A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Tecido nervoso

Pré-visualização | Página 1 de 2

Clique para editar o estilo do título mestre
Clique para editar o estilo do subtítulo mestre
*
*
*
Tecido Nervoso
Profª Sara
*
*
*
Tecido Nervoso
 Sistema nervoso + Sistema endócrino  integração entre as partes mais distantes do organismo.
Origem embrionária: ectoderme
Funções:
Detectar, transmitir, analisar e utilizar as informações geradas pelos estímulos sensoriais oriundos do ambiente interno e externo;
Organizar e coordenar, direta ou indiretamente, o funcionamento de quase todas as funções do organismo
*
*
*
Tecido Nervoso
Dividido:
Sistema Nervoso Central (SNC) = 
 encéfalo + medula espinhal
Sistema Nervoso Periférico (SNP) = 
 nervos (prolongamentos dos neurônios)
 + gânglios nervosos
*
*
*
Tecido Nervoso
Componentes do SN:
Neurônios (podem medir até 150μm)
Células da glia ou neuroglia  função principal = sustentação dos neurônios.
Disposição dos componentes no SNC:
Substância cinzenta: Formada principalmente por corpos de neurônios e células da glia.
Substância branca: Formada por prolongamentos de neurônios e células da glia.
Mostram essas colorações quando observados ao microscópio. 
*
*
*
Tecido Nervoso
Medula Espinhal
Encéfalo
*
*
*
Tecido Nervoso
Placa motora
Neurônio
*
*
*
Tecido Nervoso
Neurônio
*
*
*
Tecido Nervoso
Classificação morfológica dos neurônios:
Bipolar: 2 prolongamentos celulares = 1 dendrito e 1 axônio. 
Multipolar: + de 2 prolongamentos celulares.
Pseudo-unipolar: 1 prolongamento, que se divide em 2, originando os dendritos e axônios.
*
*
*
Tecido Nervoso
Neurônios pseudo-unipolares: na vida embrionária inicialmente são bipolares, mas durante o desenvolvimento ambos se aproximam e se fundem.
*
*
*
Tecido Nervoso
Classificação funcional dos neurônios:
Motores: controlam órgãos efetores, como glândulas e fibras musculares;
Sensoriais: recebem estímulos do meio ambiente e do organismo;
Interneurônios: estabelecem conexões entre outros neurônios.
*
*
*
Tecido Nervoso
Corpo celular ou pericário: 
Núcleo esférico, nucléolo evidente e citoplasma;
Integra os estímulos recebidos pelos dendritos;
Rico em RER e polirribossomos livres = Corpúsculo de Nissl;
Possui Complexo de Golgi, Mitocôndrias, neurofilamentos e microtúbulos.
*
*
*
Tecido Nervoso
*
*
*
Tecido Nervoso
Dendritos:
Aumentam a superfície celular;
Tornam-se mais finos a medida que se ramificam;
Citoplasma contém RER, Mitocôndrias, neurofilamentos e microtúbulos.
Dendritos apresentam projeções = espinhas ou gêmulas. Local onde os impulsos nervosos chegam.
*
*
*
Tecido Nervoso
Axônios:
1 por neurônio;
Conduz o impulso nervoso;
Maior parte das vezes é + longo que os dendritos;
Nasce de uma estrutura piramidal do pericário, denominada cone de implantação;
Segmento inicial: região entre o cone de implantação e a bainha de mielina;
Axoplasma (citoplasma): pobre em organelas;
Telodendro: porção final ramificada.
*
*
*
Tecido Nervoso
Potenciais de membrana:
Quando a célula está em repouso, proteínas carreadoras “bombeiam” constantemente K+ para dentro e Na+ para fora do neurônio. O meio interno a célula é - e o externo é +;
Quando o neurônio recebe um impulso nervoso, os canais iônicos se abrem, ocorrendo uma rápida entrada de Na+. O meio interno fica + e o externo -, originando o impulso nervoso, que se propaga ao longo do axônio;
Logo, os canais de Na+ se fecham e se abrem os de K+, que saem da célula, tornando-a em repouso novamente.
 K+
 Na+
*
*
*
 Com a entrada de Na+ a membrana se DESPOLARIZA. Com a saída de K+ a membrana se REPOLARIZA. 
Repolarização
Despolarização
Voltagem (mV)
Tempo(ms)
Potencial de repouso
Tecido Nervoso
Meio extra celular
Meio intra celular
Clique para editar o estilo do título mestre
Clique para editar o estilo do subtítulo mestre
*
*
*
BIOFÍSICA
Tecido Nervoso
*
*
*
Tecido Nervoso
Quando os potenciais de membrana chegam às placas motoras, vesículas se fundem com a membrana, liberando neurotransmissores, que vão estimular ou inibir outros neurônios.
*
*
*
Tecido Nervoso
Comunicação sináptica:
Sinapses: locais de contato entre neurônios ou entre neurônios e células efetoras.
Função das sinapses: transformar um sinal elétrico (impulso nervoso) do neurônio pré-sináptico em um sinal químico (neurotransmissor), que atua sobre a célula pós-sináptica.
*
*
*
*
*
*
Tecido Nervoso
*
*
*
Tecido Nervoso
Tipos de sinapses:
Axo-somática: axônio + corpo celular
Axo-dendrítica: axônio + dendrito
Axo-axônica: axônio + axônio
*
*
*
Tecido Nervoso
Células da glia:
10 células da glia para cada neurônio;
Menores que os neurônios;
*
*
*
Tecido Nervoso
Oligodendrócitos:
Produzem as bainhas de mielina no SNC;
Seus prolongamentos se enrolam em volta de diversos axônios.
*
*
*
Tecido Nervoso
Células de Schwann:
Produzem as bainhas de mielina no SNP;
Seus prolongamentos se enrolam em volta de um único axônio.
*
*
*
Tecido Nervoso
Astrócitos:
Células em forma de estrela;
Numerosos;
Diversas funções: Ligam os neurônios aos capilares sanguíneos(através de pés vasculares) e à pia-máter, sustentação, controle dos constituintes extra celulares....
Astrócitos fibrosos: poucos prolongamentos longos – substância branca;
Astrócitos protoplasmáticos: vários prolongamentos curtos e ramificados – substância cinzenta;
*
*
*
Tecido Nervoso
*
*
*
Tecido Nervoso
Células ependimárias:
Células epiteliais colunares;
Revestem os ventrículos do cérebro e o canal central da medula espinhal;
Em alguns locais são ciliadas = facilitam o deslocamento do líquido cefalorraquidiano.
*
*
*
Tecido Nervoso
Micróglia:
Células pequenas e alongadas;
Prolongamentos curtos e irregulares;
Revestem os ventrículos do cérebro e o canal central da medula espinhal;
Em alguns locais são ciliadas = facilitam o deslocamento do líquido cefalorraquidiano;
Fagocitárias: quando ativadas, retraem seus prolongamentos e atuam como macrófagos.
*
*
*
Tecido Nervoso
Fibras nervosas: axônio + bainha de mielina;
Nervos: conjunto de fibras  SNP ou SNC
*
*
*
Tecido Nervoso – SNC
SNC: cérebro + cerebelo + medula espinhal;
Substância cinzenta: há sinapses, ocorre no córtex cerebral e cerebelar; no centro da medula espinhal;
*
*
*
Tecido Nervoso – SNC
*
*
*
Tecido Nervoso – SNC
Meninges:
Dura-máter: tecido conjuntivo denso, contínuo com o periósteo. 
Externamente a ela está o espaço peridural. 
Abaixo, o espaço subdural;
*
*
*
Tecido Nervoso – SNC
Aracnóide: 
Membrana - contato com a dura-máter
Traves - contato com a pia-máter. 
Cavidade entre as traves forma o espaço subaracnóideo, preenchido por líquido cefalorraquidiano. Esse espaço se comunica com os ventrículos cerebrais;
*
*
*
Tecido Nervoso – SNC
Pia-máter: 
muito vascularizada e aderida ao SN. 
Entre ela é os elementos nervosos, há prolongamentos dos astrócitos, que formam uma camada delgada que se liga a pia-máter. 
*
*
*
Tecido Nervoso – SNC
Barreira hemato-encefálica:
Menor permeabilidade dos vasos sanguíneos do tecido nervoso;
Dificulta a passagem de certas substâncias, como antibióticos, toxinas, agentes químicos, sangue....
*
*
*
Tecido Nervoso – SNP
SNP: nervos + gânglios + terminações nervosas;
Fibras nervosas mielínicas: 
Membrana da célula de Schwann se enrola várias vezes em torno de 1 axônio; 
Membrana se funde = baínha de mielina; 
Membrana é rica em lipídeos;
Axônios mais calibrosos
Bainha apresenta interrupções em intervalos regulares = Nódulos de Ranvier;
Região entre os nódulos = internódulo; 
*
*
*
Tecido Nervoso – SNP
Fibras nervosas amielínicas: 
Membrana da célula de Schwann se enrola uma vez em torno de vários axônios; 
Axônios