Buscar

Hantavirose (Bunyavírus)

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 17 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 17 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 17 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

HANTAVIROSEHANTAVIROSE
Informações Gerais e Medidas PreventivasInformações Gerais e Medidas Preventivas
GDF – Comissão Interinstitucional para o Controle da Hantavirose 
(Portaria de 27 de abril de 2005)(Portaria de 27 de abril de 2005)
HANTAVIROSEHANTAVIROSE
A Hantavirose é uma enfermidade aguda que se apresenta sobre
d as formas a Febre Hemorrágica com Síndrome Renal (HFRS)duas formas:a Febre Hemorrágica com Síndrome Renal (HFRS)
que ocorre na Europa e Ásia e a Síndrome Cardio-Pulmonar por
Hantavírus (HPS) que ocorre nas Américas.
A Síndrome Cardio-Pulmonar por Hantavírus é uma doença viral,
transmitida por roedores silvestres. Foi descrita pela primeira vez
no Brasil em 1993 e atualmente registra se sua ocorrência emno Brasil em 1993 e atualmente registra-se sua ocorrência em
vários estados do País.
No Distrito Federal os primeiros casos de hantavirose ocorreram
em 2004.
AGENTE AGENTE 
ETIOLÓGICO
• O hantavírushantavírus é um vírus
esférico da família
Bunyaviridae.
• Possui um envelope
lipídico que o tornalipídico que o torna
sensível aos desinfetantes
e detergentes, como o
hipoclorito de sódio 10 %.
T bé é i i d
Hantavírus
Também é inativado com a
incidência dos raios
solares.
Hantavírus
Foto: CDC Atlanta\USAFoto: CDC Atlanta\USA
AGENTE AGENTE 
ETIOLÓGICO
• Existem vários tipos de
hantavírus, cada um está
associado a uma única
é i d despécie de roedor
reservatório . Ratos
domésticos (ratazana,
camundongo e rato decamundongo e rato de
telhado) não são
reservatórios dos vírus que
ocorrem no Brasil.
Hantavírus
• No DF o tipo de hantavírus
identificado é o
AraraquaraAraraquara.
Hantavírus
Foto: CDC Atlanta\USAFoto: CDC Atlanta\USA
RESERVATÓRIORESERVATÓRIO
Os reservatórios do hantavírus são
ratosratos silvestressilvestres da ordem
Rodentia, família Muridae e
subfamília Sigmodontinae.
A i f ã ô i
Bolomys lasiurus
Foto: Manual de Controle de Roedores\MS-
Apresentam uma infecção crônica
e eliminam o vírus por meio da
saliva, urina e fezes.
Foto: Manual de Controle de Roedores\MS
2002
No Distrito Federal o reservatório é o Bolomys lasiurus.
Bolomys lasiurusBolomys lasiurus
? Nome popular: pixuna, rato do rabo peludo, ratinho do
d
Foto: Manual de Controle de 
Roedores\MS-2002
cerrado
? Principais Características: pêlos curtos, de coloração
castanho acinzentado no dorso, pêlos claros formando um
í l t h d d lhcírculo castanho em redor dos olhos
? Peso corporal: 26 a 64g
? Crias por gestação: 1 a 11 ( média 4)
? Habitat: ambientes de cerrado, de caatinga, rurais e aqueles
modificados pelo homem para atividade agropecuária.
? Hábito alimentar: sementes e raízes. Em ambientes
modificados pelo ser humano têm preferência pela semente
de Brachiaria.
MODO DE TRANSMISSÃOMODO DE TRANSMISSÃOMODO DE TRANSMISSÃOMODO DE TRANSMISSÃO
RATOSRATOS
SILVESTRESSILVESTRESSILVESTRESSILVESTRES
Ocorre através de interações, principalmente disputas pelo 
acasalamento, alimento e abrigo.
Transmissão HorizontalTransmissão Horizontal
Infectado cronicamente
MODO DE TRANSMISSÃO MODO DE TRANSMISSÃO MODO DE TRANSMISSÃO MODO DE TRANSMISSÃO 
ContatoContato diretodireto com fezes urina e
SER HUMANOSER HUMANO
ContatoContato diretodireto com fezes, urina e
saliva de rato silvestre infectado, como
por exemplo ao tocar com as mãos
ambientes contaminados e depoisambientes contaminados e depois
levando-as aos olhos, boca, nariz ou
ouvido.
Inalação de aerossóisInalação de aerossóis formados a Inalação de aerossóisInalação de aerossóis formados a 
partir do ressecamento das fezes, urina 
e saliva de rato silvestre infectado, como 
por exemplo deitar-se diretamente Bolomys lasiurusFoto: Manual de Controle dep p
sobre a vegetação em áreas de habitat 
desses, manipular superfícies 
contaminadas próximo do nariz ou 
Foto: Manual de Controle de 
Roedores\MS-2002
adentrar em ambientes fechados e 
contaminados. 
MODO DE TRANSMISSÃO MODO DE TRANSMISSÃO MODO DE TRANSMISSÃO MODO DE TRANSMISSÃO 
SER HUMANOSER HUMANO
Outras formas descritas,Outras formas descritas,menos frequentes: percutânea ( por 
meio de escoriações e mordeduras de roedores silvestres) meio de escoriações e mordeduras de roedores silvestres), 
alimento e água contaminada.
Transmissão pessoa a pessoa só foi descrito na Argentina (1996) Transmissão pessoa a pessoa, só foi descrito na Argentina (1996) 
com o vírus Andes cujo reservatório é o roedor Oligorizomys 
longicaudatus.
No Distrito Federal o modo de transmissão mais freqüente, tem
sido relacionado ao contato direto e a inalação de aerossóis em
ambientes abertos.
ÕÕMANIFESTAÇÕES MANIFESTAÇÕES 
CLÍNICASCLÍNICAS
O período de incubaçãoperíodo de incubação (tempo decorrido entre a exposição 
ao hantavírus e o inicio dos sintomas) é de 2 a 60 dias, em média 
quinze dias.
No Distrito Federal considera-se casocaso suspeitosuspeito a pessoa que
apresenta febre e dores musculares acompanhado de dois ouap ese a eb e e do es uscu a es aco pa ado de do s ou
mais desses sintomas: dor de cabeça, tosse, náuseas/vômitos,
tontura ou dificuldade para respirar, desde que tenha estado nos
últimos 60 dias em ambientes de habitat do rato silvestre.
Diante da suspeita, procurar imediatamente 
a Unidade de SaúdeUnidade de Saúde mais próximaa Unidade de SaúdeUnidade de Saúde mais próxima
MEDIDAS PREVENTIVASMEDIDAS PREVENTIVAS
Baseiam-se na adoção de medidas que impeçam o contato do 
ser humano com os roedores silvestres e seus excretas. 
A i i fi d ã é h h t iA maneira mais eficaz de prevenção é conhecer a hantavirose e
seu modo de transmissão para que se possa adotar manejomanejo
ambientalambiental e novasnovas atitudesatitudes comportamentaiscomportamentais perante
ambientes que sejam habitat de roedores silvestres evitandoambientes que sejam habitat de roedores silvestres, evitando-
se a exposição ao hantavírus.
Profissionais que desenvolvem atividades que favorecem aq q
exposição nesses ambientes devem fazer uso de equipamentos
de proteção (luvas e botas) e adotar comportamento de
proteção. Aqueles que desenvolvem atividades diretas com
roedores silvestres devem obrigatoriamente usar equipamentos
de proteção individual de segurança P3.
MEDIDAS PREVENTIVASMEDIDAS PREVENTIVASMEDIDAS PREVENTIVASMEDIDAS PREVENTIVAS
MANEJO AMBIENTALMANEJO AMBIENTAL
?Manter a área de 50m ao redor do domicilio bem roçado,
? Fazer o plantio a uma distância mínima de 50m do domicilio,
? Nã d i it d t lhid t? Não deixar pernoitar no campo o produto colhido e os restos
de colheita,
? Armazenar sobre estrados os insumos, produtos agrícolas e
outros objetos Os estrados deverão ter 40cm de altura distanteoutros objetos. Os estrados deverão ter 40cm de altura, distante
30cm da parede e com rateiras nos pilares.
? Os produtos deverão ser armazenados em locais próprios
distantes no mínimo a 50m do domicilio e não deverão terdistantes no mínimo a 50m do domicilio e não deverão ter
frestas ou aberturas que possam permitir o acesso de roedores,
? O local de criação de animais (galinheiro, chiqueiros, etc)
deverão estar distantes no mínimo a 50m do domicilio,5 ,
? Acondicionar e destinar corretamente o lixo,
MEDIDAS PREVENTIVASMEDIDAS PREVENTIVASMEDIDAS PREVENTIVASMEDIDAS PREVENTIVAS
MANEJO AMBIENTALMANEJO AMBIENTAL
?Materiais como por exemplo madeiras, devem ser mantidos
sobre estrados com altura mínima de 40cm,
?Manter as janelas abertas para ventilação e iluminação solar,
? Eli i f b d d? Eliminar frestas e aberturas em paredes e portas dos
domicílios;
? Acondicionar alimentos em recipientes fechados e em locais
elevados (mínimo de 40cm) nos domicílios;elevados (mínimo de 40cm) nos domicílios;
? Alimentar os animais com quantidade suficiente para evitar
sobras.
MEDIDAS PREVENTIVASMEDIDAS PREVENTIVASMEDIDASPREVENTIVASMEDIDAS PREVENTIVAS
ATITUDE ATITUDE 
COMPORTAMENTALCOMPORTAMENTAL
 bi t d h bit t bi t d h bit t 
? Não descansar ou dormir em locais fechados que esteja
em ambientes de habitat em ambientes de habitat 
de ratos silvestres de ratos silvestres 
armazenando incorretamente grãos, que tenha restos de
alimentos e presença de roedores;
? Evitar deitar ou sentar diretamente sobre a vegetação;
? E i d bi i á i E d? Evitar o uso do ambiente como sanitário. Em caso de extrema
necessidade usar local limpo (sem vegetação) evitando tocar o
solo com as mãos;
? Não adentrar locais fechados sem ventilação ou entrada de? Não adentrar locais fechados sem ventilação ou entrada de
sol. Antes abrir portas e janelas e aguardar, por uma hora, do
lado de fora. Caso tenha que limpar, umedeça a superfície com
uma solução de água sanitária na proporção de uma parte parauma solução de água sanitária na proporção de uma parte para
nove de água. NUNCA VARRER.
? Realizar o serviço de roçar e limpar sempre a favor do vento, 
MEDIDAS PREVENTIVASMEDIDAS PREVENTIVASMEDIDAS PREVENTIVASMEDIDAS PREVENTIVAS
ATITUDE ATITUDE 
COMPORTAMENTALCOMPORTAMENTAL
 bi t d h bit t bi t d h bit t em ambientes de habitat em ambientes de habitat 
de ratos silvestres de ratos silvestres 
?Acampar em local limpo de mato, arejado e exposto ao sol. A
barraca deve ter fundo impermeável para que não haja contato
direto com o solo. Guardar em recipientes fechados e em locaisdireto com o solo. Guardar em recipientes fechados e em locais
elevados a água e os alimentos que serão consumidos. O lixo
produzido deverá ser acondicionado e descartado
adequadamente;q
?Não consumir frutos caídos ou próximos ao chão;
?Não usar calçados abertas nem andar descalço;
?Nunca tocar em ratos, mesmo quando estiverem mortos;

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes