A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
33 pág.
Planejamento Financeiro

Pré-visualização | Página 1 de 2

Planejamento Financeiro 
PRINCÍPIOS CONTÁBEIS 
A observância dos Princípios Fundamentais 
de Contabilidade é obrigatória no exercício da 
profissão e constitui condição de legitimidade 
das Normas Brasileiras de Contabilidade. 
 
PRINCÍPIO DA ENTIDADE – reconhece o 
patrimônio como objeto da contabilidade e 
afirma autonomia patrimonial, a necessidade 
da diferenciação de um Patrimônio particular 
no universo dos patrimônios existentes, 
independentemente de pertencer a uma 
pessoa, um conjunto de pessoas, uma 
sociedade ou instituição de qualquer natureza 
ou finalidade, com ou sem fins lucrativos. 
PRINCÍPIOS CONTÁBEIS 
 
PRINCÍPIO DA CONTINUIDADE 
 
A continuidade ou não da entidade, 
bem como sua vida estabelecida ou 
provável, devem ser consideradas 
quando da classificação das mutações 
patrimoniais, quantitativas e 
qualitativas. 
Quando se faz contabilidade de uma 
entidade, parte-se do pressuposto de 
que a mesma continuará existindo por 
tempo indeterminado. 
PRINCÍPIOS CONTÁBEIS 
 
PRINCÍPIO DA OPORTUNIDADE 
 
Refere-se simultaneamente, 
à tempestividade e à 
integridade do registro das 
mutações patrimoniais, 
determinando que este seja 
feito no tempo certo e com 
a extensão correta. 
PRINCÍPIOS CONTÁBEIS 
 
PRINCÍPIO DO REGISTRO PELO VALOR 
ORIGINAL 
 
Os componentes do patrimônio devem 
ser registrados pelos valores originais 
das transações com o mundo exterior, 
expressos a valor presente na moeda 
do País, que serão mantidos na 
avaliação das variações patrimoniais 
posteriores, inclusive quando 
configurem agregações ou 
decomposições no interior da entidade. 
PRINCÍPIOS CONTÁBEIS 
 
PRINCÍPIO DA ATUALIZAÇÃO 
MONETÁRIA 
 
Os efeitos da alteração do 
poder aquisitivo da moeda 
nacional devem ser 
reconhecidos nos registros 
contábeis através do 
ajustamento de expressão 
formal dos valores dos 
componentes patrimoniais. 
PRINCÍPIOS CONTÁBEIS 
 
PRINCÍPIO DA COMPETÊNCIA 
 
As receitas e as despesas 
devem ser incluídas na 
apuração do resultado do 
período em que ocorrem, 
sempre simultaneamente 
quando se correlacionarem, 
independentemente de 
recebimento ou pagamento. 
PRINCÍPIOS CONTÁBEIS 
 
PRINCÍPIO DA PRUDÊNCIA 
 
Determina a adoção do menor 
valor para os componentes do 
ativo e do maior para os do 
passivo, sempre que se 
apresentem alternativas 
igualmente válidas para a 
quantificação das mutações 
patrimoniais que alterem o 
patrimônio líquido. 
CAMPO DE APLICAÇÃO 
As principais áreas de atuação 
são: 
Contabilidade Fiscal – participa 
do processo de elaboração de 
informação para o fisco, e é 
responsável pelo planejamento 
tributário da empresa. 
Contabilidade Pública – área de 
controle e gestão das finanças 
pública. 
CAMPO DE APLICAÇÃO 
Contabilidade de Custos – 
fornece importantes 
informações na formação de 
preço da empresa. 
Contabilidade Gerencial – 
voltada para a melhor utilização 
dos recursos econômicos da 
empresa, por meio de adequado 
controle dos insumos efetuado 
por um sistema de informação 
contábil. 
CAMPO DE APLICAÇÃO 
Auditoria – por meio de 
empresas de auditoria ou de 
setores internos da empresa, 
controla a confiabilidade das 
informações e a legalidade dos 
atos praticados pelos 
administradores. 
Perícia Contábil – atua na 
elaboração de laudos em 
processos judiciais ou 
extrajudidiciais. 
CAMPO DE APLICAÇÃO 
Contabilidade Financeira – responsável 
pela elaboração e consolidação das 
demonstrações contábeis para fins 
externos. 
Análise Econômico-financeira – atua na 
elaboração de análises da situação 
patrimonial de uma organização com 
base em seus relatórios contábeis. 
Avaliação de Projetos – elaboração e 
análise de viabilidade de longo prazo, 
com a estimativa do fluxo de caixa e o 
cálculo de sua atratividade para a 
empresa. 
CAMPO DE APLICAÇÃO 
Contabilidade Atuarial – responsável 
pela contabilidade de fundos de pensão 
e empresas de previdência privada. 
Contabilidade Ambiental – responsável 
por informações sobre o impacto 
ambiental da empresa no meio 
ambiente. 
Contabilidade Social – dimensionando o 
impacto social da empresa, com sua 
agregação de riqueza e seus custos 
sociais, produtividade, distribuição da 
riqueza. 
Contabilidade de Empresas 
Transacionais. 
 
PATRIMÔNIO 
PATRIMÔNIO 
 A Escola Patrimonialista define 
a Contabilidade como: a ciência 
que estuda o patrimônio, em 
seus aspectos estático e 
dinâmico. 
 
 É o objeto da Contabilidade, é 
seu componente básico. 
CONCEITO 
 O Patrimônio é o 
conjunto de bens, 
direitos e obrigações, 
susceptíveis de avaliação 
em moeda, vinculados a 
uma empresa ou pessoa 
física, num determinado 
momento. 
 
COMPONENTES 
Bem – tudo aquilo que satisfaz as 
necessidades do homem e que 
pode ser avaliado 
monetariamente. 
Direitos – são bens que nos 
pertencem, mas não estão em 
nosso poder. 
Obrigações – São bens em nosso 
poder que pertencem a terceiros. 
ATIVO e PASSIVO 
Os direitos, elementos 
positivos, fazem parte do 
ATIVO e as obrigações, 
elementos negativos, do 
PASSIVO. 
 
 ATIVO – PASSIVO = SITUAÇÃO LÍQUIDA 
O PATRIMONIO 
Bens: dinheiro, estoques, terrenos, móveis, etc. 
Direitos: duplicatas a receber, saldo bancário 
Obrigações: duplicatas a pagar, empréstimos, impostos a pagar 
Tipos... 
Representação Gráfica do Patrimônio: 
Bens 
Direitos 
Obrigações 
ATIVOS 
Bens + Direitos Obrigações 
PASSIVOS 
Aplicações Origens 
$ $ 
EQUAÇÃO BÁSICA DO PATRIMÔNIO 
PATRIMONIO LÍQUIDO (PL) = ATIVO(A) - PASSIVO(P) 
PL = A - P A = P + PL P = A - PL 
A > P PL > 0 
A > P e P = 0 A = PL 
A = P PL = 0 
P > A PL < 0 
P > A e A = 0 PL < 0 e PL = P 
1 
2 
3 
4 
5 
> 
< 
 
 ATIVO 
 
 PASSIVO 
 
Caixa $ 1.000,00 
 
Capital $ 1.000,00 
Constituição de uma empresa com capital 
inicial de $ 1.000,00. 
 ATIVO PASSIVO 
Caixa 
Mov. e Utens. 
 900, 
 100, 
Capital 1.000, 
TOTAL 1.000, TOTAL 1.000, 
Compra de uma Máquina de Escrever por 
$ 100,00, a vista. 
 ATIVO PASSIVO 
Caixa 
Mov. e Utens. 
Mercadorias 
 
 
900, 
 100, 
10.000, 
Fornecedores 
Capital 
 10.000, 
 1.000, 
TOTAL 11.000, TOTAL 11.000, 
Compra de Mercadorias por $ 10.000,00, 
a prazo. 
 
 ATIVO 
 
 PASSIVO 
 
 
 Bens e Direitos 
 Obrigações 
 (para com terceiros) 
 
Situação Líquida ou 
Patrimônio Líquido 
 
 Obrigações 
 (para com os sócios) 
ATIVO = PASSIVO 
Bens e direitos = obrigações c/terceiros + situação líquida 
Bens e direitos - obrigações = situação líquida 
3 SITUAÇÃO LÍQUIDA 
S.L. Positiva (favorável): A>P 
S.L. Negativa (desfavorável): A<P (passivo a descoberto) 
S.L. Nula (igualada): A=P 
ATIVO PASSIVO 
Dinheiro 
Conta em Banco 
Duplicatas a Receber 
Mercadorias 
Máquinas 
Prédios 
BALANÇO PATRIMONIAL SIMPLIFICADO 
Duplicatas a Pagar 
Impostos a Pagar 
Salários a Pagar 
Empréstimos a pagar 
PATRIMONIO LÍQUIDO ou 
SALDO PATRIMONIAL 
Bens 
Direitos 
Obri-
gações 
P A 
PL ou SL 
SL = A - P 
Total Ativo Total Passivo 
Situação Líquida Positiva, Favorável ou 
Superavitária 
 
 
 
 ATIVO 
 
 PASSIVO 
 
SITUAÇÃO LÍQUIDA 
 ( + ) 
 
 
ATIVO > PASSIVO = SITUAÇÃO LÍQUIDA > ZERO 
 
Situação Líquida Negativa, Desfavorável ou 
Deficitária 
 
 ATIVO 
 
 
 PASSIVO 
 
 
SITUAÇÃO LÍQUIDA

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.