A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Prova - Fisiologia do Sistema Circulatório

Pré-visualização | Página 1 de 3

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ – UNIVALI 
CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE – CCS 
CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM 
DISCIPLINA: Fisiologia Professora: Simone Regina Grando 
PERÍODO: 2º SEMESTRE: I/2017 Data: 18/04/2017 
NOME DOs DISCENTEs: _________________________________________________________ 
 
Prova 2 – INSTRUÇÕES GERAIS: 
 
_ A prova poderá ser realizada em DUPLAS e com a consulta a um resumo MANUSCRITO em uma 
folha A4 frente e verso; não aceitando-se fotocópias e texto digitado. O resumo é de uso individual. 
_ As respostas devem estar SOMENTE à caneta, o uso do lápis invalida a questão e será atribuído 
ZERO; 
_ as respostas cuja grafia for indecifrável, invalidará a correção e será atribuído ZERO; 
_ cada questão equivale a 1,0 ponto; 
_ O USO DE CORRETIVOS NÃO É PERMITIDO, portanto em caso de erro na descrição de sua 
resposta, SOLICITE O PARECER DO DOCENTE ANTES DE RASURAR A PROVA. 
 
Questão 1. Analise a seguinte situação: João Augusto, 20 anos, em sua atividade física diária, 
fez uma corrida de 5 Km no período noturno. Antes de iniciar a atividade física, ele verificou 
sua frequência cardíaca (FC) e Pressão Arterial (PA), sendo os achados, respectivamente, 58 
bcm (batimentos cardíacos por minuto) e 120/80 mmHg de PA. Logo após o término dessa 
sua atividade, ele verificou a FC e a PA novamente, sendo os achados, respectivamente, 134 
bcm e 145/94 mmHg. Frente a isso, considera-se que: 
I – A atividade física produz aumento do metabolismo celular global, mas, em particular, dos 
músculos esqueléticos e cardíaco, fato esse que requer aumento do quanto de sangue circula 
por minuto no leito arterial, bem como há o aumento da força necessária para que esse sangue 
chegue a esses locais e nutra as células de forma adequada. 
II – O aumento da FC e da PA determinarão, em conjunto, o aumento do Débito Cardíaco e 
da Pós-carga, resultando em aumento do fluxo de sangue circulante e melhora na nutrição 
tecidual, satisfazendo o aumento do metabolismo. 
III - O aumento da FC determinará o aumento do Débito Cardíaco com o objetivo de 
aumentar o quanto de sangue será distribuído à circulação sistêmica por minuto, satisfazendo 
o aumento do consumo celular, sobretudo da musculatura esquelética. 
IV – A elevação da PA, após a atividade física, pode ser entendida como um sinal 
preocupante, sobretudo pelo fato de que não houve sua manutenção nos níveis fisiológicos 
observados antes da atividade física. 
Das afirmações a cima, assinala-se correto o que se afirma em: 
(A) I, II, III, IV (B) I, III (C) II, III (D) IV 
Questão 2. A frequência cardíaca (FC) pode ser definida como o número de vezes que o 
coração contrai por minuto. A partir disso, avalie as afirmações: 
Prova 1 
I – O número de vezes que o coração contrai equivale à sua força para ejeção do volume 
sanguíneo e, assim, manutenção do débito cardíaco constante. 
II – A medida que a FC ocorre, essa se adapta à pós-carga, ou seja, quanto maior a pós-carga, 
maior será a FC para manter estável o débito cardíaco. 
III – A FC é modulada pelas necessidades teciduais locais de cada tecido, assim, quanto maior 
a necessidade tecidual, maior será a FC e vice-versa. 
IV – A FC é fruto da contração e do relaxamento das miofibrilas cardíacas, sendo a soma de 1 
contração e de 1 relaxamento equivalente a 1 frequência, ao final de 1 minuto, a somatória de 
quantas contrações e relaxamentos ocorreram, resultará na FC de um indivíduo. 
Das afirmações a cima, assinala-se correto o que se afirma em: 
(A) I, II, III, IV (B) I, III (C) II, III (D) IV 
Questão 3. A volemia é descrita como o volume de sangue circulante no sistema 
cardiovascular, a qual determina o débito cardíaco (DC), a frequência cardíaca (FC) e 
influencia na Pressão Arterial (PA). Considerando um caso no qual uma pessoa permaneceu 
por longo período exposta a uma temperatura ambiente muito elevada, superior a temperatura 
central de 37°C, alguns mecanismos adaptativos (ou de feedback) ocorrerão. Com base nessa 
afirmação, assinale a alternativa correta: 
(A) Como consequência dessa exposição ao calor, haverá importante vasodilatação, fato esse 
que reduzirá o retorno venoso com impacto no volume sistólico ejetado pelo ventrículo 
esquerdo, causando declínio do DC e da PA. 
(B) Como consequência dessa exposição ao calor, haverá vasodilatação com redução do 
retorno venoso e subsequente redução do volume sistólico ejetado pelo ventrículo esquerdo. 
Isso causará queda do DC e da PA, fato esse que pode comprometer a vida; assim, uma 
descarga adrenérgica produzirá respostas que visam a retenção de sódio, água e aumento do 
pós-carga. 
(C) Como consequência dessa exposição ao calor, haverá importante vasodilatação, fato esse 
que reduzirá o retorno venoso com impacto no volume sistólico ejetado pelo ventrículo 
esquerdo, causando declínio do DC e da PA, fato esse que pode comprometer a vida; assim, 
uma descarga simpática produzirá respostas que visam o aumento da resistência vascular 
periférica. 
(D) Como consequência dessa exposição ao calor, haverá vasodilatação com redução do 
retorno venoso e subsequente redução do volume sistólico ejetado pelo ventrículo esquerdo, 
causando aumento da FC e da força de ejeção ventricular esquerda, propiciando um 
incremento da volemia adequada à sobrevida. 
Questão 4. O coração é dotado de 4 valvas cardíacas que, harmonicamente e funcionalmente, 
determinam um fluxo de sangue em uma única direção pelas câmaras cardíacas. Considerando 
a função das valvas, perfeitamente atuantes, um fluxo de sangue que saiu dos átrios para os 
ventrículos, nunca voltará dos ventrículos para aqueles e tampouco voltará das artérias (aorta 
e pulmonar) para os ventrículos. Frente a isso, qualquer quebra desse princípio funcional 
determinará desordens fisiológicas. A partir disso, analise as afirmações a seguir: 
I – Qualquer situação que determinar uma abertura incompleta, ou não total de qualquer das 
valvas atrioventriculares determinará aumento residual de sangue nos átrios e, assim, a 
capacidade de receber o volume de sangue do retorno venoso e dos pulmões dar-se-á por 
comprometido. Com isso, a pressão diastólica final permanecerá elevada. 
II – O fechamento inadequado das valvas atrioventriculares, ao final da diástole dos 
ventrículos, determinará um refluxo de sangue dos ventrículos para os átrios, comprometendo 
a capacidade de acomodação do volume de sangue do retorno venoso ou do sangue 
arterializado dos pulmões ao átrio esquerdo; tal refluxo se agrava na sístole dos ventrículos. 
III – A restrição, ou não abertura adequada das valvas semilunares, é um achado importante 
ao aumento da pós-carga do coração; influenciando no volume ejetado e, consequentemente, 
causando declínio no débito cardíaco. 
IV – O perfeito fechamento das valvas cardíacas determina a produção de sons característicos 
os quais podem ser auscultados na parede do tórax. Assim, quando houver o perfeito 
fechamento das valvas atrioventriculares, o aproximar de seus folhetos determina o som 
descrito como 1ª bulha cardíaca; já o perfeito fechamento das valvas semilunares, ou seja, o 
aproximar de seus folhetos determina o som descrito como 2ª bulha cardíaca. 
Das afirmações a cima, assinala-se correto o que se afirma em: 
(A) I, II, III (B) I, III (C) II, III (D) IV 
Questão 5. Considerando os receptores do sistema nervoso autônomo simpático e 
parassimpático sobre o sistema cardiovascular, leia as afirmações a seguir: 
I – As descargas adrenérgicas determinam uma excitação sobre o coração e sua nutrição. 
Assim, um efeito adrenérgico causará aumento da FC e da força de contração do coração, bem 
como aumento da resistência do tronco das artérias coronarianas