A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
AVS Introdução a Questão Social 14/12/13

Pré-visualização | Página 1 de 1

Avaliação: SDE0633_AVS_201308116187 » INTRODUÇÃO A QUESTÃO SOCIAL
	Tipo de Avaliação: AVS 
	Aluno: 201308116187 - AURELIO FERRAZ MEDINA 
	Professor:
	LETICIA SILVA DE OLIVEIRA FREITAS
	Turma: 9009/AI
	Nota da Prova: 5,6        Nota de Partic.: 0        Data: 14/12/2013 08:30:13 
	
	 1a Questão (Ref.: 201308248395)
	6a sem.: Desigualdade Social
	Pontos: 0,8  / 0,8 
	No período colonial e imperial, o modo de produção vigente no Brasil era o:
		
	
	capitalista
	
	escravista
	
	colonialista
	
	trabalhista
	
	feudalista
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201308248357)
	3a sem.: O Pensamento Marxista
	Pontos: 0,8  / 0,8 
	Karl Marx foi filósofo, historiador, sociólogo e economista. Sua obra foi construída voltada para a análise, a crítica e a luta para a transformação radical da sociedade capitalista e contou com um grande parceiro, que se chama: 
		
	
	Émille Durkheim 
	
	Friedrich Engels 
	
	Adam Smith
	
	David Ricardo 
	
	Max Weber
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201308331840)
	2a sem.: A questão social e o Serviço Social
	Pontos: 0,8  / 0,8 
	AS AÇÕES ANTAGÔNICAS QUE ESTÃO POSTAS ENTRE O CAPITAL E O TRABALHO CONFIGURAM A QUESTÃO SOCIAL, A PARTIR: 
		
	
	DO SÉC. XIX
	
	DO SÉC. XIV
	
	DO SÉC. XXI
	
	DO SÉC. XV
	
	DO SÉC. XX
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201308331812)
	1a sem.: A questão social e o Serviço Social
	Pontos: 0,8  / 0,8 
	Para José Paulo Netto, a gênese da questão social esta na maneira com que os homens se organizaram para produzir num determinado momento histórico, ou seja, na constituição das: 
		
	
	relações sociais burguesas
	
	relações sociais feudais
	
	relações sociais escravagistas
	
	relações sociais capitalistas
	
	nenhuma das respostas
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201308248319)
	4a sem.: Modos de Produção e Formações Sociais
	Pontos: 0,8  / 0,8 
	Sobre as classes sociais, Marx aponta a existência de duas classes fundamentais e antagônicas : a dominante e a dominada, que no capitalismo é representada pelos:
		
	
	Patrões e Burgueses
	
	Elites e não elites
	
	Servos e Senhores 
	
	Trabalhadores e Trabalhadoras
	
	Burgueses e Proletários 
	
	
	 6a Questão (Ref.: 201308246275)
	4a sem.: A QUESTÃO SOCIAL, ORIGEM E DETERMINANTES
	Pontos: 0,8  / 0,8 
	Marque C (Certo) e E (Errado) conforme as afirmativas abaixo:
 
(	) A questão social é apreendida como o conjunto das expressões das desigualdades da sociedade capitalista.
(	) O neoliberalismo impõe uma politica de ajuste monetário, desarticulação dos sindicatos e competitividade entre os trabalhadores.
(	) Segundo Faleiros, a ideologia da responsabilização do individuo trata-se do dever do Estado em atender a população na sua individualidade ou coletividade conforme consta na Constituição.
(	) A nova ordem mundial vem estabelecendo uma redução das regulamentações e do papel do Estado e um cenário promissor de oportunidades.
 
		
	
	E, C, C, E. 
	
	C, C, C, E. 
	
	C, E, C, E. 
	
	E, E, C, E. 
	
	C, C, E, E. 
	
	
	 7a Questão (Ref.: 201308250257)
	7a sem.: Capital Fetiche
	Pontos: 0,0  / 0,8 
	Sobre o conceito de classes sociais é correto afirmar que:
1. Para Marx, as relações entre as classes sociais transformam-se ao longo da história de acordo com a dinâmica dos modos de produção.
2. As classes sociais, segundo Marx, definem-se, sobretudo, pelas relações de cooperação, associativismo entre os diversos grupos envolvidos no sistema produtivo.
3. A formação de uma classe social depende da organização de movimentos sociais em defesa de valores e status.
4. As classes sociais estabelecem interação entre grupos sociais homogêneos em circunstâncias da política econômica.
5. Sua existência explica as formas pelas quais as desigualdades se estruturam e se reproduzem na sociedade.
 
		
	
	Somente as alternativas 1, 3 e 5 estão corretas. 
	
	Somente as alternativas 1 e 4 estão corretas. 
	
	Somente as alternativas 1 e 5 estão corretas. 
	
	Somente as alternativas 1, 2, 4 e 5 estão corretas. 
	
	Todas as alternativas estão corretas. 
	
	
	 8a Questão (Ref.: 201308331834)
	6a sem.: A questão social e o Serviço Social
	Pontos: 0,8  / 0,8 
	A analisarmos a profissão do Serviço Social na contemporaneidade, esta correto afirmar que:
		
	
	a produção fordista
	
	a precarização das relações de trabalho
	
	Nenhuma das respostas
	
	o investimento em serviços públicos
	
	o exército industrial de reserva. 
	
	
	 9a Questão (Ref.: 201308248639)
	3a sem.: O Pensamento Marxista
	DESCARTADA 
	Nos períodos antecedente ao capitalismo, já existiam problemas sociais e conflitos, no entanto, no capitalismo esses problemas tomam uma nova dimensão. O que diferencia o modo de produção capitalista e seus problemas sociais dos demais momentos históricos? 
		
	
Resposta: 
	
Gabarito: No capitalismo, o homem deixa de ter acesso aos meios de produção e para garantir sua subsistência é obrigado a vender a sua força de trabalho. Nos outros momentos históricos, apesar dos conflitos, havia um sistema de proteção entre os grupos ou do donos das terras. No capitalismo o homem é livre para vender sua força de trabalho, mas como não há trabalho para todos, os problemas sociais passam a afetar diretamente a vida daqueles que dependem do trabalho. 
	
	
	 10a Questão (Ref.: 201308248653)
	8a sem.: Desigualdade Social
	Pontos: 0,0  / 0,8 
	De acordo com o texto "As desigualdades no Brasil no século XXI" de Delson Ferreira (2003), "a desigualdade social brasileira é profundamente fincada nos parâmetros que definem a sociedade de classe dependentes. Sua história confere-lhe, entretanto especificidades próprias do desenvolvimento das relações sociais que aqui, se constituíram desde o início da formação moderna do país" Comente como as particularidades da nossa formação sócio-histórica contribuíram para o quadro de desigualdade do Brasil. 
		
	
Resposta: A precarização de trabalho fez com que crescesse a pobreza, gerando assim, o aumento da população pobre(Sem acesso a informação, saúde, educação, alimentação).
	
Gabarito: Os períodos colonial e imperial foram baseados na escravidão e, no processo de industrialização, a classe trabalhadora assalariada foi formada por mão-de-obra estrangeira. O processo de implantação do capitalismo no Brasil manteve suas relações de dependência e bases rurais, e isso contribuiu para o aprofundamento da desigualdade entre as classes até os dias atuais através das relações de clientelismo e paternalismo. 
	
	
	 11a Questão (Ref.: 201308246079)
	14a sem.: A QUESTÃO SOCIAL: ORIGENS E DETERMINANTES
	Pontos: 0,0  / 0,8 
	O filósofo alemão Karl Marx, na busca de um caminho epistemológico que fundamentasse o conhecimento para a interpretação da realidade histórica e social que o desafiava no século XIX, superou posições que diziam respeito à dialética hegeliana e conferiu-lhe um caráter materialista e histórico.
Podemos afirmar que a única alternativa que NÃO corresponde ao materialismo histórico é:
 
		
	
	O modo de reprodução da vida material determina o desenvolvimento da vida social, política e intelectual em geral.
	
	A luta de classes exprime as contradições sociais, sendo o motor da transformações sociais.
	
	A História não é um progresso linear e contínuo, mas um processo de transformações sociais determinadas pelas contradições entre os meios de produção e as forças produtivas.
	
	O conjunto das relações de produção constitui a estrutura econômica da sociedade.
	
	A consciência dos homens é que determina o seu ser. Não é o seu ser social que determina sua consciência.