Livro Psicologia social contemporânea
226 pág.

Livro Psicologia social contemporânea

Disciplina:Psicologia Contemporânea11 materiais143 seguidores
Pré-visualização50 páginas
DADOS DE COPYRIGHT

Sobre a obra:

A presente obra é disponibilizada pela equipe Le Livros e seus diversos parceiros, com o
objetivo de oferecer conteúdo para uso parcial em pesquisas e estudos acadêmicos, bem como
o simples teste da qualidade da obra, com o fim exclusivo de compra futura.

É expressamente proibida e totalmente repudíavel a venda, aluguel, ou quaisquer uso
comercial do presente conteúdo

Sobre nós:

O Le Livros e seus parceiros disponibilizam conteúdo de dominio publico e propriedade
intelectual de forma totalmente gratuita, por acreditar que o conhecimento e a educação devem
ser acessíveis e livres a toda e qualquer pessoa. Você pode encontrar mais obras em nosso
site: LeLivros.link ou em qualquer um dos sites parceiros apresentados neste link.

"Quando o mundo estiver unido na busca do conhecimento, e não mais lutando por
dinheiro e poder, então nossa sociedade poderá enfim evoluir a um novo nível."

COLEÇÃO PSICOLOGIA SOCIAL

Coordenadores:
Pedrinho Arcides Guareschi – Pontifícia Univ. Católica do Rio Grande do Sul
(PUCRS)
Sandra Jovchelovitch – London School of Economics and Political Science (LSE) –
Londres

Conselho editorial:
Denise Jodelet – L’École des Hautes Études en Sciences Sociales – Paris
Ivana Marková – Universidade de Stirling – Reino Unido
Paula Castro – Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE) –
Lisboa, Portugal
Ana Maria Jacó-Vilela – Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj)
Regina Helena de Freitas Campos – Universidade Federal de Minas Gerais
(UFMG)
Angela Arruda – Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Neuza M.F. Guareschi – Pontifícia Univ. Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)
Leôncio Camino – Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

– Psicologia social contemporânea
 Vários autores
– As raízes da psicologia social moderna
 Robert M. Farr
– Paradigmas em psicologia social
 Regina Helena de Freitas Campos e Pedrinho A. Guareschi (orgs.)
– Psicologia social comunitária
 Regina Helena de Freitas Campos e outros
– Textos em representações sociais
 Pedrinho A. Guareschi e Sandra Jovchelovitch
– As artimanhas da exclusão
 Bader Sawaia (org.)
– Psicologia social do racismo
 Iray Carone e Maria Aparecida Silva Bento (orgs.)
– Psicologia social e saúde
 Mary Jane P. Spink

– Representações sociais
 Serge Moscovici
– Subjetividade e constituição do sujeito em Vygotsky
 Susana Inês Molon
– O social na psicologia e a psicologia social
 Fernando González Rey
– Dialogicidade e representações sociais
 Ivana Marková
– Psicologia do cotidiano
 Marília Veríssimo Veronese e Pedrinho A. Guareschi (orgs.)
– Argumentando e pensando
 Michael Billig
– Os contextos do saber
 Sandra Jovchelovitch
– Políticas públicas e assistência social psicológicas
 Lílian Rodrigues da Cruz e Neuza Guareschi (orgs.)
– A identidade em psicologia social
 Jean-Claude Deschamps e Pascal Moliner
– A invenção da sociedade
 Serge Moscovici
– Psicologia das minorias ativas
 Serge Moscovici
– Inventando nossos selfs
 Nikolas Rose
– A Psicanálise, sua imagem e seu público
 Serge Moscovici
– O psicólogo e as políticas públicas de assistência social
 Lílian Rodrigues da Cruz e Neuza Guareschi (orgs.)
– Psicologia social nos estudos culturais
 Neuza Maria de Fátima Guareschi e Michel Euclides Bruschi (orgs.)
– Envelhecendo com apetite pela vida
 Sueli Souza dos Santos e Sergio Antonio Carlos (orgs.)
– A análise institucional
 René Lourau

CDD-302

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)
(Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)

Psicologia social contemporânea : livro-texto
/ Marlene Neves Strey et al. – Petrópolis, RJ :
Vozes, 2013.

ISBN 978-85-326-4746-7 – Edição digital

1. Psicologia Social I. Strey, Marlene Neves.

98-0583

Índices para catálogo sistemático:
1. Psicologia social   302

© 1998, Editora Vozes Ltda.
Rua Frei Luís, 100
25689-900 Petrópolis, RJ
Internet: http://www.vozes.com.br

Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta obra poderá ser reproduzida
ou transmitida por qualquer forma e/ou quaisquer meios (eletrônico ou
mecânico, incluindo fotocópia e gravação) ou arquivada em qualquer sistema ou
banco de dados sem permissão escrita da Editora.

Diretor editorial
Frei Antônio Moser

Editores
Ana Paula Santos Matos
José Maria da Silva
Lídio Peretti
Marilac Loraine Oleniki

Secretário executivo
João Batista Kreuch

Editoração e org. literária: Jaime Clasen
Projeto gráfico: AG.SR Desenv. Gráfico
Capa: Graph-it
ISBN 978-85-326-4746-7 – Edição digital

Editado conforme o novo acordo ortográfico.

PREFÁCIO

É sempre um grande prazer introduzir mais uma obra de Psicologia Social,
produzida por brasileiros, para brasileiros. Pois isto significa que estamos
construindo um saber próprio, que deverá refletir não só na prática de futuros
psicólogos, mas também nas pessoas atendidas por eles, que esperamos serem
a grande maioria tão carente de nossa população.

Ao fazer tal afirmativa, o faço ciente de que se trata de um conjunto de artigos
comprometidos com uma postura crítica, visando promover relações sociais,
que não neguem o poder que nos diferencia, mas que têm por objetivo último
gerar a igualdade, respeitando peculiaridades individuais.

O conjunto de autores que contribuíram na elaboração desta obra já são uma
garantia de que esta meta será atingida, pois não só os seus escritos, mas,
principalmente, suas práticas cotidianas são o testemunho objetivo de uma
psicologia social crítica.

O exame cuidadoso dos capítulos que constituem o livro também retrata esta
postura, ao introduzir pressupostos que indicam a preocupação com uma
inserção histórica, com um compromisso ético tanto na teoria quanto na prática
da pesquisa.

O referencial teórico abrange os temas fundamentais desta nova abordagem
da Psicologia Social, permitindo ao leitor superar a contradição enfrentada pela
psicologia tradicional entre subjetividade vs. objetividade. Pois, hoje temos
clareza de que o objeto de nossa ciência é a relação dialética unívoca entre
objetividade e subjetividade na constituição do psiquismo humano.

A prática de uma psicologia social crítica, como não poderia deixar de ser,
compõe a última parte deste livro, visando introduzir o aluno no que
consideramos uma práxis científica. Esses capítulos tentam resgatar um saber
construído numa época de repressão política, para as possibilidades que hoje se
abrem para uma atuação do psicólogo em instituições como creches, postos de
saúde, escolas que prestem serviços patrocinados pelo Estado, para aquela faixa
da população que vem sendo alvo de uma psicologia social crítica.

Gostaríamos ainda de dedicar algumas palavras aos professores e alunos que
irão trabalhar com esta teoria: ela é sempre “uma síntese precária” da qual nós
partimos para a elaboração de conhecimentos concretos. Ela jamais é neutra ou
universal, assim um saber gerado no sul do Brasil terá peculiaridades que o

diferenciam da psicologia de outras regiões do país, principalmente pelas
diferenças históricas e geográficas de um país-continente:

– a realidade concreta, construída historicamente, é o objetivo último de nossa
ciência, a qual permitirá conhecer o indivíduo em sua totalidade. Jamais
devemos usar fatos cotidianos para exemplificar uma teoria, pois eles sempre
poderão estar questionando o saber elaborado até o presente;

– Bachelard, em sua obra A filosofia do não, afirma que o conhecimento
científico só avança quando o pesquisador se questiona: “por que não o
contrário?” Portanto, não devemos temer nossas dúvidas ou as “exceções que
comprovam a lei”. Certamente, elas nos estarão dando novas pistas a serem
pesquisadas, abrindo caminho para análises cada vez mais próximas a um saber
concreto;

– Não podemos, contudo, nos esquecer que também existem aspectos
universais no comportamento humano e devemos