A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
38 pág.
ATENÇÃO FARMACÊUTICA

Pré-visualização | Página 8 de 18

Pontos: 0,1  / 0,1 
	Entendido como ¨falha no processo de tratamento que cause ou tem o potencial de causar danos ao paciente¨. É um dos principais incidentes relacionados ao cuidado em saúde. Pode estar relacionado a produtos, procedimentos, sistemas e prática profissional, incluindo prescrições, orientações verbais, rotulagem, embalagem e nomenclatura de produtos, dispensaçãp, distribuição, administração e monitorização do uso: 
		
	
	Efeito adverso
	
	Erro de medicação
	
	Efeito colateral
	
	Posologia 
	
	Contra-indicação
		
	 3a Questão (Ref.: 201504436960)
	Pontos: 0,1  / 0,1 
	Qual das afirmativas a seguir não é causa de um PRMs (Problema relacionado com medicamento)?
		
	
	c) Ausência de interação
	
	d) Contra-indicação 
	
	e) Dose, posologia ou duração do tratamento inadequado
	
	a) Administração errônea do medicamento
	
	b) Conservação inadequada
		
	 4a Questão (Ref.: 201505341593)
	Pontos: 0,1  / 0,1 
	Sobre Farmacogivilância, analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa CORRETA: 
I - ( ) A Farmacovigilância é uma ciência essencialmente observacional. Sua atividade é eminentemente clínica, orientada para o paciente e direcionada para a pesquisa dos mecanismos e ações dos medicamentos. É a identificação e avaliação dos efeitos, agudos ou crônicos, do risco dos tratamentos farmacológicos no conjunto da população ou em grupos de pacientes expostos a tratamentos específicos. Sua principal preocupação são os efeitos adversos, identificados principalmente após a comercialização dos produtos (estudos clínicos fase IV). 
II - ( ) O programa de Farmacovigilância deve ser permanentemente atuante, com mecanismos para monitoramento, detecção, avaliação, documentação e registro das reações adversas, além de mecanismo de feedback educacional para os prescritores dos medicamentos, para outros profissionais de saúde e pacientes. 
III - ( ) São objetivos específicos da Farmacovigilância: Aumentar a segurança e a assistência ao paciente, em relação ao uso dos medicamentos e às intervenções médicas; Aumentar a saúde e a segurança pública, em relação ao uso dos medicamentos; Contribuir com a avaliação dos benefícios, danos, eficácia e risco dos medicamentos, garantindo seu uso seguro, racional e mais efetivo, assim como promover a compreensão, a educação e o treinamento clínico em farmacovigilância através de efetiva comunicação com a população e com os profissionais de saúde. 
IV - ( ) A implantação de rotinas de farmacovigilância requer, também, conscientizar a equipe médica e outros profissionais, da importância da notificação da reação adversa para avaliação do perfil de reações adversas dos medicamentos em relação à população brasileira, que tem hábitos nutricionais e características diferentes dos europeus ou norte-americanos, onde freqüentemente ocorrem os ensaios clínicos. 
		
	
	Estão corretas as afirmativas I, III
	
	Estão corretas as afirmativas I, II, III, IV
	
	Estão corretas as afirmativas I, IV
	
	Estão corretas as afirmativas II, IV
	
	Estão corretas as afirmativas I, II, III
		
	 5a Questão (Ref.: 201505109405)
	Pontos: 0,0  / 0,1 
	Analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa CORRETA:
		
	
	Os requisitos do uso racional são muito complexos e envolvem uma série de eventos. Para que sejam cumpridos, devem contar com a participação de diversos atores sociais: pacientes, profissionais de saúde, legisladores, formuladores de políticas públicas, indústria, comércio, governo. Sendo assim, os prescritores estabelecem papel de maior importância para o processo do uso racional na medida que a prescrição médica é a condição básica e imprescindível para que o paciente tenha acesso e uso adequado de medicamento.
	
	Fatores diversos podem contribuir na efetivação de práticas e desejos racionais de utilização de medicamentos por indivíduos ou populações. Como exemplos, podem-se citar: uma grande oferta (em quantidade ou em variedade) de medicamentos, considerados essenciais ou não; a atração proporcionada por novidades terapêuticas; o marketing poderoso da indústria farmacêutica; o direito, supostamente inalienável, do médico em prescrever; e até sincretismos culturais, que expõem os medicamentos a usos jamais pensados por aqueles que os desenvolveram. Para um uso racional, é preciso, em primeiro lugar, estabelecer a necessidade do uso do medicamento; a seguir, que se receite o medicamento apropriado, a melhor escolha, de acordo com os ditames de eficácia e segurança comprovados e aceitáveis.
	
	O farmacêutico, diante dos resultados da Farmacovigilância, é o único profissional, que passa a avaliar mais cuidadosamente o tratamento prescrito e estará alertando, previamente, não só para os possíveis efeitos deletérios dos fármacos, como também para a possibilidade concreta de sua ocorrência.
	
	Os resultados da Farmacovigilância nem sempre podem ser utilizados como instrumento importante na mudança dos padrões de utilização de medicamentos. As unidades de saúde devem apresentar a possibilidade de implementar essa conduta, decorrente das ações da Farmacovigilância, unicamente no processo de dispensação e uso.
	
	O conceito de Farmacovigilância abrange a identificação e a avaliação dos efeitos de uso, agudo e crônico, dos tratamentos farmacológicos no conjunto da população ou em subgrupos de pacientes expostos a tratamentos específicos. A farmacovigilância se preocupa, principalmente, em estudar as reações adversas aos medicamentos (RAM). Basicamente podem-se monitorar as RAM de duas maneiras: por meio de estudos epidemiológicos clássicos, descritivos ou analíticos - principalmente estudos tipo coorte e caso-controle - e por meio de sistema de notificação espontânea, o mais utilizado pelos sistemas nacionais. Os sistemas de notificação espontânea são importantes pela capacidade de identificar RAM novas ou inusitadas. 
		
	
	 2a Questão (Ref.: 201502692686)
	Pontos: 0,1  / 0,1 
	Medicamentos que diminuem o peristaltismo são considerados inadequados para o tratamento da diarreia infecciosa, por inibirem a eliminação do agente patogênico, prolongando e aumentando a gravidade dos sintomas. Qual dos itens abaixo é um importante representante desta classe de medicamentos?
		
	
	Subsalicilato de bismuto
	
	Óleo mineral
	
	Loperamida
	
	Glicerina
	
	Solução de reidratação oral
	 3a Questão (Ref.: 201503022425)
	Pontos: 0,1  / 0,1 
	São componentes da prática profissional para o exercício da Atenção Farmacêutica:
I- Educação em saúde, incluindo promoção do uso racional de medicamentos
II- Orientação farmacêutica
III- Dispensação
IV- Atendimento farmacêutico
V- Acompanhamento/seguimento farmacoterapêutico
VI- Registro sistemático das atividades, mensuração e avaliação dos resultados
Classifique as afirmativas como verdadeiras (V) ou falsas (F):
		
	
	V- V- F- F- F- V
	
	F- V- V- F- F- V
	
	F- F- V- F- V- F
	
	V- V- V- V- V- V
	
	V- V- F- V- V- F
		
	 4a Questão (Ref.: 201503086007)
	Pontos: 0,1  / 0,1 
	O profissional farmacêutico exerce um papel relevante na dispensação de medicamentos. Em se tratando de medicamentos isentos de prescrição (MIPs), o farmacêutico deve verificar: 
I- Quais medicamentos estão sendo solicitados e a razão para tal solicitação; 
II- Idade do paciente e duração dos sintomas; 
III- Situações que poderiam contra-indicar determinados MIPs; 
IV- Uso concomitante de outros medicamentos; 
V- Uso prévio de outros medicamentos para o mesmo sintoma apresentado; 
VI- Histórico médico. 
	
	
	São verdadeiras as afirmativas: I e VI, apenas 
	
	I, II, III, IV e V, apenas
	
	I, II, III, IV, V e VI
	
	I, V e VI, apenas
	
	VI, apenas
	 5a Questão (Ref.: 201502844093)
	Pontos: 0,1  / 0,1 
	Qual das alternativas