Responsabilidade dos profissionais liberais - Resumo
2 pág.

Responsabilidade dos profissionais liberais - Resumo

Pré-visualização2 páginas
1
Responsabilidade dos prossionais liberais
Responsabilidade do médico
Deveres do médico
Regra geral do CDC: responsabilidade civil objetiva.
Exceção: responsabilidade subjetiva dos prossionais liberais (art. 14,§ 4° do CDC).
Obrigação de meio ou resultado? Depende.
Obrigação de meio: não há comprometimento do médico com a obtenção de um re-
sultado especíco.
Obrigação de resultado: necessidade de alcançar resultado especíco almejado
pelo paciente.
Como regra, a obrigação do médico é de meio. Exceção: cirurgia estética.
De acordo com Bruno Miragem, há 3 grupos de deveres:
Informar e esclarecer.
Técnica e perícia.
Cuidado, diligência e prudência.
Regra: o médico não responde pelo risco inerente; intrínseco à natureza do serviço
(Exemplo: cirurgia em paciente idoso, quimioterapia).
No entanto, responde pela ausência de informação: art. 6°, III, do CDC dever de infor-
mar como direito básico do consumidor.
Dever de informar: art. 15 CC.
Consentimento informado: capaz de afastar a responsabilidade.
Responsabilidade dos prossionais liberais
Direito do Consumidor
2
Culpa médica
Não cabe ao Judiciário avaliar questões de alta indagação cientíca, nem se pronunciar so-
bre qual o tratamento mais indicado à cura do doente, mas tão somente avaliar a conduta
do prossional para vericar, à vista das provas, se houve ou não falha humana consequen-
te de erro grosseiro.
A culpa não versa sobre os melhores métodos e tratamentos.
Não há presunção de culpa.
Exigência da prova de erro grosseiro:
No diagnóstico.
Na medicação.
No tratamento.
Injusticável omissão na assistência/cuidados ao paciente.
Exceção: cirurgias estéticas – obrigação de resultado.
Responsabilidade subjetiva com culpa presumida. A responsabilidade continua sendo
subjetiva, no entanto, se dará com inversão do ônus da prova.
Responsabilidade médica empresarial
E a responsabilidade dos hospitais, clínicas e casas de saúde? Objetiva.
Três tipos de atos praticado por essas entidades:
Serviços essencialmente hospitalares (exemplos: instrumentação cirúrgica, higieni-
zação, vigilância e ministração de medicamentos).
Atos técnicos praticados por médicos sem vínculo de emprego ou subordinação
com o hospital: a responsabilidade subjetiva do prossional, excluída a responsabili-
dade da entidade hospitalar, se não tiver concorrido para a ocorrência do dano.
Atos técnicos praticados por prossionais da saúde vinculados, de alguma for-
ma, ao hospital: respondem solidariamente a instituição hospitalar e o prossional
responsável, apurada a sua culpa prossional.