Pai contra mãe
1 pág.

Pai contra mãe


DisciplinaPortuguês Instrumental I579 materiais2.659 seguidores
Pré-visualização1 página
ALUNO(A): Micherlania de Almeida Santiago MATRICULA: 201707206945
PROFESSORA: Ana Patrícia Holanda
PAI CONTRA MÃE
O conto apresenta uma história que se passa na cidade do Rio de Janeiro, durante o período que ocorreu a escravidão dos negros no Brasil, foi uma época em que muitas pessoas ganhavam a vida capturando escravos fugitivos, um dos personagens do conto é Candido Neves, que por não se adequar a nenhum ofício se torna um caçador de escravos, profissão esta que lhe garantia o seu sustento.
Um dia em uma roda de samba Candido Neves conhece Clara, uma moça que vivia com a tia, Mônica, a quem auxiliava na profissão de costureira, e que era contrária ao relacionamento do casal, por causa da falta de recursos financeiros de Candido Neves, até que um dia Clara fica grávida, porém Tia Mônica sempre falava para a sua sobrinha que a vida já era difícil agora que eram três, imagina como ficaria depois que a criança nascesse.
Com o nascimento da criança, a alegria de Candido foi enorme, e a tristeza também, pois ele sabia que não podia ficar com a criança porque não tinha como sustentá-la. Tia Mônica insistiu em dar a criança à Roda. Candido ao sair na rua com a criança ele avista uma negra escrava que havia fugido, logo a rendeu e levou-a para o seu proprietário, a escrava suplicou que não a devolvesse porque ela estava grávida, mesmo assim Candido não a atendeu. Candido entregou-a ao seu dono, chegando a casa o senhor da escrava abriu a carteira e pagou os cem mil reis de recompensa a Candido, em seguida espancou a escrava com tanta violência, que ela abortou o seu filho ali mesmo na frente de Candinho.
 Candido volta para casa com o dinheiro que ele tanto precisava para poder ficar com o seu filho. Em seu pensamento tinha a seguinte idéia: Nem todas as crianças vingam!