A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
47 pág.
Aula 03

Pré-visualização | Página 12 de 13

21. (ESAF/ STN/ AFC/ 2005) Há dois modelos básicos que identificam o 
comportamento adotado em um processo de tomada de decisão. Indique a 
opção que identifica corretamente os dois modelos. 
a) O comportamento racional é o que segue um processo não totalmente 
consciente e se baseia na sensibilidade e percepção enquanto que o 
comportamento intuitivo é o que segue uma ordem lógica e se baseia 
totalmente em informações. 
Aula 3 
ADMINISTRAÇÃO GERAL EM EXERCÍCIOS 
AUDITOR FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL 
PROFa. LILIAN LIMA QUINTÃO 
 
Prof
a
. Lilian Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 41 de 47 
b) O comportamento racional aplica-se a ambientes complexos e dinâmicos, 
onde as informações são limitadas enquanto que o comportamento intuitivo se 
aplica a ambientes simples e estáveis, onde há grande disponibilidade de 
informações. 
c) O comportamento racional é o que segue uma ordem lógica e se baseia na 
sensibilidade e percepção enquanto que o comportamento intuitivo se aplica a 
ambientes complexos e dinâmicos onde há grande disponibilidade de 
informações. 
d) O comportamento racional aplica-se a ambientes simples e estáveis, onde as 
informações são limitadas enquanto que o comportamento intuitivo é o que 
segue uma ordem lógica e se baseia totalmente em informações. 
e) O comportamento racional é o que segue uma ordem lógica e se baseia 
totalmente em informações enquanto que o comportamento intuitivo é o que 
segue um processo não totalmente consciente e se baseia na sensibilidade e 
percepção. 
 
 
QUESTÕES OUTRAS BANCAS 
 
22. (CESPE / ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA – CE / ADMINISTRAÇÃO / 2011) Julgue 
os próximos itens, a respeito da evolução da administração e do processo 
administrativo. 
A elaboração de indicadores de acompanhamento de desempenho 
organizacional é uma das atividades desenvolvidas pela função planejamento, 
sendo utilizada pela função controle da administração. 
 
23. (CESPE/ TRE-RS/ ANALISTA RELAÇOES PÚBLICAS/ 2011) Considerando que 
o processo de negociação e tomada de decisão é objeto de preocupação 
frequente e de melhoria contínua para as organizações, julgue o próximo item. 
Uma das técnicas de auxílio à tomada de decisão é o debate público entre 
especialistas com visões diferentes do mesmo assunto. 
 
24. (CESPE/ FUB/ SECRETÁRIO EXECUTIVO/ 2011) Acerca de organizações, 
julgue o item que se segue. 
A administração de uma organização requer tomada de decisões, coordenação 
de diversas atividades, condução de pessoas, avaliação de desempenho 
conforme os objetivos previamente determinados, obtenção e locação de 
recursos, entre outras ações. 
 
25. (CESPE/ PGE – PA/ TÉCNICO EM PROCURADORIA – ADMINISTRAÇÃO/ 
2007) Acerca do processo decisório, julgue os itens a seguir. 
Aula 3 
ADMINISTRAÇÃO GERAL EM EXERCÍCIOS 
AUDITOR FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL 
PROFa. LILIAN LIMA QUINTÃO 
 
Prof
a
. Lilian Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 42 de 47 
Decisão é a escolha entre alternativas para resolver problemas ou aproveitar 
oportunidades. O processo decisório tem início no diagnóstico, momento em 
que se procura entender o problema, suas causas e consequências. 
 
 
26. (CESPE/ PGE – PA/ TÉCNICO EM PROCURADORIA – ADMINISTRAÇÃO/ 
2007) A vantagem da utilização de técnicas como árvore de decisões no 
processo decisório é que ela permite que se tome a decisão automaticamente. 
 
27. (CESPE/ PGE – PA/ TÉCNICO EM PROCURADORIA – ADMINISTRAÇÃO/ 
2007) O resultado da avaliação da probabilidade das consequências das 
decisões a serem tomadas é chamado incerteza. 
28. (CESPE/ PGE – PA/ TÉCNICO EM PROCURADORIA – ADMINISTRAÇÃO/ 
2007) Se, ao constatar que um produto foi entregue com defeito, o 
responsável pelo setor de material convoca o fornecedor para efetuar a 
substituição, é correto afirmar que, nessa situação, ocorreu uma decisão do 
tipo programada. 
 
29. (UFF/ ASSISTENTE ADMINISTRATIVO/ 2009) O uso de uma metodologia 
que permita atingir mais rapidamente um determinado objetivo é uma questão 
de: 
a) Eficácia; 
b) Eficiência; 
c) Efetividade; 
d) Produtividade; 
e) Qualidade. 
 
30. (FCC/ TRF – 2 REGIÃO/ ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA ADMINISTRATIVA/ 
2012) Indicador de desempenho estratégico que mede o grau de satisfação, o 
valor agregado e os impactos gerados pelos produtos/serviços, processos ou 
projetos no contexto em geral: 
a) Economicidade. 
b) Execução. 
c) Eficiência. 
d) Efetividade. 
e) Excelência. 
 
31. (FCC/ TRF – 2 REGIÃO/ ANALISTA JUDICIÁRIO – PSICOLOGIA/ 2012) A 
tomada de decisão em grupo depende da tarefa e do grupo e pode assumir 
várias formas. Em uma decisão por consenso, todos os membros 
a) votam individualmente, após a exposição dos motivos de todos. 
b) recebem autoridade para tomar decisão por si mesmos. 
c) oferecem suas opiniões para que o líder do grupo decida. 
d) votam anonimamente em alternativas do grupo. 
Aula 3 
ADMINISTRAÇÃO GERAL EM EXERCÍCIOS 
AUDITOR FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL 
PROFa. LILIAN LIMA QUINTÃO 
 
Prof
a
. Lilian Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 43 de 47 
e) concordam com a decisão do grupo. 
 
 
32. (FCC/ COPERGÁS/ ANALISTA ADMINISTRADOR/ 2011) No contexto da 
globalização, são forças desencadeadoras de MUDANÇAS organizacionais 
fatores como 
(A) a ambição e a competição entre os funcionários. 
(B) o planejamento estratégico situacional. 
(C) o conflito entre trabalhadores e patrões. 
(D) a redução de níveis hierárquicos. 
(E) a inovação tecnológica e choques econômicos. 
 
33. (FCC/ COPERGÁS/ ANALISTA ADMINISTRADOR/ 2011) Uma decisão é 
tomada em condições de risco quando 
(A) pode acarretar danos irreparáveis aos estados de natureza que são objetos 
da ação. 
(B) as estratégias e os estados da natureza são determinados pela ação de dois 
ou mais competidores. 
(C) é desconhecida a probabilidade associada aos eventos, pois não se conhece 
o total de estados da natureza possíveis. 
(D) há pleno conhecimento de todos os estados da natureza. 
(E) as probabilidades associadas a cada um dos estados de natureza são 
conhecidas, podendo variar de 0% a 100%. 
 
34. (FCC/ COPERGÁS/ ANALISTA ADMINISTRADOR / 2011) A afirmativa Difícil 
não é fazer o que é certo, é descobrir o que é certo fazer sintetiza o conceito 
de 
(A) eficácia. 
(B) eficiência. 
(C) flexibilidade. 
(D) efetividade. 
(E) produtividade. 
 
35. (FCC/ TRE-PE/ ANALISTA JUDICIÁRIO – ADMINISTRATIVA/ 2011) As metas 
estratégicas da empresa Directa constituem a matéria-prima da avaliação, cuja 
mensuração de desempenho se dá por meio de indicadores. O indicador de 
desempenho vinculado ao grau de satisfação, valor agregado e a 
transformação produzida no contexto geral é o de 
(A) economicidade. 
(B) eficácia. 
(C) excelência. 
(D) efetividade. 
(E) eficiência. 
 
Aula 3 
ADMINISTRAÇÃO GERAL EM EXERCÍCIOS 
AUDITOR FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL 
PROFa. LILIAN LIMA QUINTÃO 
 
Prof
a
. Lilian Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 44 de 47 
36. (FCC/ TRE-PE/ TÉCNICO JUDICIÁRIO – ADMINISTRATIVA/ 2011) O 
instrumento de monitoramento e avaliação aplicado para medir o grau de 
cumprimento de um objetivo e/ou meta estratégica é o Indicador 
(A) de Diretriz Operacional. 
(B) de Desempenho. 
(C) do Ciclo PDCA. 
(D) da Matriz RACI. 
(E) de Rastreabilidade. 
37. (FCC/ BAHIAGÁS/ ANALISTA DE PROCESSOS ORGANIZACIONAIS – 
ADMINSITRAÇÃO/ 2010) Tratando-se de eficiência, eficácia e efetividade, 
analise: 
I. Eficácia é fazer as atividades ou desenvolver ações de forma correta para 
atingir os meios. Tem vínculo estreito com o planejamento estratégico da 
organização. 
II. Eficiência é fazer as atividades ou desenvolver

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.