Gabarito Filosofia
10 pág.

Gabarito Filosofia


DisciplinaFilosofia e Ética2.876 materiais77.580 seguidores
Pré-visualização4 páginas
UNIDADE 1 - CONCEPÇÕES DA FILOSOFIA 
ATIVIDADE DE APRENDIZAGEM 
Sendo um dos campos de Estudo da Filosofia, fale sobre a Estética. 
PADRÃO DE RESPOSTA: 
Quando falamos de estética na filosofia, estamos nos referindo à parte da filosofia responsável para 
discutir sobre a arte, sobre o belo. Ou seja, a estética é a teoria da beleza ou filosofia da arte. Portanto, a 
beleza é a aquilo que observarmos: uma paisagem, um por do sol, uma flor e ao mesmo tempo se faz um 
questionamento. O que é que faz uma coisa bonita? Qual o significado da beleza? Já a arte como ramo da 
estética nos leva querer compreender o que é que faz um determinado objeto ou uma obra de arte. Qual é 
a sua relevância. Percebe-se aqui que não basta apenas observar, mas querer compreender o real 
significado. 
 
O que é Epistemologia? Explique. 
PADRÃO DE RESPOSTA: 
É o ramo da filosofia que trata das questões relativas à natureza, escopo e fontes de conhecimento, se 
preocupa com as reflexões a respeito do conhecimento. Como sempre a filosofia nos leva aos 
questionamentos. Podemos conhecer tudo? E a teoria científica, qual a sua objetividade? É na 
epistemologia moderna que encontramos o debate entre o racionalismo e o empirismo. 
 
ATIVIDADE DE APRENDIZAGEM 
Explique a frase \u201cuma das armas da propaganda é a desinformação\u201d; 
PADRÃO DE RESPOSTA: 
De acordo com Vasconcelos, (2002, p 89), É uma técnica altamente desenvolvida de influir na opinião 
pública pela supressão de informações. Tal supressão leva os cidadãos a - inconscientemente - caírem em 
erros, concluindo com base em informações mutiladas, parciais, propositadamente incompletas ou 
enganosas, sofismas muito bem arquitetados e textos redigidos com todas as técnicas de redação 
subliminar infligindo o artigo 19 da declaração Universal dos Direitos Humanos, em que se proclama o 
direito de todo homem a receber informações (corretas). 
 
 
O que significa uma reflexão crítica? 
 
PADRÃO DE RESPOSTA: 
Reflexão crítica é uma reflexão abrangente, questionadora e autônoma, é fazer com que um indivíduo vá 
além do que ele lê ou ouve, buscando diferentes perspectivas para analisar um mesmo fato. É o fato de não 
aceitar como óbvias e evidentes as coisas, as ideias, os fatos, as situações, os valores, os comportamentos 
de nossa existência cotidiana; jamais aceitá-los sem antes havê-los investigado e compreendido como um 
todo. 
 
 
 
 ATIVIDADE DE APRENDIZAGEM 
Fale sobre a exclusão social no contexto urbano brasileiro. 
 
PADRÃO DE RESPOSTA: 
Quando falamos em exclusão social no contexto urbano brasileiro, deparamo-nos com a inseparável 
temática sobre democracia e cidadania que se refere aos direitos de as pessoas participarem na sociedade 
e usufruir de certos benefícios considerados essenciais. Portanto os problemas de enfrentamentos sociais 
estão exatamente neste ponto. No que tange os direitos políticos, são os que delimitam ainda mais o papel 
do cidadão nas organizações políticas de suas comunidades. Consequentemente, os direitos sociais como, 
por exemplo, o direito à educação, segurança, saúde, trabalho, salário entre outros são delimitados 
proporcionando o não acesso a um conjunto de bens e serviços considerados indispensáveis para uma vida 
digna e uma convivência social adequada. 
 
Quais os dois tipos de cidadania? 
 
PADRÃO DE RESPOSTA: 
 
A CIDADANIA FORMAL é hoje quase universalmente definida como a condição de membro de um estado-
nação. A cidadania formal tornou-se uma questão mais importante, em consequência da maciça imigração, 
no pós-guerra, para a Europa Ocidental e a América do Norte, o que resultou numa nova política de 
cidadania. Brubakrer (1992 apud OUTHWAITE; BOTTOMORE, 1996, p. 73-74). 
 
A CIDADANIA SUBSTANTIVA é definida como a posse de um corpo de civis (leis), políticos e especialmente 
sociais, tem-se tornado cada vez mais importante. Brubakrer (1992 apud OUTHWAITE; BOTTOMORE, 1996, 
p. 73-74). 
 
 
ATIVIDADE DE APRENDIZAGEM DA UNIDADE 
 
Filosofar não é ficar sonhando num espaço vazio ou falando algo desconexo com a realidade, portanto, 
explique por que filosofia? 
 
Filosofia significa trabalhar na tentativa de você ir além do óbvio; 
De você trabalhar, por exemplo, contra a ideia de que as coisas são aquilo que a aparência carrega. 
É não ficar na mesmice do senso comum, ou seja, olhar para além do primeiro plano. 
É também papel da filosofia, questionar, indagar, buscar o entendimento das coisas. 
Assinale a alternativa CORRETA: 
A afirmativa I está correta e II incorreta 
A afirmativa II está correta e III incorreta 
A afirmativa III está correta e IV incorreta 
As afirmativas I, II, III e IV estão corretas 
Apenas a afirmativa I e III estão incorreta 
 
 
A lógica é a ciência do raciocínio próprio, nos ajuda a descobrir a verdade. É a parte da filosofia responsável 
pelo estudo do que é nexo, lógico, coerente, ou seja, estudo de argumentos. Portanto, a lógica é 
indispensável na articulação argumentativa. Em relação à divisão das partes principais da lógica, analise as 
afirmativas a seguir: 
 
 Investiga a natureza e as leis do raciocínio; 
Expõe as condições gerais da ciência; 
Determina as regras gerais; 
 Utiliza-se do raciocínio teológico 
Assinale a alternativa INCORRETA 
As afirmativas I, II e III estão corretas 
Apenas I e IV estão corretas 
As afirmativas II e III estão incorreta 
As afirmativas I, II, III e IV estão incorretas 
 
Com relação à metafísica analise as afirmativas a seguir: 
 
A metafísica estuda os princípios da realidade para além das ciências tradicionais (Física, Química, Biologia, 
Psicologia, etc.); 
 
A metafísica busca também dar explicações sobre a essência dos seres e as razões de estarmos no mundo; 
 
Outro campo de análise da Metafísica são as relações e interações dos seres humanos com o Universo; 
 
As principais questões levantadas e analisadas pela metafísica são: O que é real? O que é liberdade?; O que 
é sobrenatural? O que fazemos no nosso planeta? Existe uma causa primária de todas as coisas? 
Assinale a alternativa CORRETA 
A afirmativa I está correta e II incorreta 
A afirmativa II está correta e III incorreta 
A afirmativa III está correta e IV incorreta 
A afirmativa I e III estão incorretas 
As afirmativas I, II, III e IV estão corretas 
 
Nós vivemos muitas vezes dilemas éticos. Em relação a esses dilemas, quando podemos nos encontrar na 
paz de espírito segundo Mario Sergio Cortella (2009, p. 107)? 
 
Quando tudo aquilo que eu quero é o que devo e o que posso 
Quando tudo aquilo que eu devo não é o que quero e nem o que posso 
Quando tudo aquilo que eu quero, não é o que devo, mas é o que posso; 
Quando tudo aquilo que eu não devo, não posso, mas é o que quero; 
Quando aquilo que eu não posso, mas quero e devo 
 
E na política muitas vezes vemos a síndrome do possível. Sobre este tema trabalhado, analise as afirmativas 
a seguir: 
 
Pois quem fica apenas preso ao óbvio fica preso onde está; 
Para fugir do óbvio temos que fazer o nosso melhor e não apenas o nosso possível. 
Os japoneses tem uma palavra chamada: dantotsu \u201clutar para tornar-se o melhor do melhor\u201d; 
Fazer o possível é fazer apenas o óbvio 
 
Assinale a alternativa CORRETA: 
 
A afirmativa I está correta e II incorreta 
A afirmativa II está correta e III incorreta 
A afirmativa III está correta e IV incorreta 
As afirmativas I, II, III e IV estão corretas 
As afirmativas III e IV estão incorretas 
 
UNIDADE 2 - FILOSOFIA CLÁSSICA 
ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM 
1. 3 Sócrates, filósofo ateniense que viveu no século V a.C., encontrou o seu ponto de partida na afirmação 
\u201csei que nada sei\u201d, registrada na obra Apologia de Sócrates. A frase foi uma resposta aos que afirmavam 
que ele era o mais sábio dos homens. Após interrogar artesãos, políticos e poetas, Sócrates chegou à 
conclusão de que ele se diferenciava dos demais por reconhecer a sua própria ignorância.