A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Teorias Cognitivas

Pré-visualização | Página 1 de 1

Centro Universitário 
Curso de Psicologia 
Disciplina: Psicologia da Aprendizagem 
Professora: Alia M. Barrios González 
1 
 
 
 
PSICOLOGIA DA APRENDIZAGEM 
Unidade 02 
Teorias Cognitivas 
 
 
A PERSPECTIVA COGNITIVA 
 
-Envolve diferentes abordagens teóricas que têm em comum a concepção de aprendizagem como 
um processo de relação do sujeito com o mundo externo, incidindo na sua organização cognitiva. 
 
-Entende por cognição o processo através do qual conhecemos e atribuímos significados à 
realidade, a partir de experiências sensoriais, representações, pensamentos e lembranças. 
 
-Entende a aprendizagem como resultado de uma reorganização da percepção, da personalidade e 
das estruturas mentais do indivíduo. 
 
-Enfatiza a papel ativo do indivíduo no seu processo de aprendizagem, no processamento dos 
conteúdos, informações e conhecimentos assimilados. 
 
 
TEORIAS COGNITIVAS 
 
Entre as Teorias Cognitivas, destacam-se os seguintes modelos teóricos e metodológicos: 
 
-A Teoria da Aprendizagem Social de Albert Bandura. 
 
-A Teoria da Aprendizagem Significativa de David Ausubel. 
 
-A Teoria da Aprendizagem de Jerome Bruner. 
 
 
 
A Teoria da Aprendizagem Social 
 
-Existem determinadas formas de aprendizagem que acontecem a partir da observação de 
comportamentos de outros indivíduos, não sendo necessário submeter o aprendiz a algum tipo de 
reforço. Ou seja, a aprendizagem pode acontecer por observação ou imitação de um modelo. 
 
 
 
Centro Universitário 
Curso de Psicologia 
Disciplina: Psicologia da Aprendizagem 
Professora: Alia M. Barrios González 
2 
 
 
-A imitação não é uma cópia fiel do modelo observado, pois o sujeito seleciona quais os 
comportamentos que serão imitados e como, a partir de fatores pessoais (cognitivos e 
emocionais) e contextuais. 
 
-Os modelos imitados podem ser modelos da vida real ou modelos simbólicos (e.g. personagens 
de livros, filmes, etc.). Tanto os modelos, quanto os comportamentos imitados podem ter um 
significado afetivo para o indivíduo. 
 
-A teoria da aprendizagem social enfatiza a possibilidade de uma aprendizagem a partir da 
observação do comportamento/reforço de outras pessoas (modelos) em situações sociais. Quando 
a criança observa a ação social de um indivíduo (modelo) e observa, também, o reforço que esse 
indivíduo/modelo recebe pelo seu comportamento, ela pode estabelecer uma relação causa-efeito, 
ficando com uma noção das prováveis conseqüências de certos comportamentos. 
 
-A aprendizagem por imitação ou observação acontece através de quatro processos 
inter-relacionados: 
 
 
1.Atenção: Consiste na observação atenta dos estímulos por parte do sujeito, o qual deverá 
selecionar os mais importantes, diferenciando aqueles traços distintivos da conduta do modelo. 
 
2.Retenção: O comportamento do modelo é armazenado ativamente na memória. Dessa forma, 
mesmo na ausência do modelo o sujeito pode reproduzir o comportamento modelado. 
 
3.Desempenho: Quando o sujeito aceita para si o comportamento do modelo como adequado, de 
modo a poder reproduzi-lo. 
 
4.Motivação e Reforço: O comportamento do sujeito vai defrontar-se com conseqüências que vão 
aumentar ou reduzir sua freqüência, ou seja, reforçá-lo. O comportamento vai ser controlado 
pelas conseqüências externas e pelo auto-reforço. 
 
Segundo a Teoria da Aprendizagem Social, no contexto da aprendizagem escolar é 
importante: 
 
-Que o professor ofereça diferentes modelos de observação para o aluno. 
 
-Que os modelos oferecidos estejam de acordo com as capacidades dos alunos, de forma que o 
modelo possa ser imitado. 
 
-Que o professor se constitua um modelo de referência para o aluno. 
 
 
 
Centro Universitário 
Curso de Psicologia 
Disciplina: Psicologia da Aprendizagem 
Professora: Alia M. Barrios González 
3 
 
 
A Teoria da Aprendizagem Significativa 
 
-A aprendizagem é um processo de organização das informações e de integração dos conteúdos à 
estrutura cognitiva do aluno. 
 
-A aprendizagem pode ser classificada em memorística ou significativa. 
 
-A Aprendizagem Memorística: Acontece quando as informações chegam ao aluno sem nenhum 
tipo de conexão ou associação com os conceitos já existentes em sua estrutura cognitiva. 
Por exemplo: 
O professor apresenta o conceito de substantivo, sem estabelecer uma relação com outros 
conhecimentos ou conceitos já aprendidos. A ênfase está na memorização do conceito. 
 
-A Aprendizagem Significativa: Acontece quando as informações chegam ao aluno 
relacionando-se com conceitos claros e disponíveis na estrutura cognitiva, sendo assimilados por 
essa estrutura cognitiva. 
Por exemplo: 
O professor apresenta o conceito de substantivo, estabelecendo uma relação com outros 
conhecimentos ou conceitos já aprendidos. A ênfase está na relação, na articulação entre as 
informações e conhecimentos. 
 
 
Existem três condições essenciais para que o aluno possa aprender de forma significativa: 
 
1. O conteúdo a ser aprendido deve possuir uma lógica que lhe aporte significado, de modo a ser 
organizado e estruturado. 
 
2. Deve existir uma relação significativa entre o conteúdo a ser aprendido e os conhecimentos 
que o aluno já traz consigo sobre o assunto. 
 
3. O aluno deve estar motivado, deve desejar conscientemente aprender de forma significativa. 
 
Para que a aprendizagem significativa aconteça, o professor deve: 
 
-Apresentar um material introdutório, que sirva como ‘uma ponte’ entre as informações novas e 
as informações já aprendidas. 
 
-Observar o nível de conhecimento e de desenvolvimento cognitivo do aluno. 
 
-Oferecer definições claras dos conceitos. 
 
Centro Universitário 
Curso de Psicologia 
Disciplina: Psicologia da Aprendizagem 
Professora: Alia M. Barrios González 
4 
 
 
-Possibilitar que os alunos reformulem os conceitos aprendidos com suas palavras. 
 
A Teoria da Aprendizagem de Bruner 
 
-A aprendizagem consiste no processo de elaboração de categorias (ou conceitos) por parte dos 
indivíduos. 
 
-As categorias ou conceitos elaborados servem para organizar e transformar as categorias e 
conceitos já aprendidos, garantindo uma interação adequada com o meio. 
 
-As categorias já aprendidas têm um papel fundamental na elaboração de novas categorias. Elas 
são a base das categorias novas. 
 
Para que a aprendizagem de novas categorias aconteça: 
 
1. O aluno deve ter uma participação ativa no processo de ensino-aprendizagem. Ele deve ter a 
oportunidade de testar hipóteses, de experimentar, e de tomar decisões. 
 
2. O professor deve facilitar a investigação, a experimentação e a descoberta por parte do aluno, 
através de atividades participativas. 
 
3. O professor precisa conhecer e respeitar o nível de desenvolvimento cognitivo dos alunos, 
adequando os conteúdos ao nível cognitivo e à linguagem deles. 
 
4. O currículo deve ser apresentado em espiral. Ou seja, avançando para conteúdos mais 
complexos e, ao mesmo tempo, retomando os conteúdos anteriores. 
 
5. A metodologia das aulas deve privilegiar a resolução de problemas por parte dos alunos, 
facilitando os desafios e descobertas cognitivas. 
 
 
Outras Perspectivas Cognitivistas 
 
A Teoria dos Mapas Conceituais desenvolvida por Joseph Novak, a partir da Teoria da 
Aprendizagem Significativa de Ausubel. 
 
 
 
Os Mapas Conceituais são instrumentos que facilitam a organização dos conceitos que o aprendiz 
já possui e os conceitos adquiridos, estabelecendo relações de significado entre tais conceitos.