A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
21 pág.
ANÁLISE ORGANIZACIONAL AULAS 1 A 10

Pré-visualização | Página 1 de 6

ANÁLISE ORGANIZACIONAL 
Aula 1 - Origens dos Estudos da Estrutura Organizacional
A função da organização no nível institucional trata a empresa em sua totalidade, isto é, como um sistema aberto e integrado denominado desenho organizacional cuja abordagem  configura a estrutura organizacional da empresa e dos processos utilizados para fazê-la funcionar e alcançar os resultados.
Atualmente há três tipos de organizações: As que fazem acontecer, as que observam acontecer e as que se espantam com o que acontece e não tem tempo de acompanhar.
Desse modo, uma organização moderna que pretende manter-se competitiva deve estar entre as organizações que fazem acontecer, pois no mundo globalizado não existe espaço para seguidores, mas sim para empresas inovadoras.
Estrutura Organizacional
A organização constitui um arranjo de componentes projetados para cumprir um particular objetivo de acordo com um plano. Toda organização precisa de alguma finalidade, de alguma noção sobre os porquês de sua existência e do que ela deseja realizar. Sua missão, seus objetivos e a espécie de ambiente interno que quer criar para os participantes (Chiavenato, 2002).
De acordo com Chiavenato, geralmente os objetivos naturais de uma organização são:
- Proporcionar satisfação das necessidades de bens e serviços da sociedade.
- Aumentar o bem-estar da sociedade através do uso econômico dos fatores de recurso.
- Proporcionar um clima em que as pessoas possam satisfazer uma variedade de necessidades humanas normais.
Principais contribuições da estrutura organizacional para as empresas
Organização > Do grego, organon = ferramenta
Significa o arranjo e disposição dos recursos organizacionais para alcançar objetivos estratégicos.
Estrutura Organizacional é a forma como as empresas se articulam para desenvolver as suas atividades.
Não existe uma estrutura organizacional adequada, nem perfeita,mas sim uma que se adapte adequadamente às mudanças.
As grandes empresas precisaram se articular para desenvolver estratégias e novas estruturas de organização para atender à demanda de mercado de massa, de mudanças tecnológicas constantes, gerando resultados com uma produção em grande escala.
Ela deve ser delineada de acordo com os objetivos e estratégias estabelecidos, ou seja, a estrutura organizacional é uma ferramenta básica para alcançar as situações almejadas pela empresa, é o instrumento básico para concretização do processo organizacional.
A estrutura organizacional, representa os órgãos e unidades que compõe a empresa tanto quanto suas relações de interdependência; de outro, o seu funcionamento envolve funções e atividades necessárias para levar ao alcance dos objetivos da empresa.
O desenho organizacional envolve a definição da estrutura básica da empresa e como a tarefa empresarial será dividida.
Esses aspectos são representados em: 
Organogramas; Manuais da organização; Descrição de cargos.
Quando o desenho organizacional não está adequado às necessidades da empresa e do contexto que está inserida, são constantes as reogarnizações e reestruturações no sentido de adequá-lo às mudanças e  renovações indispensáveis ao sucesso organizacional.
Em suma, o desenho organizacional, define:
Órgãos, Níveis, Atribuições, Responsabilidades, Recursos e competências.
Formatações básicas da estrutura organizacional
Estrutura Informal:
Identificadas com a interação social estabelecidas entre as pessoas, desse modo, progride espontaneamente no momento que as pessoas se reúnem.
Traduz as relações que habitualmente não surgem no organograma. São comportamentos pessoais e sociais que não são documentados e reconhecidos oficialmente entre os membros organizacionais, aparecendo inevitavelmente me decorrência 	das necessidades pessoais e grupais dos empregados.
Surge da interação social das pessoas, se desenvolve espontaneamente quando elas se reúnem.
Focada as pessoas e não suas relações. A estrutura formal focaliza autoridades e responsabilidades.
Do ponto de vista dos administradores, a estrutura informal traz dificuldades que regularmente oferecem resistências as ordens formais, ou as altera ou ainda as cumpre por um procedimento diferente do desejado. Independente de ser útil ou prejudicial, a primeira característica da estrutura informal é não poder ser extinta. 
A autoridade informal influi, na maioria das vezes, de maneira ascendente ou horizontalmente.
É mais um privilégio que um direito.
Geralmente mais estável que a autoridade formal.
Algumas características que favorecem o surgimento da liderança informal:
Antiguidade
Localização no trabalho
Idade
Liberdade de se mover na área de trabalho
Competência Técnica
Personalidade agradável e comunicativa
VANTAGENS
Proporciona maior rapidez no processo
Reduz distorções existentes na estrutura formal
Complementa a estrutura formal
Reduz a carga de comunicação dos chefes
Motiva e integra as pessoas da empresa
DESVANTAGENS 
Desconhecimento das chefias
Dificuldade de controle
Possibilidade de atritos entre pessoas
ESTRUTURA FORMAL
A estrutura formal é a representada pelo organograma da empresa e os seus aspectos básicos.
É uma estrutura planejada. O fluxo de autoridade é descendente e mais estável.
Sujeita ao controle da direção e pode crescer a um tamanho imenso, dependendo da organização.
É representada em alguns aspectos pelo organograma. 
Possui ênfase nas posições em termos de autoridades e responsabilidades.
VANTAGENS
Posição hierárquica claramente definida.
Apoiada por normas e regulamentos específicos
Fácil visualização da distribuição das áreas da empresa
DESVANTAGENS
As camadas de burocracia podem atrapalhar o processo de tomada de decisão
Excesso de regras e regulamentos pode inibir a criatividade e a flexibilidade.
O excesso de hierarquia pode prejudicar o processo de comunicação.
Formatações básicas da estrutura organizacional
Cada organização constrói ao longo do tempo sua estrutura organizacional, definindo as linhas de comando, subordinação, assistência, que na maioria das vezes é expresso num organograma. 
Porém muitas empresas crescem de forma tão caótica que até para desenhar o organograma é uma tarefa difícil.
Existe um determinado padrão de estrutura  organizacional a ser seguido?
Com certeza não, pois cada organização deve ser estruturada de acordo com seu negócio e levar em conta os ativos organizacionais.
Sendo assim, seja a empresa uma do tipo formal ou informal,não adianta achar que mudar para o outro tipo melhorará seu negócio, pois a estrutura deve ser adequada ao tipo de estrutura a qual se apresenta ou se adapta  da melhor forma possível para ajustar as suas necessidades.
AULA 2 – DESENHO ORGANZACIONAL
O Desenho Organizacional define como a organização irá funcionar e como seus recursos serão distribuídos e aplicados. Ele retrata a configuração estrutural da organização  e implica no  arranjo dos órgãos dentro da estrutura no sentido de aumentar a eficiência e a eficácia organização.
O objetivo primordial do Desenho Organizacional é o de encontrar coerência e compatibilidade entre os diferentes tipos de variáveis.
Os 04 requisitos do desenho organizacional:
Como estrutura básica - A estrutura básica define como será dividida a tarefa da empresa ,através  da especialização vertical, também conhecida como hierarquia, e através da especialização horizontal, conhecida como departamentalização, bem como o formato organizacional mais adequado ao negócio da empresa. 
A estrutura básica refere-se aos aspectos estáticos da empresa e corresponde a uma radiografia do corpo organizacional onde estão representados os órgãos e partes que compõem a empresa.
Como mecanismo de operação - Indica aos participantes da empresa o que devem e o que não devem fazer, por meio de descrições de cargos, procedimentos e rotinas de trabalho.
Interfere nos aspectos dinâmicos da organização e define: normas, regras, regulamentos, descrições dos cargos, procedimentos e rotinas de trabalho, padrões de desempenho, sistemas