A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
516 pág.
Thomas Sowell - Os intelectuais e a sociedade-1.pdf

Pré-visualização | Página 1 de 50

COLEÇRO 
T h S 11 RBERtURR ornas owe cuttunnL 
os INTELECTUAIS 
E A SOCIEDADE 
Provavelmente nunca houve outro pe­
ríodo na história no qual os intelectuais 
tenham desempenhado um papel tão ex­
tenso na sociedade. Quando aqueles que 
são responsáveis pela geração de ideias, 
os intelectuais propriamente falando, es­
tão cercados por uma espessa penumbra 
de auxiliares - jornalistas, professores, 
funcionários públicos, burocratas -, os 
quais disseminarão suas ideias, podemos, 
então, esperar que a influência dos inte­
lectuais possa tomar, no curso da evolu­
ção social, proporções consideráveis, ou 
mesmo cructats. 
Essa influência depende, é claro, das cir­
cunstâncias adjacentes, incluindo os níveis 
de liberdade para a propagação de suas 
ideias, em vez de se tornarem meros ins­
trumentos de propaganda, como acontece 
nos países totalitários. Certamente, não 
h a veria muito valor em se estudar as ide ias 
expressas por proeminentes escritores du­
rante regimes ditatoriais e totalitários, 
uma vez que suas ideias, em geral- apesar 
da existência de diversas exceções -, eram 
simplesmente as ideias permitidas ou de­
fendidas pelo sistema. Portanto, o estudo 
sobre a influência dos intelectuais é, aqui, 
um estudo centrado nos lugares onde os 
intelectuais gozam (ou gozaram) de gran­
de liberdade para exercer seu prestígio, ou 
seja, nas modernas nações democráticas. 
Thomas Sowell é professor de Economia 
em Cornell, UCLA, Amherst e outras 
instituições universitárias, e é atualmen­
te um acadêmico e estudioso do Institu­
to Hoover, da Universidade Stanford. 
Thomas Sowell tem publicado arcigos e 
ensaios tanto em periódicos acadêmicos 
quanto nos veículos de mídia mais popu­
lares, como o Wa/1 Street ]ournal, a Forbes 
e a revista Fortune, além de escrever uma 
coluna independente que é publicada em 
jornais de vários lugares dos Estados Uni­
dos. De sua autoria a Editora É também 
publicará Conflito de Visões. 
Imagem da capa: Figures Walking Through Book 
© Images.com/Corbis/Corbis (DC)/Latinstock 
COLEÇÃO 
RBERtURR 
CULtURAL 
Este é um estudo sobre o grande peso que têm os intelectuais, 
cujas atividades afetam sobejamente, como classe organizada, as 
sociedades modernas, moldando o clima de opinião pública de forma 
decisiva, sob cuja influência são desenvo lvidas as políticas oficiais 
sobre as mais variadas questões, abarcando os campos da economia, 
do direito, da guerra c da paz. 
A tese dl' Os l11telectuais e a Sociedade é de que a influência hoje 
l'Xercida pelos intelectuais não é apenas maior do que foi no 
passado, mas assume, também, uma forma diferente do modelo 
concebido por pensadores como Maquiavel, os quais buscavam 
intluenciar diretamente os governantes. Não é por meio de uma 
interkrl·ncia direta sobre as opiniões dos líderes e senhores do poder 
que os intelectuais modernos têm atuado e alterado mais o curso 
dos evl'ntos, mas por uma ação principal focada na formação e na 
condução de uma opinião pública. Mesmo os líderes de governo que 
alimemam certo desprezo pelos intelectuais tiveram que se curvar ao 
clima de opinião pública formado pelos últimos. 
Os lntelcctllais e a Sociedade não é uma obra que apenas examina 
a agenda e o histúrico dos intelectuais, mas também analisa os 
incentivos c as restrições sob os quais suas visões e concepções 
cmergir<llll. Um dos aspl'Ctos mais surpreendentes deste estudo 
de Sowell r o faro de ele provar não só a altíssima frequência de 
cquívon>s cometidos pelos intelectuais, mas como esses erros têm sido 
a hsolura mente desastrosos par a a sociedade, em suas falsas prescrições 
pam curar os males do mundo. No entanto, essas visões equivocadas 
nilo são alteradas, apenas recicl ,1das, mesmo diante de evidC·ncins 
empíricas que têm atestado os desastres provocados por das. 
iillilliíili!1~rrm11 ~~ 
9 788580 330182 
COLEÇÃO 
HBERtURH 
CULtURAL 
Impresso no Brasil, dezembro de 201 1 
Título original: Intellectuals and Society 
Copyright © 2009 by Thomas Sowell. 
Tradução publicada a partir de acordo com Basic Books, 
membro do Perseus Books Group. 
Os direitos desta edição pertencem a 
É Realizações Editora, Livraria e Distribuidora Ltda. 
Caixa Postal: 45321 · 040 1 0 970 ·São Paulo SP 
Telefax: ( 55 1 1 ) 5572 5363 
e@erealizacoes.com. br · www.erealizacoes.com. br 
Editor 
Edson Manoel de Oliveira Filho 
Gerente editorial 
Gabriela Trevisan 
Revisão técnica 
Prof. Galo Lopez Noriega 
Preparação 
Luciane Gomide 
Revisão 
Amandina Morbeck 
Liliana Cruz 
Capa e proieto gráfico 
Mauricio Nisi Gonçalves I Estúdio É 
Pré-impressão e impressão 
Cromosete Gráfica e Editora 
Reservados todos os direitos desta obra. Proibida toda e qualquer 
reprodução desta edição por qualquer meio ou forma, seja ela 
eletrônica ou mecânica, fotocópia, gravação ou qualquer outro 
meio de reprodução, sem permissão expressa do editor. 
OS INTELECTUAIS 
E A SOCIEDADE 
Thomas Sowell 
TR:\DU(AO DF MAURÍCIO G. RIGHI 
• 
Realizações 
Editora 
SUMÁRIO 
Prefácio ..................................................................................................... 7 
Agradecimentos ....................................................................................... 1 1 
Capítulo 1 O Intelecto e os Intelectuais ................................................ 1 5 
Capítulo 2 Conhecimento e Noções ..................................................... 29 
Capítulo 3 Os Intelectuais e a Ciência Econômica ................................ 65 
Capítulo 4 Os Intelectuais e as Visões de Sociedade ........................... 125 
Capítulo 5 I Realidade Paralela na Mídia e no Mundo Acadêmico ...... 1 89 
Capítulo 6 Os Intelectuais e a Justiça ................................................. 24 7 
Capítulo 7 Os Intelectuais e a Guerra ................................................ 3 1 7 
Capítulo 8 Os Intelectuais e a Guerra: Repetindo a História .............. 377 
Capítulo 9 I Os Intelectuais e a Sociedade ............................................ 44 1 
Índice ................................... ................................................................. 493 
1 7 
Prefác io 
Provavelmente, nunca houve outro período na história no qual 
os intelectuais tenham desempenhado um papel tão extenso na socie­
dade. Quando aqueles que são responsáveis pela geração de ideias, 
os intelectuais propriamente falando, estão cercados por uma espessa 
penumbra de auxiliares, os quais disseminarão suas ideias - falo de 
jornalistas, professores, funcionários públicos, burocratas e outros 
membros que compõem a intelligentsia -, podemos, então, esperar 
que a influência dos intelectuais possa tomar, no curso da evolução 
social, proporções consideráveis ou mesmo cruciais. Essa influência 
depende, é claro, das circunstâncias adjacentes, incluindo os níveis de 
liberdade para a propagação de suas ideias, em vez de se tornarem 
meros instrumentos de propaganda, como acontece nos pa íses tota­
litários. Certamente, não haveria muito valor em se estudar as ideias 
expressas por proeminentes escritores como Ilya Ehrenburg, durante 
a época da União Soviética, uma vez que suas ideias eram simples­
mente as permitidas ou defendidas pela ditadura soviética . Portanto, 
o estudo sobre a influência dos intelectuais é, aqui, centrado nos luga­
res onde os intelectuais gozam de grande liberdade para exercer sua 
influência, ou seja, nas modernas nações democráticas . 
Por diferentes razões, este estudo sobre os padrões da atividade 
dos intelectuais dará pouca atenção a gigantes intelectuais, como Mil­
ton Friedman, assim como a outros excelentes intelectuais de menor 
eminência, simplesmente porque o professor Friedman foi, para sua 
Os I ntelectuais e a Sociedade I