Licitação Passo a Passo   Sidney Bittencourt   2014
796 pág.

Licitação Passo a Passo Sidney Bittencourt 2014


DisciplinaIntrodução ao Direito I97.381 materiais714.015 seguidores
Pré-visualização50 páginas
a estratégia de suprimentos, as normas de fiscalização e outros dados necessários em 
cada caso;
f) orçamento detalhado do custo global da obra, fundamentado em quantitativos de serviços e 
fornecimentos propriamente avaliados;
X \u2013 Projeto Executivo \u2013 o conjunto dos elementos necessários e suficientes à execução completa da 
obra, de acordo com as normas pertinentes da Associação Brasileira de Normas Técnicas \u2013 ABNT;
XI \u2013 Administração Pública \u2013 a administração direta e indireta da União, dos Estados, do Dis-
trito Federal e dos Municípios, abrangendo inclusive as entidades com personalidade jurídica 
de direito privado sob controle do poder público e das fundações por ele instituídas ou mantidas;
XII \u2013 Administração \u2013 órgão, entidade ou unidade administrativa pela qual a Administração 
Pública opera e atua concretamente;
XIII \u2013 Imprensa Oficial \u2013 veículo oficial de divulgação da Administração Pública, sendo para a 
União o Diário Oficial da União, e, para os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, o que 
for definido nas respectivas leis; (redação dada pela Lei nº 8.883, de 1994)
XIV \u2013 Contratante \u2013 é o órgão ou entidade signatária do instrumento contratual;
XV \u2013 Contratado \u2013 a pessoa física ou jurídica signatária de contrato com a Administração Pública;
XVI \u2013 Comissão \u2013 comissão, permanente ou especial, criada pela Administração com a função 
de receber, examinar e julgar todos os documentos e procedimentos relativos às licitações e ao 
cadastramento de licitantes.
XVII \u2013 Produtos manufaturados nacionais \u2013 produtos manufaturados, produzidos no território 
nacional de acordo com o processo produtivo básico ou com as regras de origem estabelecidas 
pelo Poder Executivo federal; (incluído pela Lei nº 12.349, de 2010)
XVIII \u2013 Serviços nacionais \u2013 serviços prestados no País, nas condições estabelecidas pelo Poder 
Executivo federal; (incluído pela Lei nº 12.349, de 2010)
SidneyBittencourt_LicitacaoPassoaPasso_7ed.indd 86 31/07/2014 10:26:26
87artiGo 6º
XIX \u2013 Sistemas de tecnologia de informação e comunicação estratégicos \u2013 bens e serviços de 
tecnologia da informação e comunicação cuja descontinuidade provoque dano significativo à 
Administração Pública e que envolvam pelo menos um dos seguintes requisitos relacionados às 
informações críticas: disponibilidade, confiabilidade, segurança e confidencialidade. (incluído 
pela Lei nº 12.349, de 2010)
Artigo 6º
1 Definições para os fins da Lei
Procurando ser didático, o artigo busca dar significação precisa aos 
termos relevantes encontrados na Lei. 
apesar de muitos doutrinadores entenderem que compete à doutrina 
essa tarefa,148 não resta dúvida de que, em alguns casos, a definição no corpo 
da norma facilita bastante a interpretação de dispositivos.
As definições se alongaram em relação ao artigo semelhante da lei 
anterior \u2014 inclusive com conceituações inseridas recentemente, em função 
das inovações trazidas pela Lei nº 12.349/2010 \u2014 sendo algumas tão escla-
recedoras que não necessitam, a nosso ver, maiores comentários. 
entretanto, merecem precaução as descrições que diferem da conceitua-
ção corriqueira, ou mesmo em função de verdadeiros defeitos, imprecisões 
e insuficiências.
2 obras e serviços
Inicialmente, pecou o legislador quando buscou definir \u201cobra\u201d, pois, 
em vez de conceituar, elencou trabalhos que conduzem ao que tentava definir 
(toda construção, reforma, fabricação, recuperação ou ampliação, realizada 
por execução direta ou indireta), repetindo defeito tão criticado na norma 
pretérita, o que não ocorreu quando da definição de serviço, na qual, além 
de breve conceito, lista algumas hipóteses. essa providência, em alguns 
casos, determina sérios problemas práticos. 
uma solução plausível \u2014 que temos adotado com sucesso \u2014, é o enten-
dimento de que a \u201cdefinição\u201d legal de obra, para fins do Estatuto, é exaustiva, 
só cabível, portanto, para as atividades elencadas. Já a definição de serviço 
(toda atividade destinada a obter determinada utilidade de interesse para a 
administração, tais como: demolição, conserto, instalação, montagem, ope-
ração, conservação, reparação, adaptação, manutenção, transporte, locação 
148 como, por exemplo, Marcos Juruena Villela souto, em palestra proferida em 1995 na escola de Magistra-
tura do rio de Janeiro.
SidneyBittencourt_LicitacaoPassoaPasso_7ed.indd 87 31/07/2014 10:26:26
88 Sidney BittencourtLicitação paSSo a paSSo
de bens, publicidade, seguro ou trabalhos técnico-profissionais) residiria na 
perfeita identificação da atividade, enquadrando-a no conceito oferecido pela 
Lei, considerando as tarefas indicadas tão somente como exemplificativas, 
pois se vale da expressão \u201ctais como\u201d. 
Ainda assim, há dificuldades de difícil desenlace, em virtude de seme-
lhança semântica. um bom exemplo envolve a hipótese de uma atividade 
de conserto a ser realizado num certo imóvel, que poderia ser considerado 
como recuperação (obra) ou reparação (serviço).
Pelo sim pelo não, convém esclarecer, visando uma perfeita identifica-
ção, que obra \u2014 consoante consagrado conceito de engenharia \u2014 consistiria 
numa realização material, e serviço, numa atividade. Havendo, entretanto, a 
conjugação dos dois, a distinção seria feita, seguindo clássica lição de Hely 
Lopes Meirelles, através da avaliação de predominância. predominando 
material sobre a mão de obra, caracterizaria a obra; ocorrendo o contrário, 
o serviço.
3 compra
A Lei foi econômica na definição de compra: toda aquisição remune-
rada de bens para fornecimento de uma só vez ou parceladamente. impende 
sublinhar, no entanto, que uma aquisição nem sempre constitui uma compra, 
porquanto, só o será quando for remunerada. através da permuta ou doação, 
por exemplo, cofigurar-se-á uma aquisição, mas jamais uma compra. Até 
mesmo a doação com encargo não se enquadra no conceito, uma vez que 
não alinha na ideia de aquisição remunerada. tampouco se pode entender 
como compra a aquisição da propriedade através de desapropriação, pois, 
nesse caso, não há o preço. apropriadamente, Marçal Justen comenta que a 
desapropriação poderia ser abrangida na definição legal, mas apenas haveria 
a compra quando a aquisição do domínio se der consensualmente:
Não se identifica a compra com a desapropriação dita \u201camigável\u201d. Nessa, o titular 
do domínio concorda com o preço ofertado pelo ente expropriante, o qual impusera, 
unilateralmente, a transferência do bem para o domínio público. na compra e venda, 
há manifestação bilateral e receptícia de vontade acerca da própria transferência 
do domínio.149
4 alienação 
A Lei define que toda transferência de domínio de bens a terceiros carac-
teriza uma alienação. segundo bem expõe o art. 17, a alienação de bens da 
149 Justen FiLHo. Comentários à Lei de Licitações e Contratos Administrativos. 11. ed., p. 95
SidneyBittencourt_LicitacaoPassoaPasso_7ed.indd 88 31/07/2014 10:26:26
89artiGo 6º
administração subordina-se à existência de interesse público devidamente 
justificado e deverá ser precedida de avaliação.
o objeto da alienação será qualquer bem da administração, inde-
pendentemente de ser de domínio público (bens da administração direta, 
autárquica e fundações de direito público) ou privado (empresas públicas, 
sociedades de economia mista e fundações públicas de direito privado). 
caso seja bem afetado a uso comum do povo ou a uso especial, deverá 
ser previamente desafetado.150 se for bem do patrimônio das entidades vin-
culadas da administração indireta, com personalidade jurídica de direito 
privado, seguirão o regime dos bens públicos disponíveis. 
5 projeto básico
dentre as disposições voltadas para a contratação de obras ou serviços, 
o estatuto trata acentuadamente do projeto básico. pela preocupação do 
legislador no sentido de bem conceituá-lo, nota-se a sua importância para 
perfeita definição do
Shayane
Shayane fez um comentário
Ei boa noite, será que tem como vc enviar o arquivo por email? shayane.sas@gmail.com, ou me chama para conversar.
0 aprovações
Shayane
Shayane fez um comentário
Ei boa noite, será que tem como vc enviar o arquivo por email? shayane.sas@gmail.com, ou me chama para conversar. Vc vai me ajudar demais
0 aprovações
danielle
danielle fez um comentário
poderia me enviar? o link n esta funcionando...
1 aprovações
Adriano
Adriano fez um comentário
a d r i a n o f o n t a n e l l i @ h o t m a i l . c o m. Pode me enviar o arquivo?
0 aprovações
Carregar mais