A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
APOL DE ETNIAS E GEOGRAFIA,NOTA 100

Pré-visualização | Página 1 de 2

APOL: Estudo das Relações Étnico-Raciais para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira, Africana e nota 100 
Considere o seguinte fragmento de texto: 
“No afã de libertar a sociedade francesa de todos os preconceitos e discriminações vigentes no Antigo Regime, os filósofos iluministas idealizaram uma nova sociedade fundamentada na trilogia: liberdade, igualdade e fraternidade. A partir desse ideário, os revolucionários edificaram na França o Estado Democrático de Direito, onde o respeito às liberdades e aos direitos individuais constitui um dos pontos basilares da nova organização estatal”.
 Tendo em vista o fragmento de texto acima e os conteúdos do livro-base Desigualdades de gênero, raça e etnia, sobre a relação entre o surgimento do feminismo no final do século XVIII e a crítica ao liberalismo, é correto afirmar que:
Foi a Revolução Francesa o movimento que consagrou, pela primeira vez, os direitos das mulheres.
As revoluções liberais do final do século XVIII retiraram direitos das mulheres, conquistados um século antes, motivo pelo qual foram criticadas.
De ideologia liberal, a declaração dos direitos universais da Revolução Francesa não incluiu direitos para as mulheres, razão pela qual foi criticada.PG 66.
O feminismo surgiu como um movimento antiliberal e de apoio à proclamação dos direitos universais na Revolução Francesa.
As revoluções liberais do século XVIII retardaram o surgimento do feminismo, que só viria ter força na segunda metade do século XX.
Leia o seguinte fragmento de texto: 
“Desde o fim do século XVIII, a natureza feminina era associada gradativamente aos órgãos reprodutivos. Essa associação referendava o discurso médico e de autoridades acerca das limitações dos papéis das mulheres”. 
A mulher sempre teve seu lugar no mundo marcado pela maternidade e pela reprodução. As mudanças nessa área significaram também uma mudança no lugar da mulher na sociedade. Considerando a citação acima e o livro-base Desigualdades de gênero, raça e etnia sobre relação entre o avanço tecnológico no campo da reprodução e contracepção e a questão de gênero, é correto afirmar que:
As tecnologias de contracepção tiraram o poder da mulher de comandar seu próprio corpo.
As tecnologias de reprodução contribuíram para a submissão das mulheres aos homens.
Mesmo com as tecnologias, a atividade sexual ainda é insubstituível, ao menos para a reprodução.
As técnicas contraceptivas deram à mulher a opção da gravidez, ao passo que as técnicas reprodutivas possibilitaram a gravidez sem o intercurso sexual.pag.68.
As técnicas para evitar e para ter filhos diminuíram o papel da mulher na sociedade.
Considere a citação a seguir: 
“Na última década, a pobreza no Brasil declinou sensivelmente. Mais de 28 milhões de brasileiros suplantaram a ‘linha de pobreza’. O contingente de pobres caiu de 36% para 22% da população total”. 
A diminuição do número de pobres pode indicar mobilidade social. E, mesmo que esse número tivesse aumentado, ainda assim poderíamos falar em mobilidade social. Levando em consideração os conteúdos do livro-base Desigualdades de gênero, raça e etnia, sobre os fatores coletivos de mobilidade social, é correto afirmar que:
Fatores coletivos de mobilidade social estão ligados à movimentação de pessoas ou grupos, por conta de mudanças estruturais na economia, como a industrialização. Pag.36.
Fatores coletivos de mobilidade social são explicados pelo esforço individual de todos os membros de um grupo.
Fatores coletivos de mobilidade social promovem o declínio coletivo da situação econômica de um determinado grupo, mas não sua ascensão.
Fatores coletivos de mobilidade social mantêm os extratos sociais inalterados, pois não têm força para isso.
Fatores coletivos de mobilidade social dependem da vontade dos indivíduos em progredir.
4-Leia o seguinte extrato de texto:
“Nos Estados Unidos da América, a ação afirmativa surgiu após a Segunda Guerra Mundial no bojo do Welfare State, cuja orientação privilegiava a atuação do Estado enquanto interventor na organização socioeconômica da sociedade”.
Tomando como referência os conteúdos do livro-base Desigualdades de gênero, raça e etnia sobre as políticas afirmativas nos Estados Unidos, analise as assertivas a seguir, assinalando V para as verdadeiras e F para as falsas:
I. (F ) A política de cotas foram criadas (mas não implementadas) no período da independência norte-americana, graças à influência liberal em sua constituição.
II.(V) Nos Estados Unidos, a política de cotas teve início a partir de reivindicações da comunidade negra.
III.(V) A conquista de ações afirmativas para os negros resultou na reivindicação de medidas iguais para as mulheres.
IV.(V) As políticas afirmativas nos Estados Unidos foram influenciadas por medidas semelhantes àquelas adotadas nos países que se descolonizavam na Ásia e na África. 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta:
F – V – V – V pag.165 B - V – F – F – F C- F – V – V – F D- V– F – F – V 
E- F – V – F – F
5- Leia a citação a seguir: 
“Quando desempenho meus deveres de irmão, de esposo ou de cidadão, quando me desincumbo de encargos que contraí, pratico deveres que estão definidos fora de mim e de meus atos, no direito e nos costumes, mesmo estando de acordo com sentimentos que me são próprios, sentindo-lhes interiormente a realidade, esta não deixa de ser objetiva, pois não fui eu quem os criou, mas recebi-os através da educação”.
Nessa citação, Durkheim discorre sobre a transmissão das regras sociais. De acordo com os conteúdos abordados nas aulas e no livro-base Desigualdades de gênero, raça e etnia sobre a transmissão das regras sociais, é correto afirmar que:
As regras sociais são transmitidas naturalmente
Entre outras instituições, a família e a escola são responsáveis pela transmissão das regras sociais.PAG 16
Existe um sistema de coerção que nos desobriga do cumprimento das regras sociais.
As regras sociais são imutáveis, por isso independem das instituições sociais para existir.
Socialização é o nome dado ao descumprimento das normas sociais.
APOL: - Metodologia do Ensino de Geografia- nota 100
Leia o fragmento de texto a seguir:
“As transformações econômicas, políticas e sociais, a expansão da indústria e da lógica capitalista, as crises e guerras mundiais que se desenrolaram no cenário global fizeram com que o modelo de geografia adotado até então passasse a ser questionado, devido a sua incapacidade de explicar as transformações que fomentavam o espaço”.
De acordo com o livro-base Metodologia do Ensino de Geografia, o aparente enfraquecimento do Estado diante dos interesses de mercado do capital internacional mais o surgimento de “Estados Supranacionais” foram fatores que alteraram a função social da geografia e desencadearam uma crise na escola e na geografia. Essa crise levou a três caminhos diferenciados. Quais foram os três caminhos? Analise as sentenças a seguir, assinalando V para as afirmativas verdadeiras e F para as afirmativas falsas.
I. (V) A geografia tradicional, compartimentada, descritiva, não conseguia mais explicar o espaço e o discurso nacionalista enaltecedor da pátria. A saída foi a busca de especialização nos diferentes ramos geográficos.
II. (V) A geografia utilitária e do planejamento, no qual destacou-se a chamada geografia quantitativa, que associava-se com a matemática.
III. (F) A especialização extrema que surgia aprofundou a compartimentação de tal forma que acabou enaltecendo a geografia.
IV. (V) A geografia crítica, que compreende o espaço como social, construído historicamente, pleno de lutas e conflitos sociais.
Agora, marque a sequência correta:
V – F – V – V B- V – F – V – F C- F – V – V – V D- V – V – F – V (PG48) 
E-F – F – V – V
2- Leia o fragmento de texto a seguir: 
“Entender a geografia como ciência que, ao tratar o espaço geográfico, concebe-o na sua construção interativa entre natureza e sociedade”. 
Os critérios com os