Buscar

Ensino de ciências

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

Síntese reflexiva do tema “Ensino de ciências” 
 
Por Lizandra B. S. de Oliveira 
Graduanda em Licenciatura em química FFCLRP – USP 
 
A questão do ensino de ciências vem com maior relevância nos cursos de licenciatura 
onde se tem uma formação inicial específica e pedagógica de professores. Anteriormente, se 
tinha uma formação sem instrução pedagógica, hoje se tem com aulas de pedagogia embutidas 
na carga horária dos semestres. Os cursos de licenciatura têm o objetivo de formar professores 
capacitados de conhecimento pedagógico, curricular, conteúdo a ser ensinado, científico e 
aprendizagem da ciência, dentre outros (ALMEIDA e BIAJONE, 2007, p.293 apud SILVA e 
OLIVEIRA 2009). 
O professor deve seguir um currículo, onde dita quais conteúdos devem ser passados em 
determinada carga horária. O currículo possui teorias tradicionais, críticas e pós-críticas, onde 
esta última atualmente predomina. A teoria tradicional dispunha de um ensino autoritário, 
centrado ao professor, relação de hierarquia. A teoria crítica tem-se um professor mais crítico 
em relação ao ensino, menos autoritário e hierárquico. A teoria pós-crítica forma um professor 
crítico e pensador, além de ensinar, este reflete sobre o que é passado e tende a melhorar, 
criando novas formas de propagar a didática em sala (LOPES, A. C., 2013, nº 39, p. 7-23). 
O currículo está dentro do projeto político pedagógico (PPP - reúne propostas de ação 
concreta a executar durante determinado período de tempo), que está dentro dos Parâmetros 
curriculares nacionais (PCN – guia os cursos de formação), que está dentro das Diretrizes 
curriculares nacionais (DCN – formação de professores e graduação), que está dentro da Lei de 
diretrizes e bases da educação (LDB – legisla a educação) e que, por fim, está dentro da 
Constituição (todas as pessoas tem direito a educação), esta engloba todos estes fatores 
inerentes. 
A realização de pesquisas na área de educação vem crescendo nos últimos anos, cujo foco 
temático volta-se ao professor e ao seu processo de formação inicial ou continuada, sendo 
inicial a graduação e continuada uma pós-graduação. Pesquisa na área de educação consiste de 
diversos fatores psicológicos para que se entenda como o aluno funciona, sendo assim, oferecer 
métodos distintos de ensino para que o aprendizado seja realmente atingido. Não se pode 
ensinar se o aluno não almeja absorver tais informações, é necessário que este anseie por 
aprendizado, dando assim um desafio para o professor de tornar-se interessante em sala de aula. 
E hodiernamente, a escola não está sendo vista com seriedade pelos alunos, a escola deve ser 
alterada com novos métodos de aprendizagem, as denominadas “escolas inovadoras” que já 
estão aderindo a novas ferramentas de instrução. 
Por exemplo, a escola Projeto Âncora “a escola que ensina a sonhar”, reputa na autonomia 
da criança em seu aprendizado, não possui hierarquia, salas de aula ou provas, as crianças são 
agrupadas por nível de autonomia, independentemente da idade, produzem seu cronograma que 
este, é avaliado por um monitor, e o aluno segue este próprio cronograma fielmente. Foi eleita 
uma das escolas mais inovadoras do mundo, fazendo com que os alunos aprendam matérias 
fundamentais como matemática e química perseguindo suas aspirações (OSHIMA, F. Y. 2017). 
 
Referências bibliográficas 
SILVA, C. A.; OLIVEIRA, L. A. A. “Formação inicial de professores de química: formação 
específica e pedagógica” in NARDI, R. org. Ensino de ciências e matemática, I: temas sobre a formação 
de professores [online]. São Paulo: Editora UNESP; São Paulo: Cultura Acadêmica, 2009. 258 p. 
OSHIMA, F. Y. “A escola que ensina a sonhar”. Disponível em 
<http://epoca.globo.com/vida/noticia/2016/09/escola-que-ensina-sonhar.html>. Acesso em 20 de out. 
de 2017.

Outros materiais