A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
417 pág.
livro laboratório ipv6 nicbr

Pré-visualização | Página 15 de 50

ao representado pela Figura 1.74.
Figura 1.74: visualização do arquivo de configuração do radvd gerado pelo
dibbler-client.
i
i
i
i
i
i
i
i
DHCPV6 PREFIX DELEGATION 87
5. Na sequência, efetue paralelamente:
(a) A coleta dos pacotes trafegados na interface eth0 de n3HostA. As instru-
ções de coleta de pacotes utilizando tcpdump ou Wireshark se encontram
no Apêndice C.
(b) Efetue os seguintes passos enquanto a coleta é realizada:
i. Abra um terminal de n2Router e valide o arquivo de configuração do
serviço radvd gerado pelo dibbler-client:
# radvd -c -C /etc/dibbler/radvd.conf
O resultado do comando é representado pela Figura 1.75.
Figura 1.75: resultado da validação do arquivo de configuração do serviço
radvd.
ii. Ainda no terminal de n2Router, inicie o serviço radvd. Utilize o arquivo
de configuração gerado pelo dibbler-client, com o comando:
# radvd -C /etc/dibbler/radvd.conf
O resultado do comando é representado pela Figura 1.76.
Figura 1.76: resultado da inicialização do serviço radvd.
iii. Espere alguns segundos, p. ex. 10s.
Dentro do tempo esperado, os nós n3HostA e n4HostB receberam os prefi-
xos anunciados pelo roteador.
iv. Verifique a atribuição de endereço IPv6 de escopo global nos nós n3HostA
e n4HostB e as rotas adquiridas pelos mesmos. As instruções de verifi-
cação de endereços atribuídos e as rotas configuradas se encontram no
Apêndice C.
i
i
i
i
i
i
i
i
88 FUNCIONALIDADES BÁSICAS
Note que n3HostA gerou um endereço IPv6 de escopo global baseado
em um prefixo /64, enquanto que n4HostB gerou um endereço IPv6 de
escopo global baseado em outro prefixo /64. Tais atribuições podem ser
verificadas com o arquivo de configuração verificado no passo 4, uma vez
que n3HostA está diretamente conectado à interface eth1 do roteador e
n4HostB está diretamente conectado à interface eth2 do roteador.
v. Verifique a atribuição de endereço IPv6 no roteador e suas rotas confi-
guradas. As instruções de verificação de endereços atribuídos e as rotas
configuradas se encontram no Apêndice C.
vi. Abra um terminal de n3HostA e verifique a conectividade IPv6 com
n4HostB:
# ping6 -c 4 [endereco-n4HostB]
O resultado do comando é representado pela Figura 1.77.
Figura 1.77: verificação de conectividade entre n3HostA e n4HostB.
Observe que o endereço de n4HostB pode variar por se tratar de
um mecanismo dinâmico. No exemplo, o endereço IPv6 de n4HostB é
2001:db8:cafe:f14:200:ff:feaa:5.
6. Efetue a análise dos pacotes coletados. Aplique o filtro dhcpv6 no
Wireshark e procure pelos pacotes Solicit, Advertise, Request e Reply.
Analise-os e veja se os dados contidos nos pacotes conferem com o que
foi passado na teoria.
i
i
i
i
i
i
i
i
DHCPV6 PREFIX DELEGATION 89
Campos importantes do pacote Solicit, representado pela Figura 1.78:
Figura 1.78: pacote Solicit mostrado no Wireshark.
Destination (camada Ethernet)
O destino é o endereço (33:33:00:01:00:02), sendo que o prefixo 33:33
indica que a mensagem é um multicast na camada Ethernet. O sufixo
00:01:00:02 indica os últimos 32 bits do endereço multicast IPv6 da
mensagem.
Source (camada Ethernet)
A origem é o endereço MAC da interface do dispositivo que enviou a
solicitação (00:00:00:aa:00:01).
Type (camada Ethernet)
Indica que a mensagem utiliza IPv6.
Next header (camada IPv6)
Indica qual é o próximo cabeçalho. Neste caso, o valor 17 (0x11)
refere-se a uma mensagem UDP.
i
i
i
i
i
i
i
i
90 FUNCIONALIDADES BÁSICAS
Source (camada IPv6)
A origem é o endereço IP de link-local da interface diretamente co-
nectada ao enlace em que se fez a solicitação (fe80::200:ff:feaa:1).
Destination (camada IPv6)
O destino é o endereço multicast all-dhcp-agents (ff02::1:2).
Source port (camada UDP)
Indica a porta utilizada pelo serviço dhcpv6-client. Neste caso o valor
é 546.
Destination port (camada UDP)
Indica a porta utilizada pelo serviço dhcpv6-server. Neste caso o valor
é 547.
Message type (camada DHCPv6)
Indica por meio do valor 1 que o tipo de mensagem é Solicit.
Client identifier (camada DHCPv6)
Contém dados da identificação única do cliente baseada no endereço
físico.
Identity Association for Prefix Delegation (camada DHCPv6)
Identifica a requisição de um prefixo IPv6 para o servidor.
Campos importantes do pacote Advertise, representado pela Figura 1.79:
Destination (camada Ethernet)
O destino é o endereço MAC da máquina solicitante
(00:00:00:aa:00:01).
Source (camada Ethernet)
A origem é o endereço MAC da interface da máquina que enviou a
resposta (00:00:00:aa:00:00).
Type (camada Ethernet)
Indica que a mensagem utiliza IPv6.
Next header (camada IPv6)
Indica qual é o próximo cabeçalho. Neste caso, o valor 17 (0x11)
refere-se a uma mensagem UDP.
Source (camada IPv6)
A origem é o endereço IP de link-local da interface do dispositivo que
enviou a mensagem, ou seja, do servidor DHCP6 (fe80::200:ff:feaa:0).
i
i
i
i
i
i
i
i
DHCPV6 PREFIX DELEGATION 91
Figura 1.79: pacote Advertise mostrado no Wireshark.
Destination (camada IPv6)
O destino é o endereço unicast de link-local da máquina solicitante
(fe80::200:ff:feaa:1).
Source port (camada UDP)
Indica a porta utilizada pelo serviço dhcpv6-server. Neste caso o valor
é 547.
Destination port (camada UDP)
Indica a porta utilizada pelo serviço dhcpv6-client. Neste caso o valor
é 546.
Message type (camada DHCPv6)
Indica por meio do valor 2 que o tipo de mensagem é Advertise.
Identity Association for Prefix Delegation (camada DHCPv6)
Identifica o uso do prefixo IPv6 entregue para o cliente.
IA Prefix
Contém o prefixo e as configurações que o cliente deve utilizar em
sua autoconfiguração, que neste caso é (2001:db8:cafe:f00::/56).
i
i
i
i
i
i
i
i
92 FUNCIONALIDADES BÁSICAS
Client identifier (camada DHCPv6)
Contém dados da identificação única do cliente baseada no endereço
físico.
Server identifier (camada DHCPv6)
Contém dados da identificação única do servidor baseada no endereço
físico.
Campos importantes do pacote Request, representado pela Figura 1.80:
Figura 1.80: pacote Request mostrado no Wireshark.
Destination (camada Ethernet)
O destino é o endereço (33:33:00:01:00:02), sendo que o prefixo 33:33
indica que a mensagem é um multicast na camada Ethernet. O sufixo
00:01:00:02 indica os últimos 32 bits do endereço multicast IPv6 da
mensagem.
Source (camada Ethernet)
A origem é o endereço MAC da interface do dispositivo que enviou a
requisição (00:00:00:aa:00:01).
i
i
i
i
i
i
i
i
DHCPV6 PREFIX DELEGATION 93
Type (camada Ethernet)
Indica que a mensagem utiliza IPv6.
Next header (camada IPv6)
Indica qual é o próximo cabeçalho. Neste caso, o valor 17 (0x11)
refere-se a uma mensagem UDP.
Source (camada IPv6)
A origem é o endereço IP de link-local da interface do dispositivo que
enviou a mensagem, ou seja, do cliente (fe80::200:ff:feaa:1).
Destination (camada IPv6)
O destino é o endereço multicast all-dhcp-agents (ff02::1:2).
Source port (camada UDP)
Indica a porta utilizada pelo serviço dhcpv6-client. Neste caso o valor
é 546.
Destination port (camada UDP)
Indica a porta utilizada pelo serviço dhcpv6-server. Neste caso o valor
é 547.
Message type (camada DHCPv6)
Indica por meio do valor 3 que o tipo de mensagem é Request.
Client identifier (camada DHCPv6)
Contém dados da identificação única do cliente baseada no endereço
físico.
Identity Association for Prefix Delegation (camada DHCPv6)
Identifica a confirmação do recebimento do prefixo IPv6 para o
servidor.
IA Prefix
Contém o prefixo e as configurações que o cliente deve utilizar em
sua autoconfiguração, que neste caso é (2001:db8:cafe:f00::/56).
Server identifier (camada DHCPv6)
Contém dados da identificação única do servidor baseada no endereço
físico.