27246553_APOSTILA_COMPLETA_DIREITO_PROCESSUAL_DO_TRABALHO.pdf
155 pág.

27246553_APOSTILA_COMPLETA_DIREITO_PROCESSUAL_DO_TRABALHO.pdf


DisciplinaDireito Processual do Trabalho I5.186 materiais60.952 seguidores
Pré-visualização50 páginas
36220 do TST). Art. 23,§ 5.º, da Lei 8.036/90 \u2013 FGTS. 
- A reclamação, ainda que arquivada, interrompe o prazo prescricional, 
Enunciado n.º 268 do TST. 
- A prescrição, no Processo do Trabalho, deve ser argüida na contestação, 
sob pena de preclusão, ou na instância ordinária (Enunciado 153 do TST21 
2- Contestação: inexiste prazo para apresentar contestação em cartório. A 
ação deve ser contestada em audiência no prazo de 20 minutos, se for 
oralmente, ou por escrito (art. 847 da CLT); 
 
19 Enunciado N.º 95 do TST \u2013 PRESCRIÇÃO - É trintenária a prescrição do direito de reclamar contra o 
não recolhimento da contribuição para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. (RA 44/80 - DJU 
15.05.1980) 
20 Enunciado N.º 362 do TST - FGTS \u2013 PRESCRIÇÃO - Extinto o contrato de trabalho, é de dois anos o 
prazo prescricional para reclamar em Juízo o não-recolhimento da contribuição do Fundo de Garantia do 
Tempo de Serviço. (RA 90/99 - DJU 03.09.1999) 
21 Enunciado n.º 153 do TST \u2013 PRESCRIÇÃO - Não se conhece de prescrição não argüida na instância 
ordinária. (Ex-prejulgado nº 27).(RA 102/82 - DJU 11.10.1982) 
 32 
3- Manifestação sobre documentos, no rito sumaríssimo, na audiência, 
como regra geral, podendo haver interrupção da audiência para tal 
desiderato, a critério do juiz (art. 852-H, § 1.º, da CLT); no rito ordinário, 
se abrirá vista à contraparte para que, no prazo assinado pelo Juiz, se 
manifeste sobre a forma e o conteúdo dos documentos acostados com a 
defesa, sob pena de preclusão, o qual começa a fruir a partir do dia imediato 
à audiência; Em relação aos documentos acostados com a inicial, a 
impugnação deve ocorrer na defesa, sob pena de preclusão; 
4- Recursos: os prazos foram unificados em oito dias (art. 6.º da lei n.º 
5.584/70); 
5- O prazo de contra-razões de recursos é de oito dias (art. 6.º da lei nº 
5.584/70); 
6- Embargos declaratórios: prazo de cinco dias (art. 897-A da CLT), 
Fazenda Pública o dobro (10 dias) \u2013 OJ. 192 SDI-1 TST 
7- Exceções e reconvenções: devem ser apresentadas juntamente com a 
contestação, em peças apartadas, em audiência; 
8- Depósito recursal: o pagamento e a comprovação do depósito recursal 
deve ser feito no prazo do recurso, ou seja, nos oito dias (art. 7.º da Lei n.º 
5.584/70 e Enunciado n.º 245 do TST22); 
9- As custas serão pagas até a data da interposição do recurso. 
10- Embargos à execução não é recursos, mas ação. O prazo para seu 
oferecimento é de cinco dias (art. 884 da CLT), o entendimento atual é no 
sentido de que esse prazo é de 30 dias, para a Fazenda Pública, por força 
do art. 1.º - B da Lei 9.494/97); 
11- O correio tem prazo de 48 horas para devolver ao Tribunal ou à Vara a 
notificação postal, quando o destinatário não for encontrado ou caso de 
recusa do recebimento (parágrafo único do art. 774 da CLT); 
12- Se o empregado faz reclamação verbal, tem cinco dias para comparecer ao 
cartório ou secretaria para reduzir a reclamação a termo (parágrafo único do 
art. 786 da CLT); 
13- As nulidades devem ser alegadas à primeira vez em que a parte tiver de 
falar em audiência ou nos autos (art. 795 da CLT); 
14- Na exceção da incompetência o exceto tem 24 horas de prazo para 
manifestar sobre a exceção (art. 800 da CLT); 
15- A exceção de suspeição deve ser instruída e julgada em 48 horas (art. 802 
da CLT); 
16- A audiência não pode durar mais de cinco horas seguidas, salvo se a matéria 
tratada for urgente (art. 813 da CLT); 
17- Se a audiência for designada em outro local, deve-se fixar edital na sede da 
Vara, com a antecedência mínima de 24 horas (§ 1º do art. 813 da CLT); 
18- Não comparecendo o juiz à audiência, os presentes poderão se retirar após 
15 minutos da hora marcada (parágrafo único do art. 815 da CLT); o 
advogado poderá retirar-se após 30 minutos do horário designado se a 
autoridade que deva presidir o pregão ainda não tiver comparecido (art. 7.º, 
XX da lei nº 8.906); 
 
22 Enunciado Nº 245 do TST - DEPÓSITO RECURSAL \u2013 PRAZO - O depósito recursal deve ser feito e 
comprovado no prazo alusivo ao recurso, sendo que a interposição antecipada deste não prejudica a dilação 
legal. (RA 15/85 - DJU 09.12.1985) 
 33 
19- A ação rescisória pode ser proposta em dois anos, contados do trânsito em 
julgado da decisão regra geral (art. 975 do NCPC23), última decisão no 
processo (Enunciado n.º 100 do TST24); 
20- A petição inicial deverá ser enviada ao reclamado em 48 horas (art. 841 da 
CLT); 
21- As razões finais serão oferecidas oralmente em 10 minutos na audiência 
(art. 850 da CLT); 
22- A ata do julgamento deverá ser juntada aos autos em 48 horas (§ 2º do art. 
851 da CLT); 
23- Caso o empregado estável tenha sido suspenso , o inquérito para apuração 
de falta grave deve ser proposto em 30 dias (art. 853 da CLT), sob pena de 
perdão tácito; 
24- As audiências em dissídios coletivos devem ser designadas em 10 dias 
para a tentativa de conciliação (art. 860 da CLT), 
25- Na extensão do dissídio coletivo, o prazo para que os empregados e 
empregadores se manifestem sobre a matéria não pode ser inferior a 30 dias 
nem superior a 60 dias (§ 1º do art. 870 da CLT); 
26- Na revisão de dissídio coletivo, os sindicatos e os empregadores serão 
ouvidos no prazo de 30 dias, quanto às novas condições de trabalho fixadas 
(parágrafo único do art. 874 da CLT); 
27- A execução deverá ser garantida pelo pagamento em dinheiro do valor 
devido em 48 horas, sob pena de penhora (art. 880 da CLT); 
28- A audiência em que produzirão provas nos embargos à execução será 
marcada em cinco dias (§ 2º do art. 884 da CLT); 
29- Os embargos à execução serão julgados em cinco dias (art. 885 da CLT); 
30- Nove dias para os oficiais de justiça cumprirem os atos que lhe forem 
determinados (§ 2 º do art. 721 da CLT); 
31- A notificação do reclamado deverá ser recebida nos cinco dias anteriores à 
realização da audiência, sob pena de não realização da audiência (art. 841 
da CLT). 
 
IV \u2013 Procedimentos nos dissídios individuais 
 
 
23 CPC - Art. 975. O direito à rescisão se extingue em 2 (dois) anos contados do trânsito em julgado da 
última decisão proferida no processo. § 1o Prorroga-se até o primeiro dia útil imediatamente subsequente o 
prazo a que se refere o caput, quando expirar durante férias forenses, recesso, feriados ou em dia em que não 
houver expediente forense.§ 2o Se fundada a ação no inciso VII do art. 966, o termo inicial do prazo será a 
data de descoberta da prova nova, observado o prazo máximo de 5 (cinco) anos, contado do trânsito em 
julgado da última decisão proferida no processo.§ 3o Nas hipóteses de simulação ou de colusão das partes, o 
prazo começa a contar, para o terceiro prejudicado e para o Ministério Público, que não interveio no 
processo, a partir do momento em que têm ciência da simulação ou da colusão. 
24 Enunciado Nº 100 do TST- AÇÃO RESCISÓRIA - DECADÊNCIA \u2013 PRAZO \u2013 I O prazo de 
decadência, na ação rescisória, conta-se do trânsito em julgado da última decisão proferida na causa, seja de 
mérito ou não. (RA 63/80 - DJU 11.06.1980) 
II \u2013 Havendo recurso parcial no processo principal, o trânsito em julgado dá-se em momentos e em tribunais 
diferentes, contando-se o prazo decadencial para ação rescisória do trânsito em julgado de cada decisão, 
salvo se o recurso tratar de preliminar ou prejudicial que possa tornar insuficiente a decisão recorrida, 
hipótese em que flui a decadência, a partir do trânsito em julgado da decisão que julgar o recurso parcial. 
III \u2013 Salvo se houver dúvida razoável, a interposição de recurso intempestivo ou a interposição de recurso 
incabível não protrai o termo inicial