ISOLAMENTO

Adulto jovem

• Distinguir amizades e
inimizades

• Tolerar e gostar de ser
quem se é

• Incapacidade de prover
intimidade: gera

dificuldades no contato

com outros

7ª. IDADE

GENERATIVIDADE x ESTAGNAÇÃO

 palavra chave: cuidado

 (30-60 anos)

• CRIAR E ENFRENTAR DESAFIOS

• CUIDAR DOS BENS CONQUISTADOS

• FAZER E MANTER RELAÇÕES
AFETIVAS

• TRABALHO: meio de proteção

• ENVOLVE CONSTRUÇÃO DE
UMA FAMÍLIA

• EXPANSÃO PROFISSIONAL

• Exige da pessoa produtividade,
afeto, envolvimento

• EMPENHO NO
CUIDADO COM A NOVA

GERAÇÃO

• DESENVOLVER

 na criança e adolescente:

Confiança

autonomia

Iniciativa

produtividade

formação da identidade

• Tanto na família e no
trabalho: cuidar

• Responsabilidade pela
manutenção da
organização humana

8ª. IDADE - INTEGRIDADE x DESESPERANÇA

palavra chave – Sabedoria ( após 60 anos)

• Se chega a esta idade
com tranqüilidade e

segurança

• Articular: angústias,
alegrias, vitórias,

derrotas, medos

• Zelou pelas coisas e pessoas

• Se adaptou a triunfos e desapontamentos

• Gerou coisas e idéias

• Se amadureceu o fruto
das 7 idades:
Integridade

• “garantia acumulada do
eu para o significado
vital”

• Fiel às imagens do
passado, assumindo o
presente

• Aceita o seu ciclo vital
único

• Afastamento, isolamento e
desapego

• não são intrínsecos nem
desejados pelo ser humano;

• ser gregário

• se constitui na relação com
outro.

socialização

• Se ambiente for
positivo

 pessoas da 3ª e 4ª.

Idade

preferem

 atividade e contatos

sociais

(vs. afastamento)

Bom envelhecimento

 Insatisfação e angústia:

 competição com a lembrança
de si mesmo na juventude.

 obter o máximo de satisfação
com as forças que o indivíduo

dispõe em cada momento.

Idéia fundamental da teoria da

atividade

 Ligado a suas relações
e atividades a maior

parte do tempo possível.

• Comportamentos,
sentimentos e

atitudes de

preconceito.

• “Idadismo sutil”

• “você está muito bem
para a sua idade”

• Idadismo social

• Preconceito internalizado

• Medo da invisibilidade social

A “2ª. Vida” na vida das pessoas

• Viver o presente
possível

• permitir o futuro
potencial

• encontrar a paz e aceitação das mudanças
que o tempo impõe ao corpo e à mente.

• Enfrentar o medo através da coragem e da
retrospectiva sobre a vida

9ª. Idade

TRANSCENDÊNCIA