A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Questões para revisão - ABS 1 e 2

Pré-visualização | Página 1 de 5

ABS 1 
 
UFC / HUWC 2011 
http://www.resmed.ufc.br/resmed2011/download/provas/ACESSO_DIRETO.pdf 
http://www.resmed.ufc.br/resmed2011/download/gabarito/gabarito_acesso_direto.pdf 
 
1. Em que consiste o território na Atenção Primária em Saúde? 
 
a. Corresponde à área de abrangência de um bairro. Possui dimensões econômicas, políticas, 
culturais e epidemiológicas que variam ao passar do tempo. 
b. É um espaço em permanente construção e reconstrução, produto de uma dinâmica social. A 
realidade de saúde da população é estática, daí a compreensão do processo saúde-doença. 
c. É espaço de vida pulsante, de solidariedade e de busca de consensos, projetos, sonhos e 
realizações. Não há conflitos ou disputa por interesses diferentes. 
d. É definido com base em critérios administrativos, assistenciais e organizacionais da 
população local. Por isso, é um espaço de co-responsabilidade pela saúde entre população e 
serviço. 
e. São definidas pela lógica da homogeneidade (ambiental, geográfica, socioeconômica, 
sanitária, cultural, etc.) para facilitar o processo administrativo. 
 
2. Qual a definição de incidência de um agravo em saúde (doença, sintoma, etc..)? 
 
a. É a quantificação do número de casos novos em uma população sob risco durante um 
determinado intervalo de tempo. 
b. É a quantificação do número total de casos em uma população sob risco durante um 
momento específico no tempo. 
c. Representa a probabilidade de um indivíduo sem o agravo vir a desenvolvê-lo durante sua 
vida. 
d. Representa a probabilidade de um indivíduo com o agravo vir a deixar de apresentá-lo 
durante sua vida. 
e. É a proporção de indivíduos que apresentam determinado agravo em um determinado 
período do tempo. 
 
6. Qual característica diferencial está correta quando se compara a organização dos serviços 
de saúde baseados na Atenção Primária com aqueles que não o são? 
 
a. É menos satisfatório para a população. 
b. É mais barato para os investimentos em saúde. 
c. É menos efetivo na resolução dos problemas de saúde. 
d. É mais centralizador no planejamento das ações. 
e. É menos equitativo na atenção em saúde. 
9. Dentre as diretrizes do SUS, qual delas versa sobre o acesso aos serviços de saúde por 
toda a população em condições de igualdade, não importando o gênero, a situação econômica, 
social, cultural ou religiosa, mas podendo haver uma discriminação positiva em casos 
especiais, em que a prioridade deve ser dada a quem tem mais necessidades? 
 
a. Equidade. 
b. Universalidade. 
c. Hierarquização. 
d. Integralidade. 
e. Controle social. 
 
10. Qual o principal objetivo na promoção à saúde do idoso? 
 
a. Aumento da capacidade cognitiva. 
b. Ausência de patologias clínicas. 
c. Aumento da capacidade física. 
d. Oferecimento de centros de reclusão. 
e. Manutenção da independência social. 
SURCE 2013 
http://www.resmedceara.ufc.br/2013/docs/provas/PROVA_ACESSO_DIRETO.pdf 
http://www.resmedceara.ufc.br/2013/docs/gabaritos/GABARITO_ACESSO_DIRETO.pdf 
 
76. Em uma reunião com a sua equipe de saúde da família para planejamento das visitas 
domiciliares, um problema é evidenciado pelos agentes comunitários de saúde: “Temos muitos 
pacientes que precisam de atenção domiciliar. A equipe não conseguirá visitar todos os 
pacientes”. O médico de família propõe a aplicação de um questionário para avaliar o risco e a 
vulnerabilidade das famílias para que a equipe possa decidir quais devem ser prioritariamente 
visitadas e por quais integrantes da equipe de saúde. Qual princípio ou diretriz do Sistema 
Único de Saúde está sendo garantida? 
A) Equidade. 
B) Integralidade. 
C) Hierarquização. 
D) Universalidade. 
E) Participação comunitária. 
 
77. A gestão da clínica realizada pelas equipes de saúde da família (ESF) influencia na 
qualidade dos serviços de Atenção Primária à Saúde (APS). Qual característica da organização 
do processo de trabalho proporciona uma APS de qualidade? 
A) Ênfase na prevenção primária e em problemas crônicos. 
B) Acesso fácil a consultas não agendadas com os profissionais da ESF. 
C) Priorização de alguns grupos populacionais com foco na vigilância à saúde. 
D) Agendamento e reagendamento de consultas para a maior parte dos usuários. 
E) Organização da clínica por programas (hipertensão, diabetes, tuberculose e etc). 
 
UFRN 2009 
http://www.comperve.ufrn.br/conteudo/concursos/residencia2009/provas/PO104.pdf 
http://www.comperve.ufrn.br/conteudo/concursos/residencia2009/gabaritos/104.php 
 
58. No Sistema Único de Saúde do Brasil, são funções de uma unidade básica de saúde: 
A) constituir-se na porta de entrada de todos os problemas da população abrangida, inclusive 
os de urgência/emergência. 
B) promover atenção primaria à saúde, ou cuidados essenciais para as populações de áreas 
que abrangem populações menos privilegiadas socioeconomicamente. 
C) propiciar a assistência médica básica, com ênfase na atenção secundária de saúde, 
encaminhando casos especiais para hospitais. 
D) oferecer serviços médicos, de complexidade adequada à realidade epidemiológica da 
população abrangida, e servir de canal de encaminhamento dos casos que demandem 
assistência especializada, inclusive hospitalar. 
 
60. Acerca do Programa Saúde da Família, pode-se afirmar: 
A) Baseia-se na interiorização do médico de família. 
B) Utiliza os princípios da territorialização e vigilância à saúde. 
C) Preconiza técnicas de baixo custo para aplicação exclusiva em grupos mais carentes. 
D) Relaciona-se com os recursos do SIH/SUS. 
UFRN 2010 
http://www.comperve.ufrn.br/conteudo/concursos/residencia2010/provas/ProvaGeral.pdf 
http://www.comperve.ufrn.br/conteudo/concursos/residencia2010/gabaritos/104.php 
 
41. As Secretarias Municipais de Saúde e o Distrito Federal têm várias competências, no que 
diz respeito às responsabilidades de cada esfera de governo com a Atenção Básica. Considere 
as competências enumeradas abaixo: 
 
I. organizar, executar e gerenciar os serviços e ações de Atenção Básica, de forma universal, 
dentro de seu território, incluindo as unidades próprias e as cedidas pelo estado e pela União. 
II. inserir, obrigatoriamente, a estratégia de Saúde da Família na rede de serviços, visando à 
organização sistêmica da atenção à saúde. 
III. estimular e viabilizar a capacitação e a educação permanente dos profissionais das equipes. 
 
Dentre as competências enumeradas, 
A) apenas a II está incluída corretamente. 
B) I e II estão incluídas corretamente. 
C) I e III estão incluídas corretamente. 
D) apenas a III está incluída corretamente. 
42. É correto afirmar que a promoção da saúde 
A) supõe a instituição de uma nova ordem governativa, seja do setor saúde, da cidade ou do 
país, com uma tecnologia de gestão simplificada, setorial e centralizada que permita o 
desenvolvimento econômico e social sustentável. 
B) deve pautar suas ações pelas questões de saúde, nas quais os aspectos assistenciais 
assumem relevância, para o alívio de problemas decorrentes de múltiplas causas. 
C) incentiva formas de participação direta dos cidadãos no planejamento, na execução e na 
avaliação dos projetos, fortalecendo práticas individualistas e medicalizantes. 
D) visa à construção de espaços de vida mais eqüitativos, o que implica analisar os territórios 
onde as pessoas habitam, detectar os grupos humanos em situação de exclusão e dirigir 
políticas públicas de modo a discriminar positivamente esses grupos. 
 
43. O Sistema Único de Saúde — SUS, estabelecido legalmente no Brasil pela Constituição 
Federal de 1988, é regido por alguns princípios e diretrizes. Três desses princípios são: 
A) eqüidade, duplicidade de meios e hierarquização. 
B) centralização, utilização da epidemiologia e regionalização. 
C) eqüidade, universalidade e integralidade. 
D) regionalização, centralização e individualidade das ações. 
 
44. Na Constituição

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.