Aula 08 Direito Constitucional
58 pág.

Aula 08 Direito Constitucional


DisciplinaDireito Constitucional I46.267 materiais1.311.283 seguidores
Pré-visualização16 páginas
Superior do Ministério Público, será precedida de autorização da 
maior absoluta do congresso nacional.
e) Presidente da República, devera ser precedida de autorização da maioria 
absoluta do senado federal.
Comentários:
Com base no art. 128, § 2° da Constituição, a letra E é o gabarito da questão.
29. (FCC / MPE-RS - 2010) Os Procuradores-Gerais nos Estados e no 
Distrito Federal poderão ser destituídos por deliberação da maioria 
absoluta do Poder Legislativo, na forma da lei complementar respectiva.
Comentários:
A Constituição disciplina a destituição dos Procuradores-Gerais de Justiça no art. 
128, § 4°:
128, § 4° - Os Procuradores-Gerais nos Estados e no Distrito Federai 
e Territórios poderão ser destituídos por deliberação da maioria 
absoluta do Poder Legislativo, na forma da lei complementar 
respectiva.
Nota-se que se exige obediência à lei complementar, o que não ocorre na 
destituição do PGR. Questão correta.
30. (FCC / MPE-RS - 2010) Dentre as garantias constitucionais 
asseguradas aos membros do Ministério Público, destaca-se a 
vitaliciedade, após dois anos de exercício, não podendo perder o cargo 
senão por sentença judicial transitada em julgado.
Comentários:
A Constituição prevê garantias funcionais aos membros do Ministério Público, 
devido à necessidade de lhes preservar a liberdade de convicção, acautelando a 
autonomia da instituição. Essas garantias compreendem a vitaliciedade, a 
inamovibilidade e a irredutibilidade de subsídio (art. 128, § 5°, I, CF).
A vitaliciedade garante que o membro do "Parquet" não poderá perder o cargo 
senão por sentença judicial transitada em julgado. É adquirida após dois anos 
de exercício. Já a inamovibilidade garante que ele não será removido de ofício, 
salvo por motivo de interesse público, mediante decisão do órgão colegiado 
competente do Ministério Público, pelo voto da maioria absoluta de seus 
membros, assegurada ampla defesa. Por fim, a irredutibilidade dos subsídios 
impede protege os ganhos dos membros do Ministério Público contra ingerências 
políticas. Questão correta.
Prof. Nádia Carolina www.estrategiaconcursos.com.br 26 de 58
Estratégia
r n N r i i R s n s * *
Direito Constitucional p/AFRFB - 2015
Profa. Nádia Carolina / Prof. Ricardo Vale
C O N C U R S O S
31. (FCC / MPE-RS - 2010) Dentre as garantias constitucionais 
asseguradas aos membros do Ministério Público, destaca-se a 
inamovibilidade por motivo de interesse público, mediante decisão do 
Colégio de Procuradores de Justiça, pelo voto da maioria de seus 
membros.
Comentários:
A remoção por interesse público se dá excepcionalmente (não é a regra, como 
o enunciado faz pensar), mediante decisão do órgão colegiado competente do 
Ministério Público, pelo voto da maioria absoluta de seus membros. Questão 
incorreta.
32. (FCC / TCE-AP - 2010) A Constituição brasileira de 1967, com a 
redação dada pela Emenda Constitucional n° 1, de 1969, em seu artigo 
95, § 1°, estabelecia garantias aos membros do Ministério Público na 
seguinte conformidade: "Os membros do Ministério Público da União, do 
Distrito Federal e dos Territórios (...) após dois anos de exercício, não 
poderão ser demitidos senão por sentença judiciária ou em virtude de 
processo administrativo em que se lhes faculte ampla defesa, nem 
removidos a não ser mediante representação do Procurador-Geral, com 
fundamento em conveniência do serviço". Em comparação com a 
disciplina atual da matéria na Constituição brasileira vigente, tem-se 
que:
a) o tratamento dispensado às garantias de vitaliciedade e inamovibilidade dos 
membros do Ministério Público manteve-se inalterado.
b) houve mudanças tanto no que se refere à garantia de vitaliciedade como à 
de inamovibilidade dos membros do Ministério Público.
c) apenas o tratamento dispensado à garantia de inamovibilidade dos membros 
do Ministério Público manteve-se inalterado.
d) houve um reforço da garantia de inamovibilidade, mas uma mitigação da 
garantia de vitaliciedade dos membros do Ministério Público.
e) apenas o tratamento dispensado à garantia de vitaliciedade dos membros do 
Ministério Público manteve- se inalterado.
Comentários:
Percebe-se que a Constituição de 1988 ampliou consideravelmente as 
garantias dos membros do Ministério Público. Com a vitaliciedade, eles 
passaram a ser demitidos apenas por sentença judicial transitada em julgado. 
Além disso, a inamovibilidade deu-lhes a garantia de só serem removidos de 
ofício por interesse público, mediante decisão do órgão colegiado competente do 
Ministério Público, pelo voto da maioria absoluta de seus membros. A letra B é 
o gabarito.
Prof. Nádia Carolina www.estrategiaconcursos.com.br 27 de 58
Estratégia
r n N r i i R < ; n < ; * *
Direito Constitucional p/AFRFB - 2015
Profa. Nádia Carolina / Prof. Ricardo Vale
C O N C U R S O S
33. (FCC / TRT 9a Região - 2010) É absoluta a garantia da vitaliciedade 
e relativa a da inamovibilidade.
Comentários:
Ambas as garantias são relativas. Mesmo com a vitaliciedade, é possível a 
perda do cargo, por sentença judicial transitada em julgado. Além disso, mesmo 
com a inamovibilidade, é possível a remoção de ofício, por interesse público, 
mediante decisão do órgão colegiado competente do Ministério Público, pelo voto 
da maioria absoluta de seus membros. Questão incorreta.
34. (FCC / TRT 3a Região - 2009) No que diz respeito ao Ministério 
Público, observa-se que, seus membros, sem exceção, são portadores, 
desde a posse, das garantias da vitaliciedade, da inamovibilidade e da 
irredutibilidade de vencimentos.
Comentários:
Os membros do Ministério Público não podem gozar de todas as garantias desde 
a posse. A vitaliciedade é adquirida após dois anos de exercício. Questão 
incorreta.
35. (FCC / TJ-PE - 2007) Aos membros do Ministério Público é 
assegurada garantia da vitaliciedade, após três anos de exercício, não 
podendo perder o cargo senão por sentença transitada em julgado.
Comentários:
A garantia de vitaliciedade se dá após dois anos de exercício, não podendo 
perder o cargo senão por sentença judicial transitada em julgado. Questão 
incorreta.
36. (FCC / TRT 3a Região - 2009) É vedado aos membros do Ministério 
Público exercer, ainda que em disponibilidade, qualquer outra função 
pública, salvo uma de magistério.
Comentários:
Os membros do Ministério Público não poderão exercer, ainda que em 
disponibilidade, qualquer outra função pública, salvo uma de magistério. 
Questão correta.
37. (FCC / TRT 8a Região - 2004) É certo que o membro do Ministério 
Público não goza de vitaliciedade, por ser prerrogativa exclusiva dos 
juízes, mas pode exercer atividade político-partidária.
Comentários:
Prof. Nádia Carolina www.estrategiaconcursos.com.br 28 de 58
Estratégia
r n N r i i R s n s * *
Direito Constitucional p/AFRFB - 2015
Profa. Nádia Carolina / Prof. Ricardo Vale
C O N C U R S O S
O membro do Ministério Público goza, sim, de vitaliciedade, e, por vedação 
constitucional, não pode exercer atividade político-partidária (art.128, § 5°, I e 
II, CF). Questão incorreta.
38. (FCC / TRT 8a Região - 2004) É certo que o membro do Ministério 
Público tem a garantia da inamovibilidade e pode exercer a advocacia 
para as empresas paraestatais.
Comentários:
De fato, o membro do Ministério Público goza da inamovibilidade. Contudo, 
diferentemente do que afirma o enunciado, não pode exercer a advocacia, 
por vedação constitucional. Questão incorreta.
39. (FCC / TRT 3a Região - 2009) No que diz respeito ao Ministério 
Público, observa-se que, seus membros, sem exceção, têm entre as 
funções institucionais, o exercício de outras funções que lhes forem 
conferidas, desde que compatíveis com suas finalidades.
Comentários:
Com base no art. 129, IX, da CF/88, a questão está correta.
40. (FCC/2009/TJ-PI) Com relação