A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
422 pág.
Regra RBNA 2006 Navegação Interior

Pré-visualização | Página 10 de 50

500 - Seleção de amarras 2-166 
600 - Seleção de molinete 2-166 
700 - Cabos de amarração 2-166 
D2. Fundeio, amarração e 
reboque 
800 - Sobressalentes 2-166 
D3. Sistema de manobra Ver título 11 - 
D4. Equipamentos de 
salvatagem 
Ver título 11 - 
D5. Equipamentos contra 
incêndio 
Ver título 11 - 
D6. aberturas do casco – 
proteção e fechamento 
Ver título 11 - 
Seção 3 – 
Equipa-
mentos de 
casco 
D – Requisitos por 
sistemas 
D7. Acessórios e adendos 
de equipamentos do casco 
Ver título 11 - 
 
PARTE 2 – CASCO 
TÍTULO 45 – CÁBREA 
 
Seções CAPÍTULOS SUBCAPÍTULOS ITEM Pág. 
100 – Configuração 2-169 A1. Aplicação 
200 – Proporções e dimensões 2-169 
A – Abordagem 
A2. Definições 100 – Termos 2-169 
B – Documentos, 
regulamentação e 
normas 
Ver título 11 - - 
C – Ambiente da 
navegação 
Ver título 11 - - 
D – Atividades / 
serviços 
Ver título 11 - - 
100 - Localização do espaço de carga 2-169 
200 - Localização da praça de máquinas 2-169 
300 - Localização de acomodações 2-169 
E – Configurações E2. Arranjo básico 
400 – Tipos de aparelho de içamento 2-169 
F – Dimensões e 
linhas do casco 
Ver título 11 - - 
Seção 1 – 
Arquitetu-
ra Naval 
G – Capacidades e 
compartimentagem 
Ver título 11 - - 
 
 Índice - 32 
 
Seções CAPÍTULOS SUBCAPÍTULOS ITEM Pág. 
H1. Borda livre Ver título 11 - 
H2. Peso leve Ver título 11 - 
100 – Configurações de carregamentos e combina-
ções 
2-169 H3. Condições de estabi-
lidade 
200 – Carregamentos do aparelho de içamento 2-169 
H4. Flutuabilidade, sub-
divisão do casco 
Ver título 11 - 
100 – Distribuição de pesos 2-169 
200 – Superfície livre 2-169 
H – Condições de 
carregamento, flutu-
abilidade e estabili-
dade 
H5. Estabilidade 
300 – Aferição de estabilidade 2-169 
I - Desempenho de 
propulsão 
Ver título 11 - - 
T1. Na construção Ver título 11 - 
100 - Ensaio de inclinação 2-170 
200 – Medição de calados e pesos (“draft survey”) 2-170 
300 – Tolerâncias 2-170 
T2. Ao final da constru-
ção 
400 – Teste do aparelho de içamento 2-170 
Seção 1 – 
Arquitetu-
ra Naval 
T – Inspeções e tes-
tes 
T3.Teste em navegação Ver título 11 - 
A – Abordagem A1. Aplicação 100 – Natureza dos sistemas 2-172 
100 – Aplicação 2-172 
200 – Definições 2-172 
300 – Arranjos 2-172 
D1. Aparelho de içamen-
to de carga 
400 – Hipóteses de projeto 2-172 
D2. Fundeio, amarração e 
reboque 
Ver título 11 - 
D3. Sistema de monobra Ver título 11 - 
D4. Equipamentos de 
salvatagem 
Ver título 11 - 
D5. Equipamentos contra 
incêndio 
Ver título 11 - 
D6. Aberturas do casco – 
proteção e fechamento 
Ver título 11 - 
D – Requisitos por 
sistemas 
D7. Acessórios e adendos 
de equipamentos de casco 
Ver título 11 - 
T1. Içamento de carga 100 – Teste de desempenho 2-173 
T2. Fundeio, amarração e 
reboque 
Ver título 11 - 
T3. Sistema de monobra Ver título 11 - 
T4. Equipamentos de sal-
vatagem 
Ver título 11 - 
T5. Equipamentos contra 
incêndio 
Ver título 11 - 
T6. Aberturas do casco – 
proteção e fechamento 
Ver título 11 - 
Seção 3 – 
Equipa-
mentos de 
casco 
T – Inspeções e tes-
tes 
T7. Acessórios e adendos 
de equipamentos de casco 
Ver título 11 - 
 
 Índice - 33 
PARTE 2 – CASCO 
TÍTULO 46 – DIQUE FLUTUANTE 
 
Seções CAPÍTULOS SUBCAPÍTULOS ITEM Pág. 
100 – Configuração 2-176 A1. Aplicação 
200 – Proporções e dimensões 2-176 
A – Abordagem 
A2. Definições 100 – Termos 2-176 
B - Documentos, 
regulamentação e 
normas 
Ver título 11 - - 
C - Ambiente da 
navegação 
Ver título 11 - - 
D - Atividades / ser-
viços 
Ver título 11 - - 
100 - Localização do espaço de carga 2-176 
200 - Localização da praça de máquina 2-176 
300 - Localização de acomodações 2-176 
E – Configurações E1. Arranjo básico 
400 – Tipos de flutuantes 2-176 
G - Capacidades e 
compartimentagem 
Ver título 11 - - 
H1. Borda livre Ver título 11 - 
H2. Peso leve Ver título 11 - 
100 – Configurações de carregamentos e combina-
ções 
2-176 H3. Condições de carre-
gamentos 
200 – Carregamentos do dique 2-176 
H4. Flutuabilidade, sub-
divisão do casco 
Ver título 11 - 
100 – Distribuição de pesos 2-176 
200 – Superfície livre 2-176 
H – Condições de 
carregamento, flutu-
abilidade e estabili-
dade 
H5. Estabilidade 
300 – Aferição de estabilidade 2-177 
I - Desempenho de 
propulsão 
Ver título 11 - - 
T1. Na construção Ver título 11 - 
100 – Teste de inclinação 2-177 
200 - Medição de calados e pesos (“draft survey”) 2-177 
300 - Tolerâncias 2-177 
T2. Ao final da constru-
ção 
400 – Teste de içamento 2-177 
Seção 1 – 
Arquitetu-
ra Naval 
T – Inspeções e tes-
tes 
T3. Testes em navegação Ver título 11 - 
100 – Tipos de missões de navios 2-179 A1. Aplicação 
200 – Proporções do casco 2-179 
A2. Definições Ver título 11 - 
A – Abordagem 
A3. Topologia Ver título 11 - 
B - Documentos, 
regulamentação e 
normas 
Ver título 11 - - 
C - Material e mão 
de obra 
Ver título 11 - - 
Seção 2 – 
Estrutura 
D - Princípios da 
construção 
Ver título 11 - - 
 Índice - 34 
 
Seções CAPÍTULOS SUBCAPÍTULOS ITEM Pág. 
E - Princípios de 
projeto dos sistemas 
estruturais locais 
Ver título 11 - - 
F - Dimensionamen-
tos por sistemas da 
estrutura 
Ver título 11 - - 
G1. Abordagem 100 – Aplicação 2-179 
G2. Configuração de es-
trutura global 
Ver título 11 
100 – Momento fletor longitudinal total 2-179 
200 – Momento em águas calmas 2-179 
300 – Momentos em ondas 2-179 
G – Princípios de 
projeto da viga navio 
G3. Carregamentos da 
estrutura global 
400 – Forças de cisalhamento 2-179 
H1. Resistência da seção 
mestra 
Ver título 11 - 
H2. Verificação da resis-
tência longitudinal 
Ver título 11 - 
100 – Tensões 2-180 
H – Dimensiona-
mento global da viga 
navio 
H3. Verificação da resis-
tência transversal 200 – Tensões em topo de braçola contínua e de 
tronco 
2-180 
I – Complementos 
da estrutura 
Ver título 11 - - 
Seção 2 – 
Estrutura 
T – Inspeções e tes-
tes 
Ver título 11 - - 
 
PARTE 3 – MAQUINARIA 
TÍTULO 11 – NAVIOS DE CARGA SECA – GERAL 
 
Seções CAPÍTULOS SUBCAPÍTULOS ITEM Pág. 
100 – Enquadramento nas regras 3-1 
200 – Normas 3-1 
A – Abordagem A1. Campo de aplicação 
300 – Requisitos estatutários 3-1 
B1. Escopo dos documen-
tos técnicos 
100 – Apresentação 3-1 
100 – Lista de documentos 3-1 
B – Documentação 
técnica 
B2. Documentos a forne-
cer 200 – Outros documentos a fornecer 3-2 
100 – Aços fundidos e ligas de aço 3-2 
200 – Ferros fundidos cinzentos 3-2 
300 – Ferros fundidos modulares 3-2 
400 – Aços forjados 3-2 
C1. Materiais para ma-
quinaria 
500 – Barras de aço laminadas a quente 3-2 
100 – Aços forjados ou fundidos 3-2 
200 – Bronze fundido 3-2 
C2. Materiais para eixos e 
linhas de eixo 
300 – Barras quadradas e redondas laminadas 3-2 
100 – Bronze manganês e outras ligas de bronze 3-2 
200 – Ferro fundido 3-3 
Seção 5 – 
Motores e 
mecânica 
C – Materiais e mão 
de obra 
C3. Materiais para hélices 
300 – Aço fundido 3-3 
 Índice - 35 
 
Seções CAPÍTULOS SUBCAPÍTULOS ITEM Pág. 
100 – Instalações marinheiras 3-3 
200 – Inclinação 3-3 
300 – Temperaturas de projeto 3-3 
D1. Condições específicas 
400 – Combustíveis 3-3 
100 – Arranjo geral 3-3 
200 – Ventilação 3-3 
300 – Acessos 3-3 
400 – Iluminação 3-4 
500 – Esgotamento de fundo de praça de máquinas 3-4 
600 – Isolamento térmico 3-4 
D2. Disposição da ma-
quinaria 
700 – Equipamentos de proteção – medidas

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.