A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Atividade estruturada 1

Pré-visualização | Página 1 de 1

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ 
CURSO DE ENGENHARIA DE 
PRODUÇÃO 
 
 
 
 
 
Eletricidade Aplicada 
 
Turma nº 3038 
 
Atividade Estruturada nº 1 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Professor: Jean 
Aluno: Milton Barbosa Claudino 
Matr.: 201502030331 
 
Desenvolvimento: 
 
Em geral, o processo de condução elétrica acontece nos metais. Este tipo de substância possui 
um bom ordenamento em sua estrutura cristalina, e também elétrons livres que podem se 
locomover através da rede de átomos. Os elétrons se movimentam em virtude das diferenças de 
potencial aplicadas nas extremidades deste material. Estas diferenças de potencial surgem 
devido à falta de elétrons em algumas regiões e à sobra de elétrons em outra região. 
 
Respostas: 
 
1. Esta lei é a lei de Ohm que relaciona a resistência, a intensidade da corrente e a diferença de 
potencial a que ela está sujeita, sendo a primeira diretamente proporcional à segunda e 
inversamente proporcional à última. 
 
Tensão Elétrica: 
A tensão, ou diferença de potencial V entre dois pontos é medida pelo trabalho necessário à 
transferência da carga unitária de um ponto para outro. O Volt, unidade de tensão, é a diferença 
de potencial entre dois pontos quando é necessário o trabalho de 1 Joule para a transferência de 
uma carga de 1 Coulomb de um ponto a outro: 1V = 1 J/C. O termo Volt foi escolhido em 
homenagem ao pesquisador italiano Alessandro Volta. Assim, tensão é a força que 
impulsiona os elétrons através de um condutor, realizando trabalho. 
 
Corrente Elétrica: 
Corrente elétrica em um condutor é o movimento ordenado de suas cargas livres devido à ação 
de um campo elétrico estabelecido no seu interior pela aplicação de uma ddp entre dois pontos 
desse condutor. Chama-se condutor o material ou a substância que possui portadores de 
cargas livres, isto é, cargas que são facilmente movimentadas quando sujeitas à ação de 
forças originadas por um campo elétrico que atue em seu interior. 
 
Resistência Elétrica: 
É a dificuldade que um material condutor apresenta à passagem da corrente 
elétrica. Matematicamente a resistência de um condutor é dada pela constante de 
proporcionalidade igual a razão entre a tensão (ddp) mantida entre os terminais deste condutor e 
a intensidade da corrente por ela ocasionada. Cujo símbolo é Ω, sendo 1Ω = 1V/A. 
 
2. I=Q x T 2,4 = Q120 Logo; Q=288 C 
 
3. A estrutura atômica dos materiais determina se eles serão condutores ou isolantes elétricos. 
A diferença está na chamada camada de valência. Cotidianamente estamos em contato com 
elementos que são condutores elétricos e outros que são isolantes elétricos. O que diferencia 
esses elementos, permitindo que uns possuam maior facilidade de conduzir eletricidade do que 
outros, é a estrutura atômica de cada substância. Os corpos considerados condutores elétricos 
possuem excesso de elétrons em sua camada de valência, que é a última camada a receber 
elétrons em um átomo. Os elétrons presentes na camada de valência são denominados de 
elétrons livres, e a força de atração entre eles e o núcleo atômico é pequena, logo, eles 
possuem facilidade de se movimentar pelo material, tornando a substância em questão um bom 
condutor de eletricidade. De modo geral, os metais são excelentes condutores elétricos. 
 
REFERÊNCIAS 
http://sabereletrico.blogspot.com.br/2010/07/grandezas-fundamentais-do-circuito.html 
http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/fisica/condutores-isolantes.htm

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.