A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
40 pág.
ECA - Avaliando - Estácio de Sá

Pré-visualização | Página 1 de 11

O Estatuto da Criança e do Adolescente dispõe, em seu art. 4º, que é dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do poder público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária. Diante disto, podemos afirmar que este comando legal representa o princípio:
		
	
	do peculiar desenvolvimento.
	 
	da municipalização.
	
	da cidadania.
	 
	da prioridade absoluta.
	
	do bem comum.
	
	 Gabarito Comentado
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201702672430)
	 Fórum de Dúvidas (32)       Saiba  (2)
	
	Assinale a alternativa CORRETA: Com a criação do Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei no 8.069/90), alterou-se substancialmente a situação da infância e juventude brasileiras, uma vez que esta lei implementou a doutrina:
		
	
	repressiva, buscando-se medidas para controle das atitudes infanto-juvenis.
	 
	da proteção integral, envolvendo Estado, família e sociedade na proteção dos direitos de crianças e adolescentes.
	
	da situação irregular, criando vários institutos de acolhimento para crianças e adolescentes, fossem infratores ou vítimas de abandono por omissão ou maus tratos.
	
	menorista, estabelecendo a proteção do vulnerável que não se ajustava a um padrão estabelecido, justificando assim, a intervenção estatal.
	
	higienista, afastando das ruas as crianças e adolescentes expostos a vulnerabilidades sociais, como medida de saúde pública.
	
	 Gabarito Comentado
	 Gabarito Comentado
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201702236831)
	 Fórum de Dúvidas (32)       Saiba  (2)
	
	V Exame de  Ordem unificado
Fernando e Eulália decidiram adotar uma menina. Iniciaram o processo de adoção em maio de 2010. Com o estágio de convivência em curso, o casal se divorciou. Diante do fim do casamento dos pretendentes à adoção, é correto afirmar que
		
	
	a lei não prevê tal hipótese, pois está em desacordo com os ditames constitucionais da paternidade responsável.
	
	a lei prevê tal hipótese, pois está em desacordo com os ditames constitucionais da paternidade responsável.
	 
	a adoção poderá prosseguir, contanto que o casal opte pela guarda compartilhada no acordo de divórcio, mesmo que o estágio de convivência não tenha sido iniciado na constância do período de convivência.
	 
	a adoção será deferida, contanto que o casal acorde sobre a guarda, regime de visitas e desde que o estágio de convivência tenha sido iniciado na constância do período de convivência e que seja comprovada a existência de vínculo de afinidade e afetividade com aquele que não seja o detentor da guarda que justifique a excepcionalidade da concessão.
	
	a adoção deverá ser suspensa, e outro casal adotará a menor, segundo o princípio do melhor interesse do menor, pois a adoção é medida geradora do vínculo familiar.
	
	 Gabarito Comentado
	 Gabarito Comentado
	 Gabarito Comentado
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201702186187)
	 Fórum de Dúvidas (32)       Saiba  (2)
	
	VUNESP - 2010 - MPE-SP - Analista de Promotoria I - Adaptada Com base no conteúdo estudado em aula, marque a alternativa CORRETA. É dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do Poder Público assegurar a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária. Essa afirmativa encontra fundamento nos princípios da:
		
	
	Brevidade e Excepcionalidade.
	
	Condição Peculiar de Pessoa em Desenvolvimento e Eficiência.
	 
	Prioridade Absoluta e Proteção Integral.
	
	Participação Popular e Fidelidade.
	
	Dignidade da Pessoa Humana e Legalidade.
	
	 Gabarito Comentado
	 Gabarito Comentado
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201702220931)
	 Fórum de Dúvidas (32)       Saiba  (2)
	
	Considera-se criança, para os efeitos das normas contidas no Estatuto da Criança e do Adolescente, a pessoa até
		
	 
	doze anos de idade incompletos.
	
	treze anos de idade incompletos.
	
	quatorze anos de idade incompletos.
	
	treze anos de idade completos.
	
	doze anos de idade completos.
	
	 Gabarito Comentado
	 Gabarito Comentado
	
	
	 6a Questão (Ref.: 201702672414)
	 Fórum de Dúvidas (32)       Saiba  (2)
	
	Com base no conhecimento adquirido com o estudo da parte preliminar do Estatuto da Criança e do Adolescente, a fim de garantir o desenvolvimento físico, mental, moral, espiritual e social, em condições de liberdade e dignidade, das crianças e adolescentes, o Estado brasileiro tem o dever de garantir as necessidades destes. Nesse sentido, é CORRETO afirmar que o ECA:
		
	
	baseou-se no princípio da indisponibilidade dos direitos fundamentais, por meio do qual foi estabelecido o critério cronológico da psicologia para diferenciar crianças e adolescentes. Assim, considera criança a pessoa entre 0 e 12 anos incompletos, e adolescente aquele entre 12 anos completos e 18 anos completos).
	 
	afastou-se da doutrina de situação irregular que caracterizou o antigo Código de Menores, haja vista este ser voltado apenas aos menores em situação irregular, isto é, àqueles que se encontram em conflito com a lei ou que se encontram privados de assistência, por qualquer motivo. O ECA, ao contrário, segue a doutrina da proteção integral, que se baseia no princípio do melhor interesse da criança.
	
	aperfeiçoou a doutrina da situação irregular, adotada pelo Código de Menores, estendendo a aplicação das medidas socioeducativas destinadas à reabilitação física, moral e psíquica de crianças e adolescentes infratores.
	
	baseou-se no princípio da indisponibilidade dos direitos fundamentais, por meio do qual foi estabelecido o critério cronológico da psicologia para diferenciar crianças e adolescentes. Assim, considera criança a pessoa entre 0 e 12 anos completos, e adolescente aquele entre 12 anos completos e 18 anos incompletos).
	 
	reconhece que as crianças e os adolescentes são sujeitos especiais, titulares de direitos absolutos e merecedores de atenção jurídica preferencial, posto que a CF, ao consagrar o princípio da proteção integral, impõe ao juiz que desconsidere a finalidade social, o bem comum e os direitos individuais e coletivos.
	
	 Gabarito Comentado
	
	
	 7a Questão (Ref.: 201702220925)
	 Fórum de Dúvidas (32)       Saiba  (2)
	
	De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente, é dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do poder público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária. Analise as assertivas abaixo no que tange à absoluta prioridade: I - Primazia de receber proteção e socorro em quaisquer circunstâncias, além da precedência de atendimento nos serviços públicos ou de relevância pública. II - Preferência na formulação e na execução das políticas sociais públicas. III - Destinação privilegiada de recursos públicos nas áreas relacionadas com a proteção à infância e à juventude. Assinale a assertiva correta:
		
	
	Estão corretas as assertivas II e III
	
	Estão corretas as assertivas I e II
	 
	Todas as assertivas estão corretas
	 
	Estão corretas as assertivas I e III
	
	Todas as assertivas estão incorretas
	
	 Gabarito Comentado
	 Gabarito Comentado
	
	
	 8a Questão (Ref.: 201702220923)
	 Fórum de Dúvidas (32)       Saiba  (2)
	
	O Estatuto da Criança e do Adolescente estabelece os direitos

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.