Livro Top Cap 1 3

Livro Top Cap 1 3


DisciplinaProjetos de Investimento de Capital2 materiais120 seguidores
Pré-visualização4 páginas
Fundamentos do Mercado Financeiro Nacional
Guilherme Santos
Profº Dr Antonio Sérgio Torres Penedo
Universidade Federal de Uberlândia - Mestrado em Administração 02/2017
Uberlândia, 17 de Agosto de 2017
1
Sistema Financeiro Nacional;
Valores Mobiliários;
Fundos de Investimentos
Fundamentos do Mercado Financeiro Nacional
2
Sistema Financeiro Nacional
Escasses de recursos X desejos e decisões de consumo
Fundamentos do Mercado Financeiro Nacional
Decisões de consumo, poupança e investimento dos agentes economicos impactam no todo, estão interligadas. Por isso a importância desse mercado.
3
Sistema Financeiro Nacional
C < R = agentes superativitários; 
C > R = agentes deficitários;
Sistema Financeiro (SF): intermediador 
SF evoluiu >> caracteristicas operacionais especificas;
Fundamentos do Mercado Financeiro Nacional
C = consumo; R = renda
Mercado Monetário: intervenção do governo para controle da economia; transações de curtissimo prazo entre os bancos ou entre os bancos e o BC;
Mercado de câmbio: negociado a troca de moedas estrangeiras por nacionais; regulado e fiscalizado pelo BC, que tb o utiliza para politicas cambiais;
Mercado de crédito: intermediação financiera entre tomadores e poupadores, IF ganhando spread. Bancos e financeiras; movimenta a economia
4
Sistema Financeiro Nacional
	Mercado de capitais \u2013 investimento produtivo
Fundamentos do Mercado Financeiro Nacional
Títulos
Dívida: debêntures \u2013 credor 
Patrimonial: ações \u2013 acionista
Prestadoras de serviços
Poupador >>> Tomador
Mercado de capitais: demandas maiores, mais longas e mais arriscadas, que o mercado de crédito pode suprir.
Empréstimos diretos, porém sempre com a participação de uma IF.
As instituições atuam como prestadoras de serviços, na colocação dos títulos, estruturação de títulos e dos preços etc, recebem pela prestação do serviços e não um spread, não assumem nenhum risco ou responsabilidade pela emição do título.
Fontes de captação de recursos: próprios, IF ou títulos.
Riscos assumidos pelos próprios investidores.
5
Sistema Financeiro Nacional
Fundamentos do Mercado Financeiro Nacional
Disciplinar, fiscalizar e desenvolver o mercado de capitais.
Politica da moeda e do crédito
Determinar normas gerais seguros privados, capitalização e previdência privada aberta
Regular o regime de previdência complementar (fundos de pensão)
Assegurar o poder da moeda nacional e um SF sólido e eficiênte.
Controle e fiscalização dos mercados de seguro, previdência privada aberta, capitalização e resseguro.
Fiscalizar, supervisionar entidades fechadas de previdência complementar.
Bancos comerciais, de investimento e fomento, cooperativas de crédito...
Orgão normativos: politicas e diretrizes;
Entidades supervisoras: executivas, fiscalizadoras, regulamentadoras;
Operadores: captação, intermediação e aplicação de recursos no SFN.
6
Sistema Financeiro Nacional
	Crimes
Colarinho Branco, Lei 7.492/86;
Lavagem de dinheiro, Lei 12.683/12;
Fundamentos do Mercado Financeiro Nacional
Colarinho branco: por em circulação qlq título, sem autorização, sem registro e/ou sem lastro; divulgar informação falsa; gerir fraudulentamente IF; induzir ou manter em erro sócio; fraudar financiamento em IF.
Lavagem de dinheiro: ocultar ou dissimular a origem de bens, direitos ou valores provenientes direta ou indiretamente de forma ilícita.
7
Fundamentos do Mercado Financeiro Nacional
Crime Contra o Mercado de Valores Mobiliários, Lei 	10.303/01;
Lei 10.303/01: Manipulação do mercado mediante manobra fraudulenta; Uso indevido de Informação privilegiada visando vantagem indevida para si ou terceiros; Exercício irregular de cargo, profissão, atividade ou função.
8
Sistema Financeiro Nacional
	Hitória do Mercado de Capitais
Ate déc. 60: imóveis;
1964: reestruturação do mercado financeiro;
Lei 4.537/64 \u2013 Obrigação Reajustável do Tesouro Nacional (ORTN);
Lei 4.595/64 \u2013 Reformulações que criou o CMN e o Bacen;
Lei 4.728/65 \u2013 1ª Lei de Mercado de Capitais;
10/02/1967 \u2013 criação Fundos 157;
dez/70 a jul/71 \u2013 \u201cboom\u201d expeculativo na Bolsa do Rio de Janeiro, crise;
Fundamentos do Mercado Financeiro Nacional
1964: Golpe militar
Boom: aconteceu devido a alta demanda por ações (por causa dos incentivos do Governo Federal) sem haver novas emissões pelas empresas.
4.537: instituição da correção monetária;
4.595 \u2013 Lei da reforma bancária, reformulou todo sistema nacional de intermediação financeira
4.728 \u2013 reformulação sobre legislação da Bolsa de Valores; profissionalização dos corretores, agora Sociedade Corretoras; criação dos Bancos de Investimentos
Fundos 157: incentivando aplicações no mercado acionário, permitindo a utilização de parte do imposto devido para adquirir cotas de fundos de ações.
9
Sistema Financeiro Nacional
	Hitoria do Mercado de Capitais
1975 \u2013 recuperação, novos aportes e incentivos;
1976 \u2013 Leis ainda em vigor: 6.404/76 Lei das Sociedades por Ações e 6.385/76 2ª Lei do Mercado de Capitais;
Déc 80 \u2013 força na internacionalização do mercado;
Déc 90 \u2013 Empresas brasileiras na NYSE por meio de ADR, regras da SEC.
Fundamentos do Mercado Financeiro Nacional
75 \u2013 aportes com recursos do PIS/PASEP
NYSE \u2013 New York Stock Exchange; ADR \u2013 American Depositary Reciepts;
SEC: Securities and exchange comission);
De 90 para cá perda de espaço devido a falta de confiança, o que começou a melhorar com a implementação da Lei do Novo Mercado e dos Níveis 1 e 2 de Governança pela Lei 10.303/01.
10
Sistema Financeiro Nacional
	Comissão de Valores Mobiliários \u2013 CVM 
Sede no Rio de Janeiro; 
Administração: Presidente e quatro diretores que formam o Colegiado;
Entidade autarquica vinculada ao Ministério da Fazenda;
Definição de politicas e práticas;
Fundamentos do Mercado Financeiro Nacional
11
Objetivos CVM
Fundamentos do Mercado Financeiro Nacional
Poupança e Valores mobiliários
Expanção, estimulo e funcionamento
Proteger investidores
Acesso informações bolsa
Incentivar a poupança e investimento em bolsa de valores mobiliários;
Desenvolvimento e expansão do mercado de ações;
Proteção contra fraudes;
Acesso a informação sobre valores mobiliários;
12
Competências CVM
Fundamentos do Mercado Financeiro Nacional
Não tem competência para determinar o ressarssimento de eventuais prejuizos.
Regulamentar \u2013 Lei 6.385/76
Fiscalizar mercado mobiliário
Regulamentar o que prevê na Lei 6.385/76;
Fiscalizar atividades e serviços do mercado mobiliário;
Apurar mediante inquerito adm. Atos ilegais.
13
Sistema Financeiro Nacional
	Comissão de Valores Mobiliários \u2013 CVM 
Poder normativo para regular a atuação dos diversos agentes do mercado;
Lei 9.457 \u2013 ampliação penalidades e instauração do Termo de Compromisso;
Denunciar ao Ministério Público ocorrência de índicios de ilícito penal e a Secretária da Fazenda quando de ilícito fiscal;
Direito de ampla defesa;
Mercado pode participar da elaboração de normas bem como se manifestar sobre as instauradas
	
Fundamentos do Mercado Financeiro Nacional
Multa; suspender, inabilitar, cassar a autorização ou registro; proibir operações no sistema de distribuição; proibir atuação como investidor direta ou indiretamente, no mercado.
Termo de compromisso: desde que o acusado interrompa a prática e indenize os prejudicados, permite a suspensão do processo administrativo.
Figura do atenuante quando verificado arrependimento.
14
Sistema Financeiro Nacional
	Comissão de Valores Mobiliários \u2013 CVM 
Regulação e Autorregulação:
	Explicita seus principios para que o mercado entenda como e 	por que a CVM edita normas, levando em conta:
	
Fundamentos do Mercado Financeiro Nacional