GESTÃO DAS CONTRIBUIÇÕES PREVID. E TRABALHISTAS
4 pág.

GESTÃO DAS CONTRIBUIÇÕES PREVID. E TRABALHISTAS


DisciplinaContabilidade e Gestão Tributária II1.439 materiais9.404 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Disciplina:  GESTÃO DAS CONTRIBUIÇÕES PREVID.E TRABALHISTAS
	Avaliação:  NPG1862_AV_201702480798      Data: 23/05/2017 19:05:22 (A)       Critério: AV 
	Aluno: 
	Nota Prova: 3,0 de 5,0       Nota Trab.: 0      Nota Partic.: 0 
	Nota SIA: 3,0 pts
	 
		
	NPG - GESTÃO DAS CONTRIBUIÇÕES PREVIDENCIÁRIAS E TRABALHISTAS
	 
	 
	 1a Questão (Ref.: 911406)
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	Leia o texto abaixo e, após, assinale a alternativa correta: Ocorrendo rescisão do contrato de trabalho por prazo indeterminado, sem justa causa, devem ser observadas, pelo menos, duas das seguintes regras: 
		
	
	O pagamento das verbas rescisórias deve ser feito em até 20 dias, contado da notificação da demissão; quando da ausência do aviso prévio, este não terá que ser indenizado;
	
	o instrumento de rescisão ou recibo de quitação deve especificar cada parcela e respectivo valor, sendo válida a quitação somente em relação às mesmas parcelas; Se o empregado for analfabeto o pagamento das verbas rescisórias somente pode ser feito em dinheiro;
	
	o recibo de quitação de verbas rescisórias, firmado por empregado com menos de um ano de serviços, só será válido quando feito perante autoridade do Ministério do Trabalho.
	
	O pagamento das verbas rescisórias deve ser feito em até 15 dias, contado da notificação da demissão; quando da ausência do aviso prévio, este não terá que ser indenizado;
	
	o instrumento de rescisão ou recibo de quitação não deve especificar cada parcela e respectivo valor, sendo válida a quitação em relação a outras parcelas; Se o empregado for analfabeto o pagamento das verbas rescisórias poderá ser feito em outra modalidade e não apenas em dinheiro;
		
	
	 2a Questão (Ref.: 911405)
	Pontos: 0,0  / 0,5 
	São hipóteses de rescisão do contrato de trabalho por justa causa do empregador:
		
	
	exigência de serviços contrários aos bons costumes e descumprimento das obrigações contratuais;
	
	violação de segredo e indisciplina;
	
	rigor excessivo e insubordinação
	
	ofensas físicas ao empregado e abandono de emprego;
	
	desídia e embriagues;
		
	
	 3a Questão (Ref.: 1045034)
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	Corresponde ao pagamento fixo, acrescido das parcelas adicionais como comissões, percentagens, gratificações etc. efetuado pelo empregador ao empregado pelos serviços prestados em função do contrato de trabalho.
		
	
	Remuneração
	
	Salário
	
	Custos
	
	Beneficio Espontâneo
	
	Beneficio Compulsório
		
	
	 4a Questão (Ref.: 911408)
	Pontos: 0,0  / 0,5 
	Com relação ao entendimento do STF sobre as contribuições sociais gerais, as contribuições de intervenção no domínio econômico e de interesse das categorias profissionais ou econômicas, assinale a opção correta. 
		
	
	Tais contribuições sujeitam-se à força atrativa do pacto federativo, pois a União está obrigada a partilhar o dinheiro recebido com os demais entes federados.
	
	No caso da contribuição devida ao SEBRAE, tendo em vista tratar-se de contribuição de intervenção no domínio econômico, o STF entende ser exigível a vinculação direta do contribuinte ou a possibilidade de que ele se beneficie com a aplicação dos recursos por ela arrecadados.
	
	A sujeição de vencimentos e de proventos de aposentadoria e pensões à incidência de contribuição previdenciária constitui ofensa ao direito adquirido no ato de aposentadoria.
	
	Sua constitucionalidade seria aferida pela necessidade pública atual do dispêndio vinculado e pela eficácia dos meios escolhidos para alcançar essa finalidade.
	
	Não se pode prescindir de lei complementar para a criação das contribuições de intervenção no domínio econômico e de interesse das categorias profissionais.
		
	
	 5a Questão (Ref.: 1075992)
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	Trata-se da submissão do empregado ao poder de comando do empregador. É a possibilidade que a situação afere ao empregador de conduzir a realização do trabalho conforme as necessidades da sua empresa¿, essa é a definição de: 
		
	
	Não eventualidade na prestação do serviço
	
	Poder do empregador
	
	Pessoalidade do empregador
	
	Subordinação jurídica
	
	Pessoalidade do empregado
		
	
	 6a Questão (Ref.: 911400)
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	Sobre as formas de estipulação dos salários, marque a alternativa CORRETA
		
	
	O salário por unidade de tempo é pago em razão do tempo efetivamente trabalhado pelo empregado e não em razão do tempo em que este fica à disposição do empregador
	
	O salário por unidade de produção é calculado proporcionalmente à produção desenvolvida pelo empregado.
	
	O salário por tarefa é calculado pela quantidade de tarefas executadas pelo empregado.
	
	O salário por oportunidade de ganho é o mesmo que o trabalho pago em comissão.
	
	O salário por unidade de obra é fixado por obra determinada em tempo exato
		
	
	 7a Questão (Ref.: 1045033)
	Pontos: 0,0  / 0,5 
	Quais são as características que definem a existência da vinculação empregatícia:
		
	
	Pessoalidade, continuidade, confidencialidade e subordinação.
	
	Impessoalidade, continuidade, remuneração e independência jurídica.
	
	Pessoalidade, continuidade, remuneração e independência jurídica.
	
	Pessoalidade, continuidade, remuneração e subordinação.
	
	Pessoalidade, continuidade, exclusividade e subordinação.
		
	
	 8a Questão (Ref.: 911409)
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	A Constituição Federal, em seu art. 195, dispõe sobre as contribuições para a seguridade social, estabelecendo as suas fontes. Sobre as contribuições incidentes sobre a receita ou faturamento, e de acordo com o entendimento recente do Supremo Tribunal Federal sobre o assunto, analise os itens a seguir, classificando-os como corretos ou incorretos, para, a seguir, assinalar a assertiva que corresponda à sua opção. I. O Sistema Tributário Nacional fixou o regime de competência como regra geral para a apuração dos resultados da empresa, e não o regime de caixa. II. Quanto ao aspecto temporal da hipótese de incidência da Cofins e da contribuição para o PIS, temos que o fato gerador da obrigação ocorre com o aperfeiçoamento do contrato de compra e venda (entrega do produto), e não com o recebimento do preço acordado. III. O resultado da venda, na esteira da jurisprudência da Corte, apurado segundo o regime legal de competência, constitui o faturamento da pessoa jurídica, compondo o aspecto material da hipótese de incidência da contribuição ao PIS e da Cofins, consistindo situação hábil ao nascimento da obrigação tributária. IV. No âmbito legislativo, não há disposição permitindo a exclusão das chamadas vendas inadimplidas da base de cálculo das contribuições em questão. V. As situações posteriores ao nascimento da obrigação tributária, que se constituem como excludentes do crédito tributário, contempladas na legislação do PIS e da Cofins, ocorrem apenas quando fato superveniente venha a anular o fato gerador do tributo. Estão corretos apenas os itens: 
		
	
	I, II e IV.
	
	I e IV.
	
	II e III.
	
	II, III e V.
	
	todos os itens estão corretos.
		
	
	 9a Questão (Ref.: 911399)
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	Sabemos que a redução do salário no brasil é proibida pela Constituição Federal de 1988, contudo, há exceção. Destaque a alternativa correta. 
		
	
	É possível em caso de acordo individual entre o empregado e o empregador, desde que tenha por finalidade evitar a dispensa do empregado.
	
	É possível mediante convenção ou acordo coletivo de trabalho, com delimitação de tempo.
	
	É possível apenas por sentença judicial do Tribunal Regional do Trabalho.
	
	Só é possível se o empregado autorizar.
	
	É possível mediante autorização de autoridade ministério do trabalho