A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
DIENCÉFALO E TELENCÉFALO (1)

Pré-visualização | Página 1 de 1

Clique para editar o estilo do título mestre
Clique para editar o estilo do subtítulo mestre
*
*
*
DIENCÉFALO 
E
 TELENCÉFALO
Nutrição – 1º período
Anatomia Humana
*
*
*
DIENCÉFALO E TELENCÉFALO
Regiões derivadas do Prosencéfalo que formam a maior parte do sistema nervoso central.
*
*
*
DIENCÉFALO E TELENCÉFALO
*
*
*
DIENCÉFALO E TELENCÉFALO
*
*
*
DIENCÉFALO
Não é visível pelo exterior do encéfalo.
O terceiro ventrículo forma uma cavidade mediana no interior do diencéfalo.
As principais porções do Diencéfalo são o TÁLAMO, o HIPOTÁLAMO, EPITÁLAMO e o SUBTÁLAMO.
*
*
*
TÁLAMO
Duas massas ovóides de substância cinzenta que formam as paredes laterais do 3º ventrículo. A aderência intertalâmica une estas duas massas atravessando o 3º ventrículo. Cada tálamo está situado profundamente num hemisfério cerebral e é limitado lateralmente pela cápsula interna.
*
*
*
TÁLAMO
*
*
*
TÁLAMO
*
*
*
TÁLAMO
O tálamo é o principal alvo das aferências e centro integrador do encéfalo, exceto para o sentido do olfato. Todas as fibras que vão para áreas de percepção consciente trocam sinapse com os núcleos talâmicos e são encaminhados para as suas áreas de associação específicas.
*
*
*
HIPOTÁLAMO
Situa-se abaixo do tálamo e forma parte das paredes e do assoalho do 3º ventrículo.
Estruturas: 
CORPOS MAMILARES 
TÚBER CINÉREO 
INFUNDÍBULO
QUIASMA ÓPTICO
*
*
*
HIPOTÁLAMO
CORPOS MAMILARES: estão associados a reflexos olfatórios. Localizados na face inferior do encéfalo, posteriormente ao infundíbulo.
TÚBER CINÉREO: contém neurônios que transportam fatores de liberação de hormônios do hipotálamo para a adeno-hipófise.
*
*
*
HIPOTÁLAMO
INFUNDÍBULO: inferior ao túber cinéreo. Conexão do hipotálamo com a glândula neuro-hipófise.
QUIASMA ÓPTICO: anterior ao infundíbulo. Formado pela decussação dos nervos ópticos.
*
*
*
HIPOTÁLAMO
Tem relação estreita com o SNA: temperatura, balanço hídrico, apetite, atividade do TGI, atividade sexual e emoções (medo, raiva, etc). Sendo que a maioria destas relações se faz por via hormonal.
*
*
*
EPITÁLAMO
Região dorsal do diencéfalo. Forma o teto do 3º ventrículo e onde está alojado o plexo coróide deste ventrículo. O corpo pineal se estende posteriormente ao epitálamo. Função relacionada ao desenvolvimento gonadal e ao ciclo sono-vigília (MELATONINA).
Comissura posterior: marca o limite entre o mesencéfalo e o diencéfalo.
*
*
*
SUBTÁLAMO
Pequena área situada na parte posterior do diencéfalo. Algumas estruturas do mesencéfalo estendem-se até o subtálamo, como o núcleo rubro, a substância negra e a formação reticular.
Núcleo Subtalâmico: conexões com o globo pálido. Lesão neste núcleo produz HEMIBALISMO (movimentos anormais das extremidades)
*
*
*
SUBTÁLAMO
*
*
*
TELENCÉFALO
É uma das divisões do prosencéfalo.
Consta de:
Hemisférios cerebrais
Córtex cerebral
Núcleos da base
Bulbos e tractos olfatórios
*
*
*
TELENCÉFALO
*
*
*
TELENCÉFALO
Os hemisférios são incompletamente divididos pela fissura longitudinal do cérebro, cujo assoalho é o corpo caloso.
Os ventrículos laterais direito e esquerdo são as cavidades do telencéfalo. Comunicam-se com o III ventrículo através dos forames interventriculares.
*
*
*
TELENCÉFALO
*
*
*
TELENCÉFALO
*
*
*
TELENCÉFALO
Consiste de 2 hemisférios cerebrais (D e E), que envolvem completamente o diencéfalo. Apresenta uma camada externa de substância cinzenta composta por corpos celulares – CÓRTEX.
A mesma constituição possuem os núcleos da base, situados profundamente no interior de cada hemisfério. 
*
*
*
TELENCÉFALO
A superfície do cérebro humano apresenta depressões chamadas SULCOS, que delimitam os GIROS ou CIRCUNVOLUÇÕES CEREBRAIS. A presença destas estruturas aumenta o volume cerebral (2/3 do córtex fica “escondido” nos sulcos.
*
*
*
TELENCÉFALO
SULCOS:
Sulco Lateral (de Sylvius): separa o lobo frontal e parietal do lobo temporal.
Sulco Central (de Rolando): separa os lobos frontal e parietal. É ladeado pelos giros pré-central e pós-central.
*
*
*
TELENCÉFALO
TRACTOS:
Projeção
Associação
Comissurais
LOBOS
Frontal, Temporal, Parietal, Occipital e Ínsula.
*
*
*
TELENCÉFALO
ÁREA MOTORA PRIMÁRIA: localizada no giro pré-central. Controla as contrações conscientes e voluntárias dos m. estriados esqueléticos.
ÁREA PRÉ-MOTORA: localizada anteriormente a área motora primária. Movimentos estereotipados (tocar instrumentos, etc).
Área de Broca: palavra falada geralmente no hemisfério cerebral esquerdo.
Área de Wernicke: sensitiva e cognitiva da fala.
*
*
*
TELENCÉFALO
ÁREA SENSITIVA PRIMÁRIA (somestésica): localizada posterirmente ao sulco central no giro pós-central do lobo parietal.
ÁREAS DOS SENTIDOS ESPECIAIS
Área visual primária: lobo occipital
Área auditiva primária: ao longo da margem superior do lobo temporal
*
*
*
TELENCÉFALO
Área olfatória primária: lobo parietal
ÁREAS DE ASSOCIAÇÃO
- Área de associação frontal: localizada anteriormente a área pré-motora. Local de origem das atividades intelectuais superiores: previsão, capacidade de julgamento, seleção de comportamento de acordo com as circunstâncias.
*
*
*
TELENCÉFALO
Área de associação somática: está sobre o lobo parietal, posterior a área sensitiva primária. Torna possível a determinação da forma, textura de um objeto sem a visão. Posteriores a esta estão as áreas de associação visual (lobo occipital) e auditiva (lobo temporal).
*
*
*
TELENCÉFALO
NÚCLEOS DA BASE:
Núcleo caudado
Corpo amigdalóide
Núcleo lentiforme: putame e globo pálido
Claustro 
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*