A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
145 pág.
AV1 AV2 AV3 Fisiopatologia da nutrição e dietoterapia

Pré-visualização | Página 7 de 23

nutricionais no período pós-transplante imediato e tardio marque a opção verdadeira:
		
	 
	A intervenção nutricional na fase mais tardia deve se concentrar na recuperação do estado nutricional.
	
	No período pós-transplante tardio, como o paciente não possui mais a necessidade de usar corticosteróides o mesmo ficará isento de apresentar complicações como obesidade, diabetes e dislipidemias.
	 
	Atenção especial deve ser dada aos eletrólitos que podem estar alterados pelo uso de diuréticos e imunossupressores principalmente durante os primeiros dois meses após o transplante.
	
	No período pós-transplante imediato pode haver hipercatabolismo decorrente da doença hepática prévia, da cirurgia e do uso de medicamentos, o que promove um aumento das necessidades protéicas entre 0,8 a 1,0 g/Kg de peso corporal/dia.
	
	A alimentação por via parenteral poderá ser instituída no terceiro ou quarto dia de pós-operatório, com a progressão da dieta de acordo com a tolerância.
		
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201401190682)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Assinale verdadeiro ou falso para as afirmativas abaixo e identifique a sequência correta.
I) O infarto é um foco de isquemia no miocárdio, sem necrose, resultante de perfusão inadequada do tecido.
II)  A restrição na ingestão de sódio está indicada para todos os pacientes com insuficiência cardíaca.
III) Normalmente há necessidade de restringir a ingestão de líquidos para todos os pacientes com insuficiência cardíaca.
IV) Um paciente com níveis sanguíneos de triglicerídeos = 250 mg/dl, deve-se recomendar o consumo de uma dieta hipolipídica (< 15% VET)
		
	
	F, V, V, F
	 
	F, V, F, F
 
	
	V, F, V, V
 
	
	F, F, V, V
 
	
	V, V, V, V
 
		
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201401193947)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	A sucralose é um edulcorante muito utilizado atualmente e, como característica, tem
		
	 
	estabilidade sob altas temperaturas.
	
	liberação de valor calórico de 4 kcal/g.
	
	sabor residual amargo.
	
	poder edulcorante 180 vezes maior do que o do açúcar.
	
	classificação na categoria de poliálcoois.
		
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201401190672)
	Pontos: 0,0  / 0,1
	A hipoglicemia é a complicação mais comum e mais séria associada ao tratamento com insulina. É correto afirmar:
I) Os sinais e sintomas são inespecíficos e podem ocorrer por inúmeras outras causas. 
II) A hipoglicemia noturna pode ocorrer em até 30% dos pacientes com DM tipo 1 e deve ser suspeitada naqueles que apresentam pesadelos frequentes, sudorese noturna e cefaléia matinal. 
III) Efeito Somogyi consiste na hiperglicemia de rebote resultante da liberação de hormônios contra-reguladores em resposta a uma hipoglicemia aguda. 
IV) Deve fazer parte do tratamento da hipoglicemia para os indivíduos com nível de consciência preservado, o uso de tabletes de glicose (60g) por via oral 
		
	
	Todas as afirmativas estão incorretas
	
	Só existe uma afirmativa correta
 
	
	Somente as afirmativas III e IV estão corretas
 
	 
	As afirmativas I, II e III estão corretas
	 
	Somente as afirmativas I e IV estão corretas
 
		
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201401306606)
	Pontos: 0,0  / 0,1
	Sobre os processos fisiopatológicos envolvidos no quadro clínico do DM2, bem como o tratamento nutricional, assinale a alternativa correta:
		
	 
	A descompensação glicêmica leva a lesões de nervos que podem resultar em gastroparesia. Neste caso, as refeições precisam ser mais volumosas para promover saciedade ao paciente. Além disso, faz-se necessário ajuste na insulinização para acompanhar o rápido esvaziamento gástrico.
	 
	Acanthosis nigricans são lesões aveludadas caracterizadas por hiperceratose e hiperpigmentação da epiderme, geralmente localizadas na nuca, dobras axilares e inguinais. Sua presença indica, pelo menos, um grau moderado de resistência insulínica que pode estar relacionado à presença de excesso de gordura na parte superior do corpo.
	
	O DM2 acomete geralmente os indivíduos obesos e maiores de 30 anos, sendo a Dietoterapia um ponto chave do tratamento. Os pacientes DM2 necessitam de dieta hipocalórica que promova redução de 20% do peso corpóreo, com controle semanal da hemoglobina glicada.
	
	O DM2 causa alterações agudas e crônicas. As principais complicações agudas são as doenças microvasculares: nefropatia, retinopatia e neuropatia diabética. Dentre as complicações crônicas, relacionadas com agressão aos pequenos vasos sanguíneos devido ao estresse oxidativo, glicosilação protéica e acúmulo tóxico de sorbitol, destaca-se a Síndrome Metabólica e Efeito Somogyi.
	
	O paciente DM2 pode tornar-se insulino-dependente devido à toxicidade exercida pela elevação da pressão arterial sistêmica contra as células B-pancreáticas. Sendo assim, o tratamento prevê, além da contagem de carboidratos, a restrição de sal e produtos industrializados.
	
	 1a Questão (Ref.: 201401197622)
	Pontos: 0,0  / 0,1
	A multivitaminoterapia como suplementação de nutrientes tem sido recomendada para pacientes portadores de hepatopatias crônicas, visto que deficiências subclínicas de vitaminas e de minerais são frequentes nesses pacientes. Com relação a esse tipo de suplementação é correto afirmar que:
		
	 
	O tocoferol, vitamina relacionada com a hemostasia, quando dosado no sangue, comprova ser um bom parâmetro para avaliação de gravidade do quadro clínico nessas doenças
	 
	A absorção de cianocobalamina pode estar reduzida nesses pacientes, devendo ser essa vitamina suplementada
	
	A inadequada exposição ao sol desses pacientes pode alterar o metabolismo da vitamina A
	
	A deficiência de tiamina é sempre acompanhada por sinais e sintomas específicos dessa hipovitaminose
	
	O zinco e o cobre são minerais pouco depletados e os únicos que não devem ser suplementados
		
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201401198018)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	O processo aterosclerótico caracteriza-se pelo acúmulo de material lipídico na camada íntima do endotélio. Assinale V no caso de afirmativa verdadeira ou F se a afirmativa for falsa.
( ) O processo aterosclerótico tem origem com a modificação da funcionalidade do endotélio devido aos vários fatores de risco.
( ) A formação das estrias gordurosas, que são a primeira lesão reconhecível da aterosclerose, independe do acúmulo progressivo de lipidez intracelulares nas células espumosas e/ou extracelulares.
( ) A angina é causada pela formação e o crescimento da placa aterosclerótica associada à redução do lúmen arterial com conseqüente redução do fluxo sanguíneo.
( ) Placas susceptíveis á ruptura (formação de trombos) são chamadas de estáveis e aquelas com menor chance de fissura, ulceração e rompimento são chamadas de instáveis.
( ) O aumento da pressão arterial com a idade é um fator de risco importante para o desenvolvimento das doenças cardiovasculares e não representa um comportamento biológico normal.
		
	
	F; V; V; F; F.
	 
	V; F; V; F; V.
	
	V; F; F; F; F.
	
	V; V; F; F; F.
	
	V; V; F; V; V.
		
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201401198177)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Paulo portador de insuficiência renal crônica há 5 anos foi internado devido as complicações clínicas, dentre as quais hiperpotassemia. Na cozinha dietética do hospital utiliza-se a técnica de desprezo da água de cozimneto que leva à perda de 60% do potássio nas dietas com restrição deste mineral. Dentre os alimentos abaixo cujo preparo deve seguir esta recomendação está:
		
	
	carnes bovina
	 
	feijão
	
	macarrão
	
	peixes
	
	arroz
		
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201401121603)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Em um atendimento ambulatorial de um usuário, com histórico familiar de hipertensão arterial e excesso de peso corporal,

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.