A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
51 pág.
Algoritmo

Pré-visualização | Página 3 de 12

escolhas 
e laços de repetição; exibição de resultados, entre outros. Toda essa teoria será apresentada 
posteriormente. 
Cabe ressaltar ainda, que durante a formalização de um pseudocódigo, é importante atentar a 
algumas observações relevantes, tais como: 
 Não utilizar espaço entre as letras; 
 Não iniciar nomes com algarismos (números), ou seja, não utilizar nomes do tipo 1A; 
 Não utilizar caracteres especiais, tais como, acentos (´, ~, ^), símbolos (@, #, $, %, &), etc.; 
 Não utilizar como nomes de variáveis palavras reservadas, ou seja, as palavras que por definição já 
fazem parte das estruturas do algoritmo, tais como, se, enquanto, etc.; 
 Não utilizar nomes iguais para representar variáveis diferentes; 
 Ser sucinto e utilizar nomes coerentes. 
TIPOS DE DADOS 
 Os dados são os valores a serem utilizados na resolução do problema. No decorrer da organização 
dos algoritmos, é necessário armazenar informações a serem utilizadas posteriormente, para tanto, utiliza-
se de variáveis e constantes. 
 Uma constante é um tipo de dado que não sofre nenhuma alteração no decorrer do tempo, ou seja, 
o valor é constante do início ao fim da execução do algoritmo, por exemplo: 
5, Verdadeiro, 0.3, SIM 
var 
<nome das variáveis> : <tipo das variáveis> 
12 
INTRODUÇÃO À CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Profa. Dra. Alessandra Bonato Altran 
 Em outras palavras, são todos os números, letras ou palavras fixas, não podem ser modificados em 
nenhum momento. Por exemplo, na equação y=2x+1, o numero 1 que está sendo adicionado, será sempre 
o mesmo para qualquer valor de x. 
 Já, uma variável, como o próprio nome diz, é um tipo de dado que pode ser alterado, em algum 
momento, durante a execução do algoritmo, ou seja, o valor sofre alteração em um determinado momento, 
tais como: 
o clima, o peso de uma pessoa, as notas da escola 
 Agora, para o mesmo exemplo acima, o da equação y=2x+1, o x e o y são as variáveis, pois, 
podem assumir qualquer valor em um determinado momento. 
Assim, uma variável (ou constante) tem que ser definida segundo o conjunto de valores que ela 
receberá. Deste modo, os tipos de dados referem-se, exatamente, a esses valores, podendo ser 
classificados como variáveis (ou constantes) do tipo inteiro, real, caracter (ou literal) e lógico. 
 Variáveis do Tipo Inteiro 
 São variáveis que podem armazenar qualquer valor pertencente ao conjunto dos números inteiros 
(nulo, positivos e negativos), por exemplo: 
53, 0, -21, 1043, -256 
 Variáveis do Tipo Real 
 São variáveis que podem armazenar qualquer valor pertencente ao conjunto dos números reais 
(nulos, negativos e positivos), como segue: 
-10.5, 0., 0.0, 2.0, 15.3 
 Variáveis do Tipo Caracter (ou Literal) 
 São variáveis que podem armazenar qualquer tipo de informação composta por um conjunto de 
caracteres alfanuméricos, sendo: numéricos (0...9), alfabéticos (A...Z e a...z) e especiais (#, ?, !, @), como 
os exemplos abaixo: 
“Use caneta.”, “João”, “1.6”, “BR3” 
 
 
13 
INTRODUÇÃO À CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Profa. Dra. Alessandra Bonato Altran 
 Variáveis do Tipo Lógico (ou Booleano) 
 São variáveis que podem armazenar apenas os valores lógicos, verdadeiro (V) ou falso (F), 
podendo ser representadas como: 
sim – não, 0 – 1 
 Toda variável, ou constante, tem que ter um nome, ou seja, tem que ser identificada. Assim, um 
identificador é uma sequência de caracteres alfabéticos e/ou numéricos que obedecem às seguintes regras: 
1. O primeiro caractere deve ser uma letra. 
2. Não utilizar espaços entre as letras. 
3. Não utilizar caracteres especiais. 
4. Os nomes das variáveis não podem ser os mesmos das palavras reservadas. 
5. Não utilizar nomes muito longos. 
6. Os nomes escolhidos devem ser explicativos do seu conteúdo. 
OPERADORES 
 Os operadores são utilizados para representar expressões de cálculo, comparação, condição e 
atribuição. Esses operadores são divididos em operadores de atribuição, aritméticos, relacionais e 
lógicos. 
 Operadores de Atribuição 
O operador de atribuição é utilizado para expressar o armazenamento de um valor em uma 
variável, ou seja, indica o que a variável vai receber em seu conteúdo num determinado momento. 
Identificador ← valor 
 Assim, o operador ← indica qual valor que o identificador está recebendo naquele exato 
momento, veja os exemplos a seguir: 
nome ← “Fulano de tal” 
Resp ← x + 1 
Valor ← 131.5 
Resposta ← Verdadeiro 
N ← 0 
14 
INTRODUÇÃO À CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Profa. Dra. Alessandra Bonato Altran 
 Operadores Lógicos 
 Os operadores lógicos são utilizados para concatenar ou associar expressões que estabelecem uma 
relação de comparação entre valores. São utilizados três operadores básicos para a formação de novas 
proposições lógicas compostas a partir de outras proposições lógicas mais simples, que são: 
Operadores 
não ( negação) e (conjunção) ou (disjunção) 
O resultado dessas expressões é sempre um valor lógico (verdadeiro ou falso), e a ordem de 
prioridade é a mesma apresentada acima, primeiro negação, depois conjunção e, por último, disjunção. 
 Operadores Aritméticos 
Os operadores aritméticos são dados por um conjunto de símbolos que representam as operações 
básicas da matemática, veja a tabela a seguir: 
Operadores Exemplos 
+ adição 2 + 3, a + b, x + 1 
– subtração 5 – 1, c – d, y – 3 
* multiplicação 3 * 4, m * n, t * 2 
/ divisão 10 / 2, x1 / x2 
** ou ^ exponenciação x ** 2, 3 ^ 3 
SQRT raiz quadrada SQRT (4) 
MOD resto da divisão inteira 9 mod 4 (=1) 
DIV quociente da divisão inteira 9 div 4 (=2) 
 
 Os operadores aritméticos vistos na tabela acima, quando utilizados tem que obedecer a uma 
ordem de prioridade, que é a seguinte: 
1. parênteses mais internos; 
2. potenciação (**), raiz quadrada (SQRT); 
3. multiplicação (*), divisão (/), resto da divisão inteira (mod), quociente da divisão inteira (div); 
4. adição (+), subtração (–). 
15 
INTRODUÇÃO À CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Profa. Dra. Alessandra Bonato Altran 
Por exemplo: 
2–3*(5+2)–SQRT(4) = 2–3*7-SQRT(4) = 2–3*7–2 = 2–21–2 = –21 
 Operadores Relacionais 
 Os operadores relacionais são utilizados para estabelecer uma relação de comparação entre valores 
ou expressões. Tais valores são representados por constantes, variáveis, ou expressões aritméticas, 
utilizando, para tanto, os símbolos mostrados logo abaixo: 
Operadores Exemplos 
= igual a 3 = 3, a = b 
> maior que 5 > 2, x > y 
< menor que 1 < 10, c < d 
>= maior ou igual a 15 >= 10, x >= y 
<= menor ou igual a 2 <= 6, k <= t 
<> diferente de 7 <> 3, b <> c 
 Agora, considerando situações com operações mistas, ou seja, com a utilização de vários tipos de 
operações em uma mesma expressão, as prioridades para execução devem ser as mesmas que as adotadas 
na matemática: 
1. Efetuar operações em parênteses mais internos ( ( ) ) 
2. Efetuar exponenciação e funções (** ou ^) 
3. Efetuar multiplicação e divisão (*, /) 
4. Efetuar adição e subtração (+, -) 
5. Efetuar atribuição (←) 
6. Efetuar operações relacionais ( =, >, <, >=, <=, <>) 
7. Efetuar operações lógicas (não, e, ou) 
As expressões que utilizam os operadores aritméticos, relacionais e