Paulo Amarante - Loucos pela vida - A trajetória da reforma psiquiátrica no Brasil

Paulo Amarante - Loucos pela vida - A trajetória da reforma psiquiátrica no Brasil


DisciplinaPsicologia57.269 materiais423.074 seguidores
Pré-visualização49 páginas
SciELO Books
 
 
 
 
 		
 		
 
 Loucos pela vida
 a trajetória da reforma psiquiátrica no Brasil
 Paulo Amarante
 (coord.)
 SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros
 AMARANTE, P. coord. Loucos pela vida: a trajetória da reforma pasiquiátrica no Brasil [online]. 2nd ed. Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ, 1998. Criança, mulher e saúde collection. ISBN 978-85-7541-335-7. Available from SciELO Books <http://books.scielo.org>.
 
 SciELO Books
 
 
 
 
 
 Loucos pela vida: a trajetória da reforma psiquiátrica no Brasil
 
 
 
 FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ
 
 Presidente
 Paulo Gadelha
 Vice-Presidente de Ensino, Informação e Comunicação
 Maria do Carmo Leal
 
 
 
 EDITORA FIOCRUZ
 
 Diretora
 Maria do Carmo Leal
 Editor Executivo
 João Carlos Canossa Mendes
 Editores Científicos
 Nísia Trindade Lima e Ricardo Ventura Santos
 Conselho Editorial
 Ana Lúcia Teles Rabello
 Armando de Oliveira Schubach
 Carlos E. A. Coimbra Jr.
 Gerson Oliveira Penna
 Gilberto Hochman
 Joseli Lannes Vieira
 Lígia Vieira da Sltva
 Maria Cecília de Souza Minayo
 
 
 
 
 Loucos pela vida
 A TRAJETÓRIA DA REFORMA PSIQUIÁTRICA NO BRASIL
 
 
 
 
 PAULO AMARANTE
 Coordenador
 
 
 2ª Edição
 Revista e Ampliada
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Copyright © 1995 dos autores
 Todos os direitos reservados à
 FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ / EDITORA
 ISBN: 978-85-7541-335-7
 1ª edição: 1995
 2ª edição: 1998
 1ª reimpressão (2ª edição): 2000
 2ª reimpressão (2ª edição): 2001
 3ª reimpressão (2ª edição): 2003
 4ª reimpressão (2ª edição): 2009
 5ª reimpressão (2ª edição): 2010
 Revisão 1ª edição: Maria Helena de Oliveira Torres
 Capa 2ª edição: Carlos Fernando Reis da Costa
 Foto da capa 2ª edição: Alvaro Funcia Lemme
 Projeto gráfico e editoração eletrônica 2ª edição: Marilene Cardoso Santos 
 Revisão 2ª edição: Paula Solano e Marcionilio Cavalcanti de Paiva
 Preparação de originais e copidesque 2ª edição: João Carlos Canossa Mendes e Fernanda Veneu
 
 
 Catalogação na fonte
 Centro de Informação Científica e Tecnológica
 Biblioteca Lincoln de Freitas Filho
 
 
 C824q
 Amarante, Paulo (Coord.)
 Loucos pela vida [livro eletrônico] : a trajetória da reforma psiquiátrica no Brasil. / coordenado por Paulo Amarante. - Rio de Janeiro: Fiocruz, 1995.
 0385 Kb ; ePUB
 1. Política de Saúde 2. Reforma Psiquiátrica. 3. Política Social. 4. Psiquiatria no Brasil. l. Amarante, Paulo (Coord.)
 
 CDD-20.ed.-333.3
 
 
 
 2010
 EDITORA FIOCRUZ
 Av. Brasil, 4036 \u2013 1º andar -sala 112 \u2013 Manguinhos
 21040-361 \u2013 Rio de Janeiro \u2013 RJ
 Tel. : (21) 3882-9007 / Telefax: (21) 3882-9006
 e-mail: editora@fiocruz.br
 http://www.fiocruz.br
 
 
 
 Autores
 
 Andréa da Luz Carvalho
 
 Psicóloga, especialista em Psiquiatria Social e residência em Medicina Preventiva e Social (ENSP), mestranda em Saúde Coletiva (IMS/UERJ).
 
 Déborah Uhr
 
 Psicóloga, especialista em Saúde Mental (IP/UFRJ) e Psiquiatria Social (ENSP), residência em Saúde Mental (CPPII/FIOCRUZ), mestranda em Saúde Coletiva (IMS/UERJ).
 
 Ernesto Aranha Andrade
 
 Cientista social, especialista em Psiquiatria Social (ENSP), mestrando em Antropologia Social (UFF), pesquisador do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Saúde Mental.
 
 Laurinda Augusta Beato de Pinho Freitas
 
 Psicóloga, especialista em Psiquiatria Social (ENSP), pesquisadora do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Saúde Mental.
 
 Martha Cristina Nunes Moreira
 
 Psicóloga, especialista em Psiquiatria Social e mestre em Saúde Pública (ENSP), pesquisadora do Instituto Fernandes Figueira (FIOCRUZ).
 
 Paulo Amarante (Coordenador)
 
 Médico, mestre em Medicina Social, doutor em Saúde Pública, pesquisador titular da FIOCRUZ, coordenador do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Saúde Mental. Atualmente é presidente nacional do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (CEBES).
 
 Waldir da Silva Souza
 
 Cientista social, especialista em Psiquiatria Social e mestrando em Saúde Pública (ENSP/FIOCRUZ), pesquisador do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Saúde Mental.
 
 
 
 Participaram ainda da pesquisa Análise dos Determinantes e Estratégias das Políticas de Saúde Mental: o projeto da Reforma Psiquiátrica (1970-1990): Maurício Lougon, Maria Lelita Xavier, Hilma Ribeiro da Silva, Maria Fernanda Patitucci Valente, Ingrid Cavalcanti Mendonça e Luiza Lage. Antônio Marcos Dutra da Silva participou da pesquisa durante a elaboração desta segunda edição.
 
 
 
 Este trabalho é dedicado à memória de Ivete Braga, a quem tivemos a satisfação de entregar o primeiro exemplar do relatório da pesquisa. Fundadora da SOSINTRA, entidade precursora dos movimentos de problematizados e seus familiares, Ivete deu-nos o exemplo da luta obstinada contra a violência da psiquiatria e dos manicômios, e do empenho em transformar esta mesma realidade, contribuindo para que os doentes mentais, objetos da violência sistemática, assumissem o protagonismo de uma luta cidadã em prol da vida e dos direitos. Este sentido de vida foi, para nós, o maior dos seus ensinamentos.
 Com igual saudade, e pela mesma importância, registramos a falta que nos fazem nesta luta os amigos Silvério Tundis e Raffaele Infante.
 
 
 
 SciELO Books
 
 
 
 
 Table of Contents / Sumário / Tabla de Contenido
 
	 
	 		Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales
 		Prefácio à segunda edição
 		Prefácio à primeira edição
 		Apresentação à segunda edição
 		Apresentação à primeira edição
 		1 - Revisitando os paradigmas do saber psiquiátrico: tecendo o percurso do movimento da reforma psiquiátrica
 		2 - A trajetória da reforma psiquiátrica no Brasil
 		3 - Algumas considerações históricas e outras metodológicas sobre a reforma psiquiátrica no Brasil
 		Referências bibliográficas
 		A título de posfácio
 
 
 SciELO Books
 
 
 
 
 Prefácio à segunda edição
 
 
 
 Cidadania, singularidade e inovação
 
 O setor saúde brasileiro tem oferecido uma vasta gama de inovação organizacional para as políticas públicas na área social: uma competente agenda de descentralização, alternativas de pactação entre atores relevantes e, principalmente, um novo design de justiça distributiva. Contudo, uma pergunta parece ainda que não foi respondida de modo satisfatório: qual o modelo de atenção que sustentará esse castelo? A leitura de Loucos pela Vida é útil e oportuna para responder ao desafio da instauração da cidadania sanitária, ampliando os horizontes culturais e cognitivos de toda sociedade sobre a saúde e sobre a justiça.
 O livro que testemunha especificamente sobre a trajetória da agenda da Reforma Psiquiátrica no Brasil - anotando os eventos e atores relevantes - inscreve-se como um capítulo
Ana
Ana fez um comentário
Não entendi, foi disponibilizado o livro loucos pela vida e posterior a preencher todos os itens solicitados, não tem disponibilidade o livro?
0 aprovações
Alzenaria
Alzenaria fez um comentário
não consigo ler
0 aprovações
Cristina
Cristina fez um comentário
baixei o epub e ainda não consigo ler
0 aprovações
Serviço
Serviço fez um comentário
como faço pra ler isso ?
0 aprovações
Flavia
Flavia fez um comentário
Também to precisando muito dele, vc ainda tem?
0 aprovações
Carregar mais