A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
49 pág.
Tanatologia forense

Pré-visualização | Página 8 de 11

a orla de contusão 
 a cor da pele pode ir do cinzento-escuro ao castanho-escuro. A cor desse depósito irá 
variar em função: 
 distância de disparo 
 ângulo de incidência de disparo 
 tipo de arma 
 tipo de cartucho (as pólvoras não piroxiladas - pólvora negra, deixam um depósito 
mais escuro e mais intenso do que as pólvoras piroxiladas modernas, para a 
mesma distância de disparo) 
 área corporal atingida 
 coberta ou não por cabelos ou pelos 
 coberta ou não por peça(s) de vestuário 
• se coberta por peça(s) de vestuário a intensidade do depósito 
depende da trama mais larga ou mais apertada dos tecidos com 
que são feitas a(s) peça(s) de vestuário 
Faculdade de Medicina da Universidade do Porto 
Medicina Legal / Tanatologia Forense 
 
 
 
 
 
1.5.2) Tatuagem 
 área de pele, de dimensões variáveis, situada para fora do bordo do orifício de entrada 
em que ocorre a incrustação de partículas de pólvora não queimada ou parcialmente 
queimada (pólvora incombusta) 
 não corresponde a lesões de queimadura 
 histologicamente pode-se demonstrar que a incrustação das partículas de pólvora pode 
ser mais ou menos profunda, daí que alguns autores identifiquem dois tipos de 
tatuagem 
 
 tatuagem verdadeira (tatuagem indelével)- quando há incrustação da 
pólvora em camadas mais ou menos profundas da pele 
 tatuagem falsa (tatuagem delével) - quando só ocorre uma deposição 
na superfície da pele sem incrustar, podendo ser facilmente removida 
com uma simples manobra de limpeza 
 
 deve ser caracterizada quanto aos seguintes aspectos: 
 disposição 
• concêntrica - com o orifício de entrada propriamente dito 
• excêntrica - com o orifício de entrada propriamente dito 
 intensidade da tatuagem irá variar em função: 
• distância de disparo 
• ângulo de incidência de disparo 
• tipo de arma 
• tipo de cartucho (dependendo do tipo de pólvora utilizada) 
• área corporal atingida 
 coberta ou não por cabelos ou pelos 
 coberta ou não por peça(s) de vestuário 
 se coberta por peça(s) de vestuário a intensidade 
do anel de limpeza depende da trama mais larga 
ou mais apertada dos tecidos com que são feitas 
a(s) peças de vestuário 
 cor - pode variar conforme a cor da própria pólvora, o grau de queima 
das partículas de pólvora que atingiram a superfície corporal e o tempo 
Faculdade de Medicina da Universidade do Porto 
Medicina Legal / Tanatologia Forense 
 
 
decorrido entre a produção da tatuagem e a observação da lesão por 
parte do médico ou perito médico-legal. Assim a cor pode variar entre: 
• avermelhada (lesão aspecto recente) 
• castanho-avermelhada a castanho-escuro (lesões não tão 
recentes e com fenómenos de desidratação post-mortem) 
• cinzento - escuro (dependendo do tipo de pólvora) 
 dimensões 
• deve ser registada a maior altura da tatuagem nos casos de ser 
concêntrica com o orifício propriamente dito 
• nos casos da tatuagem excêntrica deve imaginar-se o orifício 
propriamente dito dividido em eixos ortogonais e registar o(s) 
quadrante(s) onde a tatuagem é mais larga e mais comprida 
 
1.6) Queimadura 
 
 lesão de queimadura da pele, normalmente confinada à zona circundante ao orifício de 
entrada 
 mecanismo de produção - pode ocorrer de dois modos distintos: 
 
 por acção directa (pela acção da chama ou por acção térmica dos 
gases sobreaquecidos que se exteriorizam à boca de fogo) 
 
 por acção indirecta ( a chama à boca de fogo vai-se atear à roupa e 
desse modo acabar por provocar lesões de queimadura, que podem não 
estar confinadas em torno do orifício de entrada) 
 
 cor - de coloração vermelho-escuro, apergaminhada. 
 se houver pelos nessa região anatómica, estes podem-se apresentar chamuscados e 
ligeiramente retorcidos. 
 
 As lesões de queimadura, pelas razões já apontadas em capítulos anteriores, só 
raramente são observadas em disparos feitos por armas de uso comum (6.35 mm, 7.65 mm ou 
9mm). Este tipo de lesões pode eventualmente ser observado em vítimas que sofreram um 
disparo "quase encostado" (à queima roupa), quando se usam munições com pólvoras cuja 
composição permitem o aparecimento de uma grande chama à boca de fogo, ou em disparos por 
exemplo de espingardas metralhadoras. 
 
Faculdade de Medicina da Universidade do Porto 
Medicina Legal / Tanatologia Forense 
 
 
2 - CANAL DE PENETRAÇÃO DO PROJÉCTIL 
 
- conjunto de lesões provocadas pela passagem do projéctil ao longo do seu trajecto no 
corpo humano 
 
Um projéctil ao atravessar um corpo vai comunicar-lhe total ou parcialmente a sua energia 
cinética Em consequência dessa transferência de energia os tecidos adjacentes ao local por onde 
passa o projéctil são impelidos violentamente para fora do trajecto do projéctil. 
Na sua passagem através dos tecidos o projéctil vai dar origem à formação de dois tipos 
de cavidade: 
 cavidade temporária 
 cavidade permanente 
 
Cavidade temporária 
 espaço criado pelo afastamento de forma centrífuga dos tecidos provocado pela 
passagem do projéctil. 
 constitui o principal factor que vai determinar a gravidade de uma lesão por arma de 
fogo no corpo humano 
 por definição a sua existência é limitada no tempo, estima-se que a cavidade 
temporária se mantém durante 5 a 10 milisegundos 
 a sua dimensão depende: 
 da quantidade de energia cinética transferida 
 da rapidez com que se faz a transferência da energia cinética 
 da elasticidade e da coesão dos tecidos atravessados 
 a sua forma depende 
 da resistência do tecido atravessado 
 do tipo de projéctil (expansiva, forma, velocidade) 
 
Cavidade permanente 
 depois, de na primeira fase, os tecidos terem sido afastados de forma centrífuga em 
relação ao trajecto seguido pelo projéctil eles acabam por sofrer um processo de 
reajuste depois do projéctil ter passado que normalmente se faz por uma série de 
movimentos de contracção de amplitudes progressivamente menores, até que a 
cavidade temporária desaparece acabando por persistir uma cavidade dita permanente 
 a cavidade permanente, que se forma pela passagem de um projéctil animado com 
uma pequena quantidade de energia cinética, é na maior parte das vezes de diâmetro 
Faculdade de Medicina da Universidade do Porto 
Medicina Legal / Tanatologia Forense 
 
 
mais pequeno que o calibre do projéctil. Isto acontece, devido à elasticidade e 
contracção dos tecidos adjacentes. 
 se, no entanto, o limite da elasticidade dos tecidos for ultrapassado e isso pode 
acontecer, por exemplo ao nível do fígado, o que vai acontecer é que o tecido se 
“rasga” dando origem a uma grande cavidade permanente de forma irregular 
 com um projéctil de alta velocidade, a cavidade permanente criada nos tecidos é 
geralmente de maior diâmetro que o calibre do projéctil 
 
 
 
CLASSIFICAÇÃO DA DISTÂNCIA DE DISPARO SEGUNDO DI MAIO 
 
Segundo Di Maio, um dos autores mais importantes em ferimentos por arma de fogo, 
podem-se considerar quatro situações quanto à distância de disparo: 
 
1) contacto 
2) quase contacto 
3) distância intermédia 
4) à distância 
 
 
1) Disparo de contacto (também designado por tiro encostado) 
 
Neste caso, o cano da arma está encostada á superfície de impacto (superfície corporal ou 
peça de vestuário). O contacto com a superfície de impacto pode ser, segundo Di Maio, um 
contacto firme, a arma é forçada contra a superfície de impacto ou uma situação em que a arma 
toca ao de leve na superfície de impacto, há um contacto frouxo.