Resumo - Direito Tributário - Questionário
3 pág.

Resumo - Direito Tributário - Questionário


DisciplinaIntrodução ao Direito I79.678 materiais491.908 seguidores
Pré-visualização3 páginas
ao cumprimento da prestação tributária - O devedor do tributo. É a pessoa, física ou jurídica, privada ou pública, que tem o dever jurídico de efetuar o pagamento do tributo.
d) objeto é o cumprimento de uma prestação positiva ou negativa determinada por lei;
e) causa é a lei, em razão do princípio da legalidade tributária, pelo que a vontade jurídica dos indivíduos é inapta para criá-la;
11- De maneira geral, quando podemos dizer que ocorreu o fato gerador?
Fato gerador é a ocorrência da situação prevista na lei, chamada de hipótese de incidência, que, quando ocorre de fato, materializa-se o direito, ocorrendo também o nascimento da obrigação tributária, seja esta principal ou acessória.
12- O que vem a ser o contribuinte?
Contribuinte: É a pessoa física ou jurídica, que tenha praticado relação ato que constitua o fato gerador do tributo e obrigações acessórias.
13- O que vem a ser contribuinte Responsável? Exemplifique o tributo.
Responsável: É a aquela pessoa que, sem ser o contribuinte, tem a obrigação de recolher o tributo aos cofres públicos, decorrente de disposição expressa de lei.
14- Com base no art 134 do CTN, cite 3 exemplos de solidariedade tributária.
A responsabilidade de terceiros está disciplinada nos arts. 134 a 135 do CTN vejamos: Art. 134. Nos casos de impossibilidade de exigência do cumprimento da obrigação principal pelo contribuinte, respondem solidariamente com este nos atos em que intervierem ou pelas omissões de que forem responsáveis:
I - os pais, pelos tributos devidos por seus filhos menores;
II - os tutores e curadores, pelos tributos devidos por seus tutelados ou curatelados;
III - os administradores de bens de terceiros, pelos tributos devidos por estes;
IV - o inventariante, pelos tributos devidos pelo espólio;
V - o síndico e o comissário, pelos tributos devidos pela massa falida ou pelo concordatário;
VI - os tabeliães, escrivães e demais serventuários de ofício, pelos tributos devidos sobre os atos praticados por eles, ou perante eles, em razão do seu ofício;
VII - os sócios, no caso de liquidação de sociedade de pessoas.
15- O que é a Capacidade tributária
É a aptidão para figurar como sujeito ativo e ter o direito de cobrar, ou Sujeito Passivo e ter o dever de pagar da e/ou cumprir as obrigações tributárias principais e/ou acessórias. A depender do pólo ocupado, nos referimos a ela como "capacidade tributária ativa", ou "capacidade tributária passiva". A capacidade tributária passiva alcança todas as pessoas sujeitas à incidência tributária em razão de sua atividade ou situação. Esta capacidade independe da capacidade civil. Caso o contribuinte seja considerado tributariamente incapaz, a responsabilidade tributária pode ser atribuída a outras pessoas, de acordo com a legislação.

16- Conforme o art 127 do CTN, qual o domicílio tributário de uma Empresa prestadora de serviço?
Domicílio Tributário: Domicílio tributário é o local onde o contribuinte deve responder por suas obrigações tributárias.
17- Qual o artigo do CTN que trata do fato gerador tributário?
Nos artigos 114 e 115 do CTN, encontramos os conceitos sobre o fato gerador da obrigação tributária:
\u201cArt. 114. Fato gerador da obrigação principal é a situação definida em lei como necessária e suficiente à sua ocorrência.
Art. 115. Fato gerador da obrigação acessória é qualquer situação que, na forma da legislação aplicável, impõe a prática ou abstenção de ato que não configure obrigação principal.\u201d
MOMENTO DA OCORRÊNCIA DO FATO GERADOR
É o artigo 116 do CTN que define que, salvo disposição de lei em contrário, considera-se ocorrido o fato gerador e existentes os seus efeitos:
a) tratando-se de situação de fato, desde o momento em que se verifiquem as circunstâncias materiais necessárias a que produza os efeitos que normalmente lhe são próprios;
b) tratando-se da situação jurídica, desde o momento em que esteja definitivamente constituída, nos termos de direito aplicável. Sempre ressalvando disposição de lei em contrário.
18- Quais são os sujeitos ativo e passivo da obrigação tributária?
Sujeito ativo \u2013 Estado - É a pessoa jurídica de direito público ou privado capacitado para exigir tributos.
Sujeito passivo - É a pessoa física ou jurídica obrigada ao cumprimento da prestação tributária - O devedor do tributo. É a pessoa, física ou jurídica, privada ou pública, que tem o dever jurídico de efetuar o pagamento do tributo.
19- O que representa o valor do lucro obtido por uma empresa, com relação ao cálculo da obrigação tributária principal?

Professora: Regina Do Monte Data..31.03.14.
Exercício de revisão.

1. Cite objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil, constantes do seu art 3º:
Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: 
I - construir uma sociedade livre, justa e solidária; 
II - garantir o desenvolvimento nacional; 
III - erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as desigualdades sociais e regionais; 
IV - promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação. 
2. Ex.Como são obtidas as Receitas Originárias, as Receitas derivadas e as Receitas transferidas?
As receitas originárias, o Estado as obtém de seu próprio patrimônio, de seus bens e empresas comerciais ou industriais. Caracterizam-se pelo fato de o Estado não necessitar valer-se do seu poder de império sobre os cidadãos para arrecadá-las. As receitas derivadas, ao revés, são obtidas pelo Estado valendo-se do seu poder de autoridade \u2013 sempre exercido na forma de lei \u2013 para extraí-las do patrimônio ou da renda dos particulares. Receita tributária é toda fonte de renda que deriva da arrecadação estatal de tributos, dos quais são espécies os Impostos, as Taxas, as Contribuições de Melhoria, os Empréstimos Compulsórios e as Contribuições Especiais, todos prefixadas em lei em caráter permanente. Teoricamente, as receitas tributárias tem como finalidade o custeio das despesas estatais e suas necessidades de investimento Transferidas os entes federativos recebem de outros entes federativos.
3. Dê seu entendimento sobre tributo.
Imposto, taxa ou contribuição. Em alguns contextos também pode significar o ato de prestarhomenagem ou culto a alguém. Com origem no termo em latim tributum, a palavra tributo remete para alguma coisa que é concedida ou rendida por obrigação, hábito ou necessidade
4. a) O que é competência tributária e quais são suas características?
A expressão competência tributária pode ser definida como sendo o poder, atribuído pela Constituição Federal, observadas as normas gerais de Direito Tributário, de instituir, cobrar e fiscalizar o tributo, compreendendo a competência legislativa, administrativa e judicante. Noutras palavras, pode-se definir competência tributária como sendo a parcela do poder de tributar conferida pela Constituição a cada ente político para criar tributos, ou, ainda, a aptidão para criar, in abstracto, tributos. Não destoa o entendimento segundo o qual se conceitua competência tributária \"como o limite do poder fiscal para legislar e cobrar tributos. O sistema constitucional tributário atribui às competências tributárias as seguintes características: facultatividade, indelegabilidade, incaducabilidade e irrenunciabilidade.
 b)Quais são os entes federados, que tem a competência para tributar ?
União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios,
5)a) Conceitue Sociedades Personificadas e Sociedades não personificadas:
Sociedade personificada:É a constituída mediante contrato escrito, particular ou público, que deverá constar as cláusulas estipuladas pelas partes e as disposições estatuídas na lei. Sociedade não personificada: por sua vez, não possuem personalidade jurídica, por não possuírem registro São espécies de sociedades não personificadas a sociedade em conta de participação e a sociedade comum, também chamada de irregular ou de fato. Precisa de um sócio oxtensivo.
 b) Com relação ao nome empresarial, cite a diferença