DEJOURS- A LOUCURA DO TRABALHO
173 pág.

DEJOURS- A LOUCURA DO TRABALHO


DisciplinaPsicologia do Trabalho537 materiais3.966 seguidores
Pré-visualização50 páginas
r
Dedos Internacionais de Catalogação na Publicação (OP) (Câmara Brasileira do Uvro, SP, Brasil)
Dejours, Chhstophe, 1949-
D373I A loucura do trabalho: estudo de psicopatologia do trate-
lho/Christophe Dejours; tradução de Ana Isabel Paraguay e Ltf-cia Leal Ferreira. - 5! ed. ampliada - 
São Paulo : Cartaz \u2014 Oboré, 1992.
Bibliografia.
ISBN 85-249-0101-2
1. Estresse do trabalho 2. Trabalho - Aspectos psicológicos 3. Trabalho e classes trabalhadoras - 
Doenças 4. Trabalho e classes trabalhadoras - Saúde mental I. Título. II. Estudo de psicopatologia do 
trabalho.
CDD-158.7 -362.2 -616.9803 87-1748 NLM-
WA400
índices para catálogo sistemático:
1. Estresse do trabalho: Medicina 616.9803
2. Loucura do trabalho: Medicina 616.9803
3. Psicologia do trabalho 158.7
4. Trabalhadores: Distúrbios mentais: Patologia soeU 3622
5. Trabalhadores: Saúde mental: Patologia social 362.2
6. Trabalho: Aspectos psicológicos 158.7
7. Trabalho: Doenças: Medicina 616.9803
Christophe Dejours, 38 anos, nasceu e vive em Paris. É doutor em medicina, especialista em medicina 
do trabalho, psiquiatra, psicanalista, ergonomista e ex-professor da Faculdade de Medicina de Paris. Hz 
pesquisas sobre temas situados nas fronteiras da psicopatologia: psicossomática e psicopatologia do 
trabalho. Trabalha no Centro Hospitalar de Orsay. E casado com uma psiquiatra e tem duas filhas.
Além deste A loucura do trabalho, editado na França em 1980 e agora traduzido para o português com 
um anexo metodológico inédito em seu país de origem, publicou em 1986 Les corps entre biologie 
etpsychanaiyse, participou nas obras coletivas Corps malade et corps érotique (1983) e 
Psycliopatologie du travatí (1985), tendo editado 67 artigos nas mais diversas publicações 
especializadas entre 1973 e 1986.
Foi o organizador do Primeiro Colóquio sobre Psicopatologia do trabalho, realizado em Paris, em 
setembro de 1984.
Já esteve no Brasil, em São Paulo, em 1983, participando do / Colóquio franco-brasileiro sobre divisão 
do trabalho, divisão dos riscos e saúde
k
Christophe Dejours
A loucura do trabalho
estudo de psicopatologia do trabalho
Tradução de
Ana Isabel Paraguay
e Lúcia Leal Ferreira
5a edição ampliada
4a reimpressão
OBORÍ
© Édiuons du Centurion, 1980. Direitos de tradução e edição em língua portugvett reservados por 
OBORÉ Editorial Ltda. Rua Vergueiro, 727, 7° andar - 01504-001 São Paulo, Brasil. Telefone: (011) 
278.6100. Fax: (011) 277.2749
Capa, projeto gráfico e produção: Sônia Rangel e Cerifa.
BC/BIBLIOTECA DE CIflNCIAS HUMANAS E EDUCA60 ^
HOÍSS LIMONAD y ^
#
R$
Terio No. 22/02/99
 9.60
 131/99 Registro:289,666
© da tradução, 1987, de Ana Isabel Paraguay (capítulos 3, 5, 6 e Anexo) e de Lúcia Leal Ferreira 
(introdução, capítulos 1, 2,4 e conclusões).
Publicação e comercialização CORTEZ EDITORA
Rua Bartira, 387 - Tel.: (OU) 864-0111 05009 -São Paulo -SP
Impresso no Brasil - Abnl de 1998
Sumário
Apresentação...................................................................................... 9
Introdução ......................................................................................... 11
O século XIX e a luta pela sobrevivência............................................ 14
Da Primeira Guerra Mundial a 1968.................................................. 18
Terceiro período: após 1968 ............................................................ 22
Capítulo 1 \u2014 As estratégias defensivas ..................................................... 27
As "ideologias defensivas" (o caso do subproletariado) ........................ 27
Os mecanismos de defesa individual contra a organização do trabalho: o
exemplo do trabalho repetitivo ........................................................ 37
\~*»Capítulo 2 \u2014 Que sofrimento?............................................................... 48
"**O Insatisfação e conteúdo significativo da tarefa..................................... 48
Insatisfação e conteúdo ergonômico do trabalho.................................. 53
\u2022* Capítulo 3\u2014 Trabalho e medo .............................................................. 63
Os sinais diretos do medo............................................................... 65
Os sinais indiretos do medo: a ideologia ocupacional defensiva............... 69
 ° medo em tarefas submetidas a ritmos de trabalho.............................. 73
\u25a0 A ansiedade e as relações de trabalho................................................. 75
> As diferentes formas de ansiedade.................................................... 77
I
Capítulo 4\u2014 Um contra-exemplo: a aviação de caça ................................. 80
Capítulo 5 \u2014 A exploração do sofrimento ................................................ 96
/ A exploração da frustração............................................................. 97
\ A exploração da ansiedade.............................................................. 104
 Capítulo 6 \u2014 A organização dó trabalho e a doença ................................... 119
 A doença mental........................................................................... 122
A doença somática ...................... ................................................ 126
Conclusões ......................................................................................... 133
Anexo: A metodologia em psicopatologia do trabalho ................................. 141
Bibliografia ........................................................................................ 159
Entrevista ........................................................................................................................ 164
I
Apresentação
A 5* edição brasileira de "A Loucura do Trabalho", tradução de "Travail, Usure Mentale" de 
Christophe Dejours é um atestado de sucesso. Que, aliás, começou com a presença do autor aqui no 
Brasil para o lançamento da 1! edição, em 1987 e sua incansável e brilhante participação em inúmeras 
reuniões e debates acadêmicos e sindicais^ as entrevistas que concedeu a vários órgãos de imprensa. 
Todo este trabalho de divulgação deu frutos. Este livro faz avançar uma disciplina que tem 
permanecido até agora muito embrionária: a psicopatologia do trabalho.
Em várias regiões do Brasil formaram-se grupos de estudo informais para ler e discutir o livro. "A 
Loucura do Trabalho" passou a ser uma referência básica, recomendada por professores das mais 
diversas áreas acadêmicas: sociologia, psicologia, medicina social, administração e até engenharia de 
produção. Várias teses de mestrado e doutorado brasileiras apoiaram-se na abordagem de 
psicopatologia do trabalho de Dejours.
A receita deste sucesso está na reunião de três ingredientes básicos: o fascínio do tema abordado - as 
relações entre trabalho e saúde mental -, o seu método de investigação e a forma pelo qual Dejours os 
trata.
_O mais estimulante no trabalho de Dejours é exatamente a questão que ele se propõe a responder: 
como fazem os trabalhadores para resistir aos ataques ao seu funcionamento psíquico provocados pelo 
seu trabalho? O que fazem para não ficarem loucos?
Com esta questão, amplia-se notavelmente o próprio objeto de estudo da psicopatologia do trabalho. 
Não se trata de estudar as doenças mentais descompensadas, ou os trabalhadores por elas atingidos, 
mas sim todos os trabalhadores, a população real e "normal" que está nas fábricas, nas usinas, nos 
escritórios e é submetida a pressões no seu dia a dia. O objeto de estudo passa a ser, não a loucura, mas 
o sofrimento no trabalho, "um estado compatível com a normalidade mas que implica numa série de 
mecanismos
Luana
Luana fez um comentário
olá! alguém poderia me enviar esse arquivo por email, estou precisando pro tcc luanaumbelino@hotmail.com
0 aprovações
Jennifer
Jennifer fez um comentário
Olá, Alguém poderia me enviar esse arquivo por email? jennifergomespsi
0 aprovações
Menina Nada
Menina Nada fez um comentário
Alguem conseguiu por e-mail?
0 aprovações
Amanda
Amanda fez um comentário
Ola! Alguem poderia me enviar esse arquivo por email? amanda.msl@hotmail.com
0 aprovações
Carregar mais