Conceito de Fornecedor - Resumo
2 pág.

Conceito de Fornecedor - Resumo

Pré-visualização2 páginas
1
Fornecedor stricto sensu
Art. 3º, caput, do CDC: ”Fornecedor é toda pessoa física ou jurídica, pública ou priva-
da, nacional ou estrangeira, bem como os entes despersonalizados, que desenvolvem
atividade de produção, montagem, criação, construção, transformação, importação,
exportação, distribuição ou comercialização de produtos ou prestação de serviços”.
Atividade: reiteração ou habitualidade.
Fornecer: prover, abastecer, guarnecer, dar, ministrar, facilitar, proporcionar.
Dois tipos de fornecedores: produtos e serviços.
Fornecedor de produtos
Critérios caracterizadores:
Habitualidade.
Atividade prossional.
Observação: Se o fornecedor de produtos vende fora da sua atividade prossional não
se aplica o CDC. Exemplo: venda de um carro por uma agência de viagens a um terceiro.
Fornecedor de serviços
Não é necessário que o fornecedor de serviços seja prossional. Critérios caracterizadores:
Habitualidade.
Remuneração.
Observação: A expressão mediante remuneração não se confunde com onerosidade. Os
serviços remunerados incluem também aqueles remunerados indiretamente. Ex.: trans-
porte público gratuito a idosos.
Conceito de Fornecedor
Direito do Consumidor
2
Cadeia de Fornecedores
Fornecedor equiparado
O CDC considera como fornecedores todos aqueles que participam da cadeia de forneci-
mento de produtos e de serviços.
Cadeia é uma forma de organização da produção/fornecimento/distribuição.
É de difícil identicação para os consumidores.
Finalidade: oferecimento de produtos no mercado de consumo.
Consequência: solidariedade.
Terceiro, intermediário ou ajudante da relação de consumo principal, mas que atua fren-
te ao consumidor como se fornecedor fosse.