A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
12 pág.
SOCIOLOGIA JURIDICA   TESTE DE CONHECIMENTOS AULA 03

Pré-visualização | Página 2 de 4

está apto a criar normas jurídicas.
	
	é possível perceber a existência de relações na sociedade que independem da regulação estatal. 
	
	existe a possibilidade de elaboração da norma fora do plano estatal, o que estaria em sintonia com o monismo jurídico 
	
	somente o agente político elabora norma jurídica. 
	
	 2a Questão (Ref.: 201607318394)
	Fórum de Dúvidas (7)       Saiba (0) 
	
	Marque a latrenativa incorreta. A concepção sociológica da origem do Direito pressupõe: 
		
	
	O direito seria um fato social imposto às pessoas como algo externo. 
	
	As normas são concebidas como tendências que só se tornam parte do ser humano se forem coercitivas. 
	
	A ideia de leis naturais, eternas e imutáveis, dirigindo tanto o universo quanto as relações humanas, desponta como algo inerente à nossa própria natureza. 
	
	O direito adquire significação e se reproduz nas ações individuais, transformando-se em padrões de comportamento e condutas regulares. 
	
	 3a Questão (Ref.: 201607318406)
	Fórum de Dúvidas (7)       Saiba (0) 
	
	O conceito sociológico do Direito NÃO pressupõe:
		
	
	Normas concebidas como tendências que só se tornam parte do ser humano se forem coercitivas. 
	
	A ideia de leis naturais, eternas e imutáveis, dirigindo tanto o universo quanto as relações humanas. 
	
	O objetivo de prevenir e compor conflitos existentes numa mesma sociedade 
	
	O direito como fato social imposto às pessoas como algo externo. 
	
	 4a Questão (Ref.: 201608050742)
	Fórum de Dúvidas (7)       Saiba (0) 
	
	Assinale a alternativa incorreta:
		
	
	A Eficácia refere-se a capacidade de produção de efeitos da norma, enquadra-se no campo do "potencial".
	
	No Estado Moderno tem sido comum e corriqueiramente aceito a inovação legislativa com o escopo de modificar determinadas condutas sociais, práticas denominadas de "antecipação da lei à realidade social existente".
	
	A validade de uma norma está atrelada a sua existência e pende para o preenchimento do requisito formal e do requisito material
	
	A Sociologia Judiciária tem o escopo de estudar os operadores do Direito.
	
	A Efetividade traduz a função social concreta da norma. Refere-se a eficácia jurídica produtora dos efeitos concretos.
	
	 5a Questão (Ref.: 201608195828)
	Fórum de Dúvidas (7)       Saiba (0) 
	
	   O Estado configura-se como uma organização de caráter politico que visa não só a manutenção e coesão, mas a regulamentação da força em uma formação social determinada. Esta força está alicerçada, por sua vez, em uma ordem coercitiva, tipificada pela incidência jurídica. Para Hans Kelsen, o Estado é um estado de Direito permanente, porquanto a personalidade jurídica do Estado é a expressão de uma unidade normativa jurídica. Logo, podemos dizer que para Hans Kelsen, o Monismo Jurídico defende: 
		
	
	O Estado como a única fonte do Direito, devendo este democratizar sua legitimidade de dizer o Direito.
	
	A Existência de mais de uma fonte do Direito além da norma manifesta pelo Estado, sendo ilegítima a coexistência normas que ultrapassando o caráter de simples regulamentos, adquiram o alcance de verdadeiras regras jurídicas. 
	
	O Estado é o único que possui legalidade para dizer o direito, devendo democratizar sua competência com o Direito alternativo. 
	
	O Direito é extensão do Estado, mas nem sempre o Estado é extensão do Direito. Sendo ilegítima a coexistência de normas que ultrapassam o caráter de simples regulamentos. 
	
	O Direito e Estado como construtos da mesma realidade, sendo ilegítima a coexistência normas que ultrapassando o caráter de simples regulamentos, adquiram o alcance de verdadeiras regras jurídicas. 
	
	 6a Questão (Ref.: 201608050737)
	Fórum de Dúvidas (7)       Saiba (0) 
	
	Marque a alternativa incorreta:
		
	
	O misoneísmo unido a fatores morais gera comportamentos discriminatórios, tais quais: homofobia, racismo e xenofobia.
	
	A Sociologia Judiciária estuda os operadores do Direito
	
	A função transformadora da norma visa atingir a pretensão da efetividade da norma respectiva
	
	A inefetividade não pode ser enquadrado com um efeito negativo da norma
	
	Dentre as funções positivas da norma jurídica, figura a função educativa que tem como escopo ensinar práticas adequadas para a população
	
	 7a Questão (Ref.: 201608081902)
	Fórum de Dúvidas (7)       Saiba (0) 
	
	A respeito da eficácia social das normas jurídicas, pode-se afirmar que as normas mais eficazes são: I) Somente aquelas cumpridas de forma espontânea II) Somente aquelas que guardam um vínculo real com a sociedade que as instituiu e que expressam necessidade social e que correspondem aos anseios populares III) Somente aquelas que não são condicionadas pela coação estatal Das afirmativas acima, estão INCORRETAS: 
		
	
	nenhuma
	
	I e II 
	
	I e III
	
	todas
	
	II e III
	
	 8a Questão (Ref.: 201607316471)
	Fórum de Dúvidas (7)       Saiba (0) 
	
	O fenômeno do pluralismo jurídico representa: 
		
	
	A possibilidade de diversas decisões e entendimentos a respeito de um mesmo assunto por parte do Poder Judiciário. 
	
	A existência de diversos ordenamentos jurídicos, produzidos espontaneamente em uma coletividade e coexistindo com o direito estatal, na produção de regras sociais. 
	
	A garantia do duplo grau de jurisdição, permitindo que diferentes juízes possam se manifestar em um mesmo processo judicial. 
	
	A efetividade de direitos difusos e coletivos, assegurados a diversos titulares no âmbito do Poder Judiciário. 
	
	A efetividade de direitos subjetivos, que permite aos seus titulares o exercício destes direitos de acordo com seu interesse. 
	
	 1a Questão (Ref.: 201608050742)
	Fórum de Dúvidas (7)       Saiba (0) 
	
	Assinale a alternativa incorreta:
		
	
	A Eficácia refere-se a capacidade de produção de efeitos da norma, enquadra-se no campo do "potencial".
	
	No Estado Moderno tem sido comum e corriqueiramente aceito a inovação legislativa com o escopo de modificar determinadas condutas sociais, práticas denominadas de "antecipação da lei à realidade social existente".
	
	A Sociologia Judiciária tem o escopo de estudar os operadores do Direito.
	
	A validade de uma norma está atrelada a sua existência e pende para o preenchimento do requisito formal e do requisito material
	
	A Efetividade traduz a função social concreta da norma. Refere-se a eficácia jurídica produtora dos efeitos concretos.
	
	 2a Questão (Ref.: 201607317457)
	Fórum de Dúvidas (7)       Saiba (0) 
	
	"Aos olhos de uma Teoria Crítica, reconhece-se a existência de um Direito não oficial que emerge das práticas sociais, um Direito "paralelo", "achado na rua" ou "insurgente". Nessa linha de raciocínio, o Direito é legítimo não em função da autoridade competente ou dos mecanismos procedimentais do Estado quanto à criação das normas, mas é válido porque a comunidade reconhece como tal. Assim, a Comunidade Local, a exemplo da Associação dos Moradores de Bairro de uma favela, não só reconhece a legitimidade das normas informais, mas também as aplicam, solucionando, dessa forma, os conflitos¿ (BRAY, Renato Toller. Um estudo sobre a relação entre a teoria jurídica crítica e o pluralismo jurídico. Disponível em http://jus2.uol.com.br/doutrina/texto.asp?id=7503)". Esta situação nos revela uma problemática relacionada aos seguintes fenômenos, EXCETO:
		
	
	a teoria do pluralismo jurídico
	
	a negação de que o Estado seja a fonte única e exclusiva de todo o Direito
	
	uma visão antidogmática e interdisciplinar que advoga a supremacia de fundamentos ético-sociológicos sobre critérios tecnoformais. 
	
	minimiza-se ou exclui-se a legislação formal do Estado e prioriza-se

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.