ARISTOTELES, PLATAO E SOCRATES
16 pág.

ARISTOTELES, PLATAO E SOCRATES


DisciplinaFilosofia46.928 materiais788.200 seguidores
Pré-visualização3 páginas
UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA
ROSELEI RAGAZZON
SÓCRATES, PLATÃO E ARISTÓTELES
Florianópolis 
2016
ROSELEI RAGAZZON
SÓCRATES, PLATÃO E ARISTÓTELES
Trabalho sobre Sócrates, Platão e Aristóteles apresentado na primeira fase, na Unidade de Aprendizagem de Teoria do Conhecimento do curso de graduação de Direito, na Universidade do Sul de Santa Catarina.
Orientador: Prof. Ana Waley Mendonça
Florianópolis 
2016
INTRODUÇÃO
Neste trabalho serão apresentados três grandes filósofos, Sócrates, Platão e Aristóteles que foram os inauguradores da Filosofia Ocidental.
O período desses filósofos é considerado como o período áureo da Filosofia, pela imensa contribuição deles para o avanço do pensamento filosófico. Sendo importante conhecer sua biografia, vida, obras e pensamentos.
1 BIOGRAFIA DE SÓCRATES
Sócrates nasceu em Atenas, na Grécia, provavelmente em 470 a.C. ou 469 a.C., era filho de um escultor e uma parteira, de onde herdou as artes dos pais e tornou-se um escultor de almas e um parteiro de ideias. Acabou seguiu os passos de seu pai escultor, mas logo depois se devotou a filosofia, sem retorno financeiro, apesar de sua posição social ser precária.
Casado com Xântique, uma mulher bem mais jovem que ele. Sócrates nunca priorizou a família e mesmo assim teve três filhos: Lamprocles, Sophroniscus e Menexenus. Era pobre e o chamavam de vagabundo, já que trabalhava o suficiente pra sobreviver com sua família. Adorava caminhar descalço para sentir o chão e ficava horas parado pensando em alguma coisa. Sócrates estudou matemática, mas preferiu optar pelo conhecimento do homem, tentando explicar na época o que a ciência não podia explicar.
Sócrates tirava proveito de si mesmo, usando seu conhecimento e reflexão para elevar a alma ao nível das coisas supremas, já que para ele o homem deveria buscar o bem, o justo, o amor e o belo e as bases para se alcançar essa elevação era através de ética e da moral. Através da frase \u201cconhece-te a ti mesmo\u201d ele acreditava que as pessoas deveriam ter total liberdade de seus pensamentos e ideias onde a justiça deveria estar em todos os atos humanos. Considerando a justiça e moral, os homens não seriam livres, pois neste comportamento todo ato que fugisse da justiça ou moral, seriam condenados.
A essência critica e justa de Sócrates o fazia acreditar que tinha uma importante missão, a de multiplicar pessoas com sabedoria, probidade e moderação iguais a ele, levando conhecimento aos cidadãos gregos através do dialogo. Essa linha o levaria de confronto com as ideias do governo, já que defendia ideias contrariavam o funcionamento da sociedade, como boa parte das crenças religiosas, tradições e costumes não contribuíam para o intelecto dos gregos. Atraindo a atenção de muitos jovens, com suas qualidades de orador e inteligência, em função de suas ideias inovadoras pra a sociedade. O governo e a elite mais conservadora de Atenas temendo alguma mudança na sociedade começam a vê-lo com outros olhos.
Por conta desse motivo foi preso, acusado por Mileto em nome dos poetas, por Anito em nome dos artesãos e políticos e Licon em nome dos oradores, de que Sócrates pretendia corromper os jovens contra a religião e as leis da sociedade ateniense. Foi condenado a pena de morte, tendo a chance de fugir, mas acabou ficando e encarando a condenação de cabeça erguida, sempre acreditando que em hipótese alguma se questiona as ordens da Lei. 
Foi condenado a suicidar-se em sua cela, rodeado de seus amigos e discípulos no ano de 399 a. C., depois de tomar uma dose do veneno cicuta.
Sobre suas obras, Sócrates não era de escrevê-las, pois atribuía pouca importância à escrita. Segundo Pessanha (1980) \u201cA única coisa que em que acreditava era no diálogo, através de perguntas e respostas como meio de atingir a verdade, o bem e a justiça\u201d.
Sócrates: um dos mais importantes filósofos da Antiguidade.
Fonte: <http://www.estudopratico.com.br/socrates-biografia-obras-e-frases/>
\u2018	A seguir algumas de suas frases e pensamentos que ficaram conhecidas ao longo de sua vida:
\u201cSob a direção de um forte general, não haverá jamais soldados fracos\u201d.
\u201cConhece-te a ti mesmo, torna-te consciente de tua ignorância e será um sábio\u201d.
\u201cSábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância\u201d.
\u201cTransforme as pedras que você tropeça nas pedras de sua escada\u201d.
\u201cÉ melhor fazer pouco e bem, do que fazer muito e mal\u201d.
\u201cA ociosidade é que envelhece não o trabalho\u201d.
\u201cChamo de preguiçoso o homem que podia estar melhor empregado\u201d.
\u201cQuatro características deve ter um juiz: ouvir cortesmente, responder sabiamente, ponderar prudentemente e decidir imparcialmente\u201d.
\u201cO que deve caracterizar a juventude é a modéstia, o pudor, o amor, a moderação, a dedicação, a diligência, a justiça e a educação. São estas as virtudes que devem formar o seu carácter\u201d.
2 BIOGRAFIA DE PLATÃO
Platão era o seu apelido, dado por ter seus ombros largos, acredita-se que seu nome verdadeiro era Arístocles. Nasceu em Atenas provavelmente no ano de 437 a. C. e morreu em 347 a.C., foi discípulo de Sócrates e mestre de Aristóteles. Pertencia há uma família rica, de antiga e nobre linhagem de aristocratas. 
Conheceu seu mestre Sócrates aos vinte anos e conviveu com ele oito anos, já que Sócrates era pelo menos quarenta anos mais velho que Platão. Como discípulo de Sócrates, foi influenciado pelas ideias e maneira que o mestre tinha de ensinar, dialogando e expondo-as para as pessoas. Sócrates era o principal personagem dos diálogos de Platão.
As ideias de Platão são dividas em momentos, num se preocupava em defender seu mestre, já que seus primeiros livros são influenciados por Sócrates, defendendo virtudes e demonstrando falsas analises sobre o tema discutido onde seu interesse era o de levar as pessoas a pensar sobre determinado assunto.
Em outro momento ele passa a buscar conceitos mais profundos e a desenvolver ideias próprias, começando pelo dialogo Fédon, afirmando existir um Bom, um Belo, um Grande em si, significando que existem ideias independentes do pensar humano. Sendo que essas ideias não são materiais, mas são reais e perfeitas, ou seja, são eternas e não se alteram. Se há um conhecimento, que não seja a opinião, este não esta no mundo em que podemos perceber. O conhecimento esta em relembrar as ideias do \u201cmundo inteligível\u201d, comtempladas pela alma antes de ser prisioneira do corpo. Para Celeti (2016) \u201cPlatão trabalha sempre esta noção das ideias como o ideal a ser alcançado e trabalha próximo a isso em sua teoria do conhecimento.\u201d.
Em 387 a.C., fundou uma escola de filosofia, a Academia, com ao ideia de recuperar e desenvolver as ideias e pensamentos socráticos. Passou um tempo em Siracusa, a convite do Rei Dionísio, ensinando filosofia na corte.
Após esse período retorna a Atenas, onde passa a comandar e administrar a Academia, gastando seu tempo no estudo e pesquisa em diversas áreas: ciências, matemática, retórica e filosofia. 
Na alegoria o Mito da Caverna, do livro A República, Platão nos mostra que vivemos como prisioneiros em um mundo de sombras, ignorância e ilusão, mas que podemos mudar isso através de nossa curiosidade em conhecer as coisas, os objetos sensíveis. Podemos ir além combatendo o sol, já que as ideias são o ideal máximo do conhecimento.
A maioria das obras de Platão foi escrita em formas de diálogos, era uma maneira que ele encontrou de expressar e expor suas ideias de uma forma mais direta às pessoas. A seguir suas principais obras:
 Apologia a Sócrates
 Fedro
 Leis
 Fédon
 Político
 Sofista
 Mênon
 Epístolas
 Epidômite
 Crítias
 Filebo
 Timeu
 Teeteto
 Hiparco
Platão acreditava que através do conhecimento era possível controlar os instintos, a ganância e a violência. O acesso aos valores da sociedade seria um antídoto contra o
Estácio
Estácio fez um comentário
língua portuguesa
1 aprovações
Carregar mais